Educação inclusiva, bilíngue e ambiente familiar fazem o diferencial da Solar Kids

Com sistema de ensino bilíngue, inclusivo e destinado a desenvolver e trabalhar as habilidades dos alunos, a escola de ensino infantil e fundamental Solar Kids está há cinco anos colaborando com a educação de qualidade em Rio Branco.

A escola, preocupada em integrar todos os alunos, independentemente das limitações de cada um, nas atividades desenvolvida em sala de aula e fora dela, disponibiliza para as crianças com alguma necessidade especial, auxiliares para acompanhá-los, porém respeitando a autonomia da criança.

“Nós respeitamos a criança, e ao mesmo tempo, nós temos nas salas de aula, auxiliares, eles são tratados exatamente como as outras crianças, mas como eles precisam de uma atenção mais direcionada, para isso temos os auxiliares, mas não trabalhamos conteúdos diferentes, não trabalhamos de forma que o exclua”, explica a consultora educacional Estelita Chaves.

Para ela, a educação inclusiva é importante tanto para as crianças com necessidades especiais, quanto para as demais, porque proporciona o convívio com o diferente trabalhado respeito e aceitação.

“A convivência com o outro na educação inclusiva é fundamental, e é muito mais importante para o aluno que não precisa ser incluso, ter um colega que tenha características diferentes, porque a gente fala tanto em ensinar o respeito, a aceitar o outro, e quando você tem a uma pessoa diferente, você aprende no dia a dia a respeitar, aceitar e entender”, comenta.

Para garantir a interação de todos os alunos nas atividades proposta pela instituição de ensino, funcionários e colabores em geral recebem treinamento e orientação para atender e auxilia-los durante o ano letivo. Para tal, a escola conta um apoio de uma psicóloga que atua de acordo com a necessidade de alunos, e com orientação especializada para os professores.

Além disso, desde meados deste ano a consultora educacional Estelita oferece formação continuada aos professores para alinhar a dedicação aos estudantes com a proposta de ensino oferecida pela escola.

escola2

Compromisso com a educação de qualidade e ambiente familiar

“Meu desafio é trabalhar de forma conjunta, direção, professores e demais funcionários de forma alinhada. A gente nunca para de aprender, e a Solar Kids tem sido de muito aprendizado, porque o ambiente da escola é muito instigante, as crianças tem contanto com a natureza, com os animais, é um ambiente familiar, esse é o nosso diferencial”, destaca Estelita.

Uma das novidades para o próximo ano letivo, é o convênio que visa beneficiar filhos de professores universitários. “O professor educa lá na Universidade, porém não tem tempo em casa, e para nos é muito oferecemos recebermos essas criança” informou.

Outra novidade será as aulas de artes. “Para o ano que vem nós vamos trabalhar além da música que já faz parte do ensino regular, nós vamos oferecer oficinas de artes, a cada mês um artista fará uma oficina”, explica.

Em 2018 a escola aderiu o sistema anglo de ensino, o novo método tem como objetivo oferecer uma melhor formação aos seus estudantes. “Após avaliarmos uma série de aspectos, aderimos a partir de 2018, o Sistema Anglo de Ensino. Digo isso porque viajei para São Paulo duas vezes e participei de um congresso com eles e, finalmente, tomamos a decisão de aderir a este sistema”, conta a diretora pedagógica Socorro Pessoa.

A escola, que desde a sua fundação, atua preocupada com a melhoria continuada da educação, oferece em sua estrutura, além da educação de qualidade, a formação dos estudantes com o ensino de valores éticos e morais, incentivando o convívio em sociedade. “Estamos contentes com a mudança. Agora, nosso estudante vai sair daqui e chegar à outra escola e vai poder dar continuidade ao sistema de ensino. Isso foi um dos motivos para a nossa mudança”, esclarece Socorro, orgulhosa.

A nova proposta de trabalho trouxe a perspectiva do crescimento educacional com a agregação de valores. “O principal, quando você uma faz troca destas, é porque você quer o melhor. Nós queremos ser feras também”, afirma.

A garantia de uma boa educação

Os ensinamentos são praticados em várias esferas, desde educação no trânsito, no qual os pequenos aprendem o respeito pela sinalização e pelos pedestres. Ainda tem um pomar com diversidade de árvores frutíferas, os animais garantem o contato com a natureza e os animais. Além disso, a sala de leitura permite um contato com o mundo imaginário. Outra preocupação é em manter uma boa alimentação que conta com o acompanhamento de um nutricionista e acompanhamento do psicólogo que faz a orientação pedagógica.

Toda a estrutura é feita para oferecer o conforto adequado e para estimular a confiança dos pais, através da transparência no trabalho. E o mais importante: promover a boa formação dos alunos. Para isso, a Solar Kids fornece ainda formação continuada constante aos colaboradores.

Ensino integral, semi-integral e bilíngue

A instituição trabalha com ensino bilíngue, as crianças aprendem além da língua materna, aprendem o inglês. Os educadores são fluentes na língua inglesa e desenvolvem diariamente atividades sequenciadas e planejadas, trabalhando de forma lúdica.

As aulas iniciam às 7h30 e encerra às 17h40. Além disso, existe a opção do semi-integral, no qual a criança pode ficar até às 14 horas na escola. As matrículas para o ano letivo de 2018 já estão abertas, os pais interessados podem procurar a direção da escola para mais informações, ou conhecer o espaço oferecido pela escola.

escola3

Escola Solar Kids realiza atividade de conscientização no trânsito

Estudantes abordaram a questão da preservação dos recursos hídricos e o cuidado com os animais

escola4A Escola Solar Kids, na última terça-feira, 25, realizou uma atividade voltada para a conscientização de condutores, ciclistas e pedestres das boas práticas no trânsito. A ação faz parte do Projeto educação no trânsito, que visa conscientizar os cidadãos para a responsabilidade no trânsito.

Durante todo o dia, alunos fizeram panfletagem entregando material educativo aos pais e demais motoristas que passavam pelo local. O projeto foi realizado com o apoio do Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran/AC) que forneceu o material que foi entregue pelas crianças.

Segundo a coordenadora Pedagógica Priscila Reis, o projeto é uma forma de demostrar às crianças a importância de aprender o comportamento adequado no trânsito.

“A escola de maneira lúdica e prazerosa mostra a importância de aprender dicas de como o papai, a mamãe devem se comportar no trânsito. Um projeto que envolve escola, família e vizinhos aos arredores da instituição de ensino Solar Kids.” disse.

Além da ação de panfletagem, as crianças realizaram várias atividades na sala de aula e em casa, desenvolvendo várias habilidades na criança. Entre apresentações de teatro, música e diversas brincadeiras.

O Projeto envolveu as crianças que saíram às ruas com bicicleta e velocípedes, que aproveitaram o momento de descontração para ensinar aos adultos sobre as boas práticas no trânsito.

escola2

escola3

Escola Solar Kids trabalha civismo e sustentabilidade no Dia da Amazônia

Alunos da Escola de Ensino Infantil Solar Kids participaram na manhã desta quarta-feira (5) de um desfile em comemoração ao Dia da Amazônia e Dia da Independência. As crianças, professores e os pais percorreram um percurso próximo a escola carregando cartazes e fantasiados com o tema referentes às duas datas.

Para a Diretora da instituição de Ensino Infantil, Socorro Pessoa, o objetivo é despertar o civismo nas crianças. “Faz parte da proposta pedagógica trabalhar o civismo. Fazemos esse desfile todos os anos. Desde que chegamos em Rio Branco realizamos este desfile”, explica Socorro.

Além dos alunos da Escola Solar Kids também participou do evento a creche da rede municipal de ensino Jorge Félix Lavocat. Segundo a diretora da instituição municipal essa integração de rede pública e privada é importante para as crianças.

“Esse é o terceiro ano que nós fazemos juntos com a Solar Kids. Acho muito importante as duas escolas fazerem esse evento juntas, porque são duas realidades diferentes, e isso é bom para que as pessoas saibam que mesmo com as nossas diferenças, somos iguais”, afirma a diretora da creche municipal, Eurenice Quaresma.

Segundo a coordenadora da Solar Kids, Priscila Couto, a Escola trabalha consciência ambiental e civismo através de atividades desenvolvidas na sala de aula, e com a participação dos pais na confecção dos adereços utilizados pelas crianças no desfile.

“Esse ano nós trabalhamos a sustentabilidade. Dentro desse projeto, as crianças desenvolveram várias atividades de preservação do meio ambiente e de conscientização, e também comemorando o Dia 7 de Setembro que é a Independência do Brasil”, explica.

O pai de uma das alunas da Escola, Márcio Danzicourt, disse considerar o projeto de muita importância para a formação da consciência cívica e responsabilidade social quanto às questões ambientais.

“A importância de trabalhar esses dois temas para a nossa sociedade, como a conscientização da preservação do meio ambiente e nossos recursos hídricos, trabalhar isso com nossas crianças é garantir o futuro delas, e o 7 de Setembro tem também a sua importância no sentindo de trazer os valores intrínsecos da nossa Pátria respeitando os valores da nossa nação. A escola está de parabéns por plantar essa sementinha nas nossas crianças”, destaca.

A consultora educacional Estelita Chaves é paranaense e está no Acre a trabalho. Ela acompanhou o desfile das crianças e elogiou a iniciativa de juntar escola pública e privada em torno mesmo projeto de trabalho.

“A observação do desfile é o que a gente quer para o nosso país, primeiramente a União da escola particular com a escola pública, alinhando ao mesmo tema que é a preservação, não há divisão, somos todos brasileiros. É o que mais me chamou a atenção foi a participação dos pais, isso me deixou com muita fé, quando vê que estamos criando nessas crianças a noção de igualdade e fraternidade, a gente acredita que esse país vai ter jeito, e que a educação é o único caminho para isso acontecer”, enfatiza a consultora.

{gallery}fotos/2018/09-setembro/06092018/galeria_escola:::0:0{/gallery}

Escola Solar Kids realiza Feira das Nações e de Literatura

Projeto visa incentivar o hábito da leitura e assim desenvolver a capacidade crítica dos estudantes

Estudantes de 1 ano e 6 meses a 9 anos de idade da Escola Solar Kids participaram na sexta-feira (29) dos projetos educacionais de Literatura e das sobre as Nações. Os alunos se caracterizaram de acordos com as histórias infantis representadas por eles e com países que estão participando da Copa do Mundo da Rússia.

O projeto de Literatura vem sendo desenvolvido desde o início do ano, e visa incentivar para que as crianças tenham contato com livros desde cedo através das histórias contadas nestes. A coordenadora pedagógica, Priscila Couto, falou sobre a importância do projeto de Literatura para as crianças.

“A Feira de Literatura é uma viagem pelo mundo da leitura, são para as crianças da educação infantil de 1 ano e seis meses a 5 anos. Esse projeto vem sendo elaborado desde o início do ano, é um projeto que as crianças tem contato com o livro. Hoje eles se caracterizaram, e envolve tanto as crianças como os pais que ajudaram na culminância do projeto”, disse.

Para Lorena Torres, mãe da pequena Sarah Mariá de 2 anos de idade, o incentivo da escola para que as crianças tenham acesso aos livros é de fundamental importância para o aprendizado delas.

“Acho de suma importância esse incentivo da escola a leitura, vivemos em um mundo totalmente tecnológico onde as crianças estão tendo acesso muito cedo a computador e celular e deixando de lado os livros, então é um resgate de uma cultura e uma educação que na minha opinião é de suma importância”, destacou.

{gallery}fotos/2018/06-junho/30062018/galeria_solarkids:::0:0{/gallery}

Feira das Nações traz um pouco de cada país

O projeto voltado para as crianças do ensino fundamental trouxe para dentro da escola um pouco das cores, sabores e características e a cultura dos países que participam da copa do mundo 2018.

“A Feira das Nações é um projeto onde eles estão trabalhando a cultura de das nações, nós aproveitamos a copa do mundo, fizemos a abertura da copa e demos seguimento a esse projeto, a conclusão deles é com a feira, eles estão mostrando os costumes dos países”, explicou Priscila.

O aluno Samuel Araújo do 5º ano, estava empolgado explicando os hábitos alimentares dos franceses e espanhóis. “A comida cultural da Espanha é o churros e a França é o croissant. Temos aqui de queijo e presunto e frango. A capital da França é Paris”, comenta empolgado.

A professora do terceiro ano, Daniele Souza, disse que os alunos se envolvem bastante durante a preparação do projeto. “Estamos trabalhando há mais ou menos um mês com eles mostrando as características dos lugares e eles se envolveram bastante, conseguiram as roupas para vir caracterizados”, conta a educadora.

O aluno Amim João, 8 anos, é descendente de marroquino ele conta que ficou feliz em poder mostrar um pouco do país da sua mãe. “Gostei muito da feira, gostei de servir as pessoas”. Quando perguntando se ele tinha gostado de ver um pouco da cultura do país de origem da sua mãe ele respondeu com um sonoro e sorridente “sim”.

“Esquenta Copa 2018 Solar Kids” foi um sucesso na Assincra

O “Esquenta Copa 2018 Solar Kids”, ocorrida na manhã deste sábado (9), na quadra de esporte da Assincra, envolveu dezenas de professores e alunos da escola Solar Kids. A confraternização ainda contou com a presença dos pais dos estudantes, boa parte deles vestidos das cores verdes e amarelas.

A coordenadora pedagógica da escola, professora Priscila Couto Reis, explica que a atividade tinha como objetivo integração da escola com os familiares dos alunos. Priscila comentou ainda que a atividade deste sábado (9) fez parte do projeto o qual incentiva os alunos a trabalharem a cultura, assim como um pouco da história de cada país presente a Copa do Mundo da Rússia. “Nossos alunos nos últimos dias estavam centrado na busca de informações das nações que estarão presentes na Copa do Mundo, inclusive, identificando símbolos (bandeira e mascote de cada seleção), assim como aprendendo aspectos culturais dos países participantes”, explica Priscila.

Na atividade da manhã deste sábado houve desfile dos estudantes com cada um deles carregando uma bandeira dos 32 países classificados a Copa da Rússia. Também houve brincadeiras, fit dance e entre outras atratividades.

Feliz com a atividade, a diretora pedagógica da escola, professora Socorro Pessoa de Melo, explicou que a atividade não deixa de ser uma forma de despertar no aluno para a importância do maior evento esportivo do planeta (Copa do Mundo), uma competição, segundo ela, que envolve povos de diferentes culturas e economias do planeta. A diretora também diz que o mundial é uma ferramenta que simboliza a paz entre as nações mundiais e também não deixa de ser uma grande oportunidade para se conhecer a cultura de cada seleção presente ao Mundial da Rússia.

Socorro Pessoa agradeceu ainda a parceira com o Centro de Treinamento Edson de Futsal para a realização do “Esquenta Copa 2018 Solar Kids”.

ESCOLAR KIDS 2
O empresário Acrevenos Espíndola e familiares acompanharam a apresentação do pequeno José durante o evento – Foto/Manoel Façanha

PROFESSORA DA KIDS
A coordenadora Priscila Couto, no ritmo de Copa do Mundo, com o esposo e filho – Foto/Manoel Façanha

ESCOLAR KIDS 5
Crianças com bandeiras deram um colorido especial durante todo o evento ocorrido na quadra da Assincra – Foto/Manoel Façanha