O alviverde paulista agora vai encarar o Coritiba-PR

De virada, Palmeiras elimina o Galvez da Copa BR Sub-20

Por Manoel Façanha

Mesmo não fazendo uma grande apresentação diante de 689 pagantes (R$ 7.130,00, o Palmeiras avançou na disputa da próxima fase da Copa do Brasil Sub-20. Na noite desta quarta-feira (20), no estádio Arena da Floresta, o Verdão derrotou, de virada, o Galvez por 2 a 1. Luan abriu o placar para o Palmeiras no início do primeiro tempo, mas o Verdão empatou em seguida com Angulo e virou o marcador no tempo complementar de partida, através de Aníbal.

Com o triunfo, o Palmeiras avançou para a segunda fase da Copa do Brasil Sub-20. O próximo adversário do time paulista será o Coritiba, equipe que eliminou o Sete de Dourados-MS por 5 a 1.

Jogo

Com o apoio de boa parte do torcedor presente à Arena da Floresta, o Imperador começou a partida com personalidade e ainda aos dois minutos, numa bola parada abriu o placar, através de uma testada de Luan.

O Palmeiras manteve a calma e não demorou em deixar o placar em igualdade, após vacilou coletivo da defesa do Imperador com o oportunista Angulo deixando tudo igual, aos 7 minutos.

O gol tirou a concentração do Imperador e o Palmeiras passou a criar as melhores ações de gols, principalmente pelo lado esquerdo do ataque com Angulo.

O segundo gol do Imperador quase veio aos 18 numa bola parada de Patrick de Paula, mas a bola passou tirando tinta da trave direita do goleiro Gabriel.

Com mais posse de bola e trocando passe, algo que o Galvez tinha dificuldades, o Verdão teve outra chance da virada, mas o goleiro Gabriel abafou chute de Lincon.

Três minutos depois, numa outra bola parada palmeirense, o goleiro Gabriel se esticou para desviar a trajetória da bola e evitar a virada alviverde.

O Galvez respondeu numa jogada em velocidade pelo lado esquerdo da defesa do time paulista. Balica invadiu a área e chutou cruzado, mas Mamude chegou atrasado na entrada da pequena área.

Na etapa complementar de partida, o Palmeiras voltou a controlar o jogo e a criar as melhores oportunidades de gols.

Numa descida pelo lado esquerdo da defesa imperialista, o atacante Ângulo colocou a bola na cabeça de Aníbal. O jogador alviverde ganhou da defesa do time acreano e testou para a rede do goleiro Gabriel, aos 14 minutos.

Virada do Verdão

O Imperador sentiu o golpe e não conseguia mais trabalhar jogadas a partir do campo de ataque. Aos 23, Aníbal quase fez o terceiro do Palmeiras. Após boa jogada de Wesley, ele recebeu dentro da área do Galvez e finalizou, mas a bola saiu por cima do gol de Gabriel.

A virada fez bem ao Verdão e acabou com a motivação do Imperador, tanto que o terceiro gol do Verdão não saiu por caprichoso. Aníbal apareceu frente a frente com Gabriel e tocou na saída do camisa 1, mas a bola beijou a trave esquerda e, na sobra, a zaga do Imperador aliviou o perigo, aos 38 minutos.

Com a partida praticamente decidida nos minutos finais, o Palmeiras tratou de valorizar a posse de bola diante de um Galvez que tinha grandes dificuldades para mostrar qualquer tipo de reação.

Apesar da eliminação, o Galvez vendeu caro a eliminação para o Palmeiras-SP. Foto/Sérgio Vale.

Galo e Imperador decidem o 1º turno nesta 5ª Feira

Atlético Acreano e Galvez disputam na noite desta quinta-feira (21), às 19h, no estádio Arena da Floresta, o título de campeão do primeiro turno do Campeonato Acreano.

Os dois times entram em campo em condição de igualdades e um empate no tempo normal leva à decisão da taça as cobranças de penalidades.

Conforme o regulamento do torneio, o campeão do turno não somente garante vaga na grande decisão, isso caso haja campeões de turnos diferentes, como também garante vaga na próxima edição da Copa do Brasil e uma cota de aproximadamente R$ 550 mil.

Zé Marco aguarda por Adriano

No Imperador, o técnico Zé Marco vai aguardar até os últimos momentos pela recuperação do atacante Adriano, artilheiro do time na temporada, mas a perspectiva da participação do atleta no duelo não é positiva. Com isso, os atacantes Alemão e Daniego ficam de sobreaviso, isso no caso do departamento médico imperialista venha vetar a presença do artilheiro na decisão.

Nos últimos dias o técnico Zé Marco trabalhou o lado emocional da equipe do Galvez, pois a partida também valerá calendário para a próxima temporada e, segundo ele, os atletas não podem criar um peso extra por conta dessa prerrogativa.

Galo segue sem Diego

No Galo Carijó, o técnico celeste Álvaro Miguéis tem algumas dúvidas para o jogo decisivo desta quinta-feira. De certo, o treinador não poderá contar com o retorno do zagueiro Diego. O jogador participou na terça-feira (19) de testes físicos, mas voltou a sentir um problema muscular, assim continuando fora de combate. O jovem Gabriel segue entre os titulares para compor ao lado de Douglas.

De certo, o treinador celeste deve efetivar o retorno do lateral direito Matheus ao time titular e ainda existe a expectativa do volante Leandro iniciar o jogo no lugar de Marquinhos ou Marcílio.

Na fase classificatória, o Atlético derrotou o Galvez por 1 a 0. Foto/Manoel Façanha.

 

Com ares de emoção, Galo venceu o Tricolor

Atlético fica atrás do placar duas vezes, mas empata e garante vaga na final nas cobranças de penalidades

Manoel Façanha

O Atlético está na final do primeiro turno do Campeonato Acreano. A classificação celeste conquistada na tarde chuvosa do domingo (17) não foi nada fácil e contou com ares de dramaticidade diante de um Independência guerreiro, atrevido e consistente na sua proposta de jogo. O Tricolor chegou por duas oportunidades a ficar a frente do placar, mas acabou castigado nos minutos finais de partida ao ceder o empate para o Galo (2 a 2).

A igualdade do placar no tempo normal levou à decisão da vaga as cobranças de penalidades e o Galo Carijó mostrou mais eficiência e venceu por 4 a 2, assim decidindo o título do primeiro turno na próxima quinta-feira, às 19h, na Arena da Floresta, contra o Galvez.

Jogo

O confronto começou com o Tricolor com marcação alta e dificultando a saída de bola do Galo Carijó. O primeiro gol do Independência saiu de erro na saída de bola celeste aos 15 minutos. O meia Anderson avançou e soltou o pé de fora da área. A bola viajou e encontrou o ângulo do goleiro Miller. Golaço!

O Galo Carijó não sentiu o golpe respondeu numa finalização de dentro da área do meia-atacante Diogo, mas a bola explodiu no travessão tricolor.

Nos 15 minutos finais o Independência “afrouxou” a marcação no meio-campo e o Galo cresceu na partida e o empate celeste quase saiu aos 44 minutos. Gabriel ganhou no jogo aéreo e testou a bola na trave do goleiro Thiago, após cruzamento na área do Indepedência. Dois minutos depois, a zaga tricolor vacilou novamente no jogo aéreo e o zagueiro Gabriel deixou tudo igual no placar.

Um gol para cada lado

Com a igualdade no placar as duas equipes retornaram dos vestiários com estratégias bem diferentes. O Tricolor na busca de definir o duelo numa bola e o Galo Carijó tentando envolver o setor de marcação do Tricolor de Aço no toque de bola.

A tática tricolor funcionou melhor. O Galo Carijó encontrava dificuldades de envolver a marcação adversária e o Independência, após contragolpe voltou a ficar a frente do placar numa finalização do atacante Tonho Cabanãs, aos 26 minutos, após aproveitar uma bola parada na poça d’água frente da pequena área celeste.

Dez minutos depois, após bola longa, o atacante Diogo teve a chance do empate, mas concluiu na rede pelo lado de fora. O Galo continuou atacando um Tricolor bem fechado, mas num chute de fora da área efetuado pelo volante celeste Leandro, a bola desviou no corpo do zagueiro Daniel, que acabara de entrar na partida, e encontrou o ângulo do goleiro Thiago.

O gol foi uma ducha de água fria no time Tricolor que teve dificuldades para segurar o empate até os minutos finais.

Galo leva a vaga nos pênaltis

Nas cobranças de penalidades, o torcedor celeste então pôde comemorar a classificação nas arquibancadas do estádio Arena da Floresta, após o Tricolor desperdiças duas cobranças com Tonho Cabanãs e Brenner. O Galo então converteu a última cobrança com o zagueiro Gabriel e, assim, vencendo a disputa por 4 a 2.

Galvez supera o Plácido e volta a decidir turno com o Galo

Numa semifinal de primeiro turno de cinco gols, o Galvez eliminou neste domingo (17) o Plácido de Castro por 3 a 2. O duelo ocorreu no estádio Arena da Floresta com publico de 519 pagantes (R$ 5.460,00). Ciel e Adriano (2) fizeram os gols do Imperador. Ismael e Leandro Neiva anotaram para o Plácido de Castro.

Jogo

A partida começou com muita marcação. Os dois times não davam espaço aos atacantes e o jogo ficou bem trucando, principalmente no meio campo.

O primeiro gol do Galvez saiu numa boa bola parada de Ciel, aos 45 minutos. O meia encontrou o ângulo do goleiro Bruno, esse mal colocado no lance. Nos acréscimos da primeira etapa, o Galvez ampliou a vantagem. Jeferson chutou forte de fora da área e o goleiro Bruno salvou parcialmente. Na sobra de bola, o atacante Adriano mandou para a rede.

Tigre iguala o placar, mas erra e perde o jogo

Com a vaga na decisão ficando pelo caminho, o Plácido de Castro retornou dos vestiários marcando forte a saída de bola do Imperador e, aos 7 minutos, o atacante Ismael foi derrubado por Reginaldo dentro da grande área. O árbitro Antonio Pinheiro assinalou a penalidade. Ismael cobrou bem e diminuiu a vantagem do Imperador.

O jogo ficou aberto, com o Galvez explorando as jogadas de velocidade e o Tigre apertando na busca do empate. Numa bola parada, aos 22 minutos, o zagueiro Leandro Neiva desviou para a rede do Imperador. Tudo igual: 2 a 2.

O jogo ficou aberto com as duas equipes querendo o resultado, mas num erro na saída do Tigre do Abunã, Ciel recebeu avançou pelo esquerdo e serviu Adriano. O atacante, livre, testou a bola para a rede do goleiro Bruno e saiu comemorando a moda aviãozinho.

Nos minutos finais, o Tigre do Abunã pressionou na busca do empate, mas o Imperador segurou bem a pressão e garantir a vaga na grande decisão da próxima quinta-feira (21) contra o Galo Carijó, às 19h, na Arena da Floresta.

 

 

 

 

 

 

 

São Chico vence o Almirante em jogo amistoso: 2 a 0

Faltando pouco mais de uma semana para o início da primeira rodada do Campeonato Acreano, o São Francisco fez seu segundo jogo amistoso da sua pré-temporada na tarde desta sexta-feira (11), no CT do clube. O adversário da equipe católica foi o Vasco da Gama, esse caindo pelo placar de 2 a 0, gols de Perute e Mateus Santos.

No primeiro tempo de partida sobrou muita disposição, mas o caminho do gol era quase desconhecido pelos atacantes de ambas as equipes, assim com o jogo indo para o intervalo sem abertura de contagem.

No segundo tempo, o duelo continuou bem equilibrado, mas o São Francisco, aos poucos, passou a dominar o controle do jogo, tanto que abriu o placar numa boa conclusão de Perute.

O gol fez bem a partida, principalmente ao time católico que jogo mais solto e ainda ampliou a vantagem num chutaço de fora da área de Mateus Santos, após erro na saída de bola do volante vascaíno Hulan.

Com dois amistosos realizados nesta pré-temporada, o São Francisco segue invicto – o time já havia empatado no último final de semana contra o Galvez por 2 a 2. O técnico católico Marquinhos Gomes conversou logo a partida com a imprensa e declarou está satisfeito com a movimentação proporcionada pelos seus jogadores, apesar de reconhecer que o time ainda precisa de alguns ajustes. “Foi um bom jogo-treino, mas ainda precisamos evoluir em vários aspectos”, analisou o comandante católico.

Em noite de artilheiro, Weverton marca três gols em jogo beneficente no interior do Acre

Arqueiro do Palmeiras, que iniciou carreira no futebol como atacante em Rio Branco, capital do Acre, relembra tempos de infância em evento que arrecadou quase duas toneladas de alimentos

Em visita ao interior do Acre, o goleiro Weverton, campeão brasileiro pelo Palmeiras, foi o principal destaque de um jogo de confraternização entre amigos do arqueiro e uma equipe de jornalistas da cidade de Cruzeiro do Sul, a 648 km de Rio Branco, capital acreana. A partida foi realizada no estádio Cruzeirão, na noite desta quinta-feira (27), e o goleiro palmeirense, que jogou de atacante, marcou três vezes para confirmar a goleada de 7 a 1 sobre o time da casa.

O evento marcou a visita de Weverton à segunda maior cidade do Acre e reuniu mais de dois mil torcedores. Cada torcedor doou um quilo de alimento para prestigiar a apresentação do acreano, que se tornou ídolo do Verdão e tem no currículo também a conquista do ouro olímpico com a Seleção Brasileira em 2016, e um título da Série B nacional pela Portuguesa.

No primeiro tempo, a equipe de amigos do goleiro marcou quatro vezes. O terceiro gol foi marcado pelo camisa 21 do Alviverde, que bateu cruzado de fora da área e acertou o ângulo direito do goleiro Evenilson Souza, narrador esportivo que defendia o time da imprensa. Ele teve como um dos companheiros de ataque Doka Madureira, jogador do Rio Branco-AC.

– Antes de começar no gol eu era atacante e gostava muito de fazer esse tipo de gol, acho que dá para matar a saudade dos velhos tempos, mas o mais importante hoje é está aqui e receber esse carinho da torcida. Só quero agradecer a galera de Cruzeiro do Sul e torcida do Palmeiras, pois aqui o que mais ouvi foi ‘independente de ser palmeirense ou não, mas eu torço por você que tem representado bem o nosso estado’ – destacou Weverton.

weverton web

No segundo tempo os amigos de Weverton ampliaram o placar, que fechou em 7 a 1. O goleiro marcou mais dois gols e foi o artilheiro do jogo. Após o apito final, Weverton foi cercado por uma multidão de torcedores que aproveitaram para registrar o momento ao lado do campeão.

No jogo foram arrecadados quase duas toneladas de alimentos que serão doados para instituições de caridade de Cruzeiro do Sul.

– Venho aqui para fazer o meu papel como cidadão levando uma mensagem de apoio e incentivo aos mais jovens. Sonhem, não custa nada. Independente da posição social e em que canto do Brasil estamos, a oportunidade vem para todos. Temos que saber aproveitar e valorizar – ressaltou o goleiro.

Reforçado, Tricolor encara o Cacique no Juruá

Os jogadores Careca e Mateus Nego vestem a camisa do Independência

Reforçado pelo meia Careca, do Atlético-AC e também do atacante Mateus Nego, cedido pelo Rio Branco, o Independência encara o Náuas nesta sexta-feira, às 15h, no estádio Arena do Juruá, em Cruzeiro do Sul. O amistoso faz parte da programação oficial em homenagem aos 114 anos de fundação da segunda maior cidade do Acre.

O volante Paulinho Pitbull, revelado nas categorias de base do Independência e que disputou o Campeonato Estadual e a Série D pelo Plácido de Castro, será outro reforço do tricolor para o jogo no Juruá. “Perdemos o Kaysson, Pedro Balu, Joel e Dentinhos, mas ganhamos três reforços importantes”, afirmou o técnico Illimani Suares.

O Tricolor viajou às 10h da manhã desta quinta-feira (27) e chegou a Cruzeiro do Sul ao final da tarde. O técnico Illimani Suares comandou apenas um treino na tarde de quarta-feira, no Marinho Monte e afirmou que o objetivo e fazer uma grande apresentação para retribuir o carinho e o respeito que os cruzeirenses têm para com os times da capital.

Náuas

O treinador do Náuas, Zacarias Lopes contará com todos os jogadores que disputaram a final da Segunda Divisão contra o próprio Independência, exceto o atacante Rodrigo. O jogador foi convocado para compor a Seleção de Cruzeiro do Sul para a disputa do Copão do Juruá, mas como a diretoria do clube não o liberou, ele preferiu pedir rescisão contratual e negocia sua ida para Independência.

Arbitragem

O jogo terá como árbitro Orleildo Busson, de Rodrigues Alves. Marcelo Busson, também de Rodrigues Alves e Adriano Francelino, ambos de Cruzeiro do Sul, serão os assistentes. O quarto árbitro será Jose Gomes. Apesar de não serem conhecidos, os quatro pertencem ao quadro da Federação de Futebol do Acre e já atuaram em jogos pelo Campeonato Estadual.

Manoel Tobias participa de jogo festivo no Acre

Astro participa da preliminar da final da Copa TV Gazeta de Futsal

Eleito três vezes o melhor jogador do mundo na modalidade de futsal e ainda bicampeão mundial com a seleção brasileira, o ala Manoel Tobias, 47 anos, confirmou presença na festa de encerramento da 3 ª edição da Copa TV Gazeta de Futsal, dia 2 de novembro, no ginásio do Sesi, com um show de prêmio.

O ex-jogador gravou recentemente um vídeo confirmando sua participação no encerramento da competição. O ex-astro do salonismo brasileiro irá participar de um jogo festivo (Amigos do Caldeirão das Tintas x Amigos do Marquinhos Bombeiro). O confronto ocorre antes da bola rolar para a grande final da Copa TV Gazeta. Essa será a quarta vez que o pernambucano da cidade de Salgueiro, Manoel Tobias, participará de uma atividade esportiva no Acre. O acerto do seu retorno a cidade de Rio Branco foi intermediado pessoalmente no meio do ano pelo desportista Auzemir Martins, coordenador da Copa TV Gazeta de Futsal. “Com ajuda de vários parceiros estamos realizando um grande esforço para trazer novamente o grande astro do salonismo Manoel Tobias a nossa cidade, assim estamos otimista numa grande decisão da Copa TV Gazeta de Futsal”, comentou o dirigente Auzemir Martins.

O auge da carreira de Tobias aconteceu no Mundial de Barcelona onde o craque ganhou o troféu Bola de Ouro como melhor jogador na temporada 1996, e a Chuteira de Ouro por ter sido o artilheiro da competição com 14 gols.

Clubes

Candeias Clube de Turismo (Curitiba)- 1989

Votorantim (Recife) – 1990

Banfort (Fortaleza) – 1991/1992

Inpacel (Arapoti) – 1993/1994

Enxuta (Caxias do Sul) – 1994/1995

Inter/Ulbra (Porto Alegre) – 1996/1997

Atlético Pax de Minas (Belo Horizonte) – 1998/1999

Vasco da Gama (Rio de Janeiro) – 2000/2001

Malwee/Jaraguá – 2001/2002

Futsal Cartagena – 2003/2007

SC Ulbra – 2007

Artur Soccer é reinaugurado com jogo-festivo

Os boleiros de Rio Branco ganharam mais um espaço físico para aquela tradicional pelada, seja do meio ou do final da semana. Trata-se do ginásio Artur Soccer, espaço físico pioneiro em gramado sintético de praças esportivas de nossa cidade.

Localizado na Rua Rio de Janeiro e medindo 40m x 20m, o espaço físico foi reinaugurado na noite da sexta-feira (27), após quase duas décadas de existência. O proprietário do espaço físico é o ex-jogador Artur de Oliveira, 48 anos.

O ginásio conta com modernas instalações – gramado sintético que não deixa nada a desejar aos existentes nos grandes centros do país, estrutura de lanchonete, vestiários, arquibancadas e um amplo estacionamento para mais de 30 vagas.

Na solenidade de reinauguração, Artur Oliveira chegou a se emocionar ao lembrar do esforço do pai, já falecido, na construção do espaço físico do ginásio há quase duas décadas. O ex-jogador explicou aos presentes que a reativação do ginásio foi um pedido da esposa (Irlene Oliveira) e demonstrou estar feliz com a decisão tomada.

Logo após a solenidade de inauguração ocorreu um jogo festivo entre os amigos e familiares do ex-jogador.

ARTUR SOCCER 3
O ginásio Artur Soccer recebe grama sintética de última geração – Foto/Manoel Façanha

Brasil não é mais o Deus soberano do futebol, afirma Silvio Luiz

Narrador diz ter 80% de esperança de que o país ganhe o Mundial

Com 64 anos de coberturas de futebol e nove Copas do Mundo no currículo, o narrador esportivo Silvio Luiz é taxativo ao afirmar que o Brasil não tem mais a hegemonia do mundo da bola. “Nós, no futebol, não somos mais aquilo que nós éramos, os deuses soberanos. O futebol de hoje está muito nivelado”, avalia.

Em entrevista ao programa Conversa com Roseann Kennedy, que vai ao ar na TV Brasil, hoje (18), às 21h45, Silvio ressalta, porém, que é otimista em relação ao desempenho da seleção canarinho. “Digamos assim, 80%. Tudo depende do andar da carruagem. Gente, a gente tem, mas os outros também têm. A França tem, a Alemanha principalmente tem, a Espanha tem, a Inglaterra, apesar desses problemas políticos, tem”, pontua.

Para Silvio, é importante entrar na torcida. “Torcer, porque o futebol indo bem, a minha profissão vai bem, o país vai bem.”

Com experiência que vai além da cobertura jornalística, Silvio, que já atuou como bandeirinha e árbitro de futebol, apresenta uma lista de elogios ao comando da Seleção. “Há muito tempo, a gente não tinha um técnico como o Tite. Consciente, estudioso, trabalhador, compreensivo, educado”, diz o narrador, apostando que o técnico reuniu um grupo a sua maneira e não por pressões externas.

A opinião em relação às celebridades do futebol é bem diferente. “É muita frescura hoje. Jogador, hoje, só te procura quando tem interesse dele ou do empresário. Afora isso, se você quiser uma entrevista com um jogador, você tem que ligar para o assessor de imprensa, que por sua vez vai ligar para o empresário, que por sua vez vai consultar a secretária, para ver se a agenda está disponível”, reclama.

No passado, segundo ele, era bem diferente, lembrando que já entrevistou e viajou de avião junto com Pelé. “Agora eu estou preocupado com esses caras? Eu não quero nem saber. Quando o contrato dele está para terminar, ou quando ele faz uma besteira, querendo desmentir uma imagem, aí ele procura você. É assim que funciona”, enfatiza.

O jeito de falar sem meias palavras é uma das principais marcas de Silvio Luiz que criou bordões como o famoso “Olho no lance!”.

Na forma irreverente de narrar futebol, Silvio se recusa a gritar gol. “Se a bola entra e a torcida grita gol, por que eu tenho que gritar gol? A minha função é dizer de quem foi. Não há necessidade de você gritar gol como um desesperado.”

Atualmente, ele está no ar no programa Bola Dividida, da RedeTV!, e na Rádio Transamérica. Sempre antenado com as novas tecnologias e super atuante nas redes sociais, o narrador expande seu campo de trabalho e sua legião de fãs.

O programa Conversa com Roseann Kennedy vai ao ar na TV Brasil, nesta segunda (18), às 21h45.

Sem árbitro de vídeo, seleção estreia com empate na Copa do Mundo

O Brasil chegou a abrir o placar na Arena Rostov, mas sofreu o empate em lance polêmico

O Brasil estreou na Copa do Mundo com um empate amargo contra a Suíça por 1 a 1, gols de Philippe Coutinho e Zuber. A Seleção de Tite chegou a abrir o placar na Arena Rostov e dominou as ações no primeiro tempo, mas tomou o empate no início da etapa final e diminuiu o ritmo.

Apesar de controlar a posse de bola, o Brasil levou pouco perigo ao goleiro Sommer, pecando principalmente nas finalizações. Graças a dois lances decisivos, o árbitro mexicano César Ramos se tornou um dos personagens principais do jogo.

O dono do apito entendeu como normal uma disputa de bola entre Zuber e Miranda dentro da grande área, que acabou com o gol do suíço de cabeça. Mais tarde, em lance de velocidade, Gabriel Jesus caiu na grande área e ficou pedindo o pênalti, mas novamente o árbitro deixou o jogo seguir.

Próximos jogos

Na sexta-feira, às 9 horas (horário de Brasília), o Brasil enfrenta a Costa Rica em São Petersburgo, pela 2ª rodada do Grupo E. A Suíça mede as suas forças contra a Sérvia, também na sexta-feira, às 15 horas, em Kaliningrado.

Técnico do Figueira chama regulamento da Copa do Brasil de ‘traiçoeiro’

A véspera da estreia na Copa do Brasil contra o Rio Branco, o Figueirense-SC realizou um leva movimentação no estádio Arena da Floresta, palco do confronto da noite de hoje, às 20h30, contra o Rio Branco.

O técnico Marquinhos Santos explicou a imprensa que a movimentação foi importante para os jogadores sentirem o gramado e soltarem a musculatura após a longa viagem até a capital Rio Branco.

Bem informado

Com inúmeras informações a respeito do Rio Branco, adversário da noite de hoje, o técnico Marquinhos Santos falou um pouco da estratégia do adversário. “Sabemos que o Rio Branco joga em duas linhas e esperando um erro do adversário. Portanto, precisamos está atentos para não cairmos na armadilha do adversário”, explica Marquinhos, acrescentando que conhece bem o trabalho do técnico alvirrubro Cristian de Souza.

Regulamento

Sobre o regulamento da Copa do Brasil, o técnico do clube catarinense definiu como traiçoeiro, onde não se pode vacilar em nenhum momento. Caso contrário o time estará eliminado da competição.

Pé direito

Responsável pela saída de bola do time catarinense, o volante Juliano comentou que o objetivo será iniciar a Copa do Brasil com o pé direito, eliminando o adversário e realizando uma boa apresentação para o grupo ganhar confiança. O volante disse ainda que o time está ganhando corpo a cada dia de treino.

Rio Branco monta estratégia para surpreender o Figueirense

Com pouco mais de duas semanas no comando técnico do Rio Branco, o técnico Cristian de Souza fez durante o início da semana os últimos ajustes no alvirrubro para encarar na noite de hoje, às 20h30, o Figueirense.

Preocupado com a melhor qualidade técnica e o ritmo de jogo do adversário, o Cristian de Souza trabalhou nos últimos dias a organizar defensiva do time estrelado. O treinador acredita que, durante o jogo, o adversário apresentará mais posse de bola, mas isso não que dizer que irá vencer a partida, mas o Rio Branco precisará ser aplicado na marcação e eficiente nas finalizações. “No futebol moderno a filosofia é marcar com eficiência para atacar com qualidade”, justificou Cristian de Souza.

Na tarde de ontem (14), no CT do José de Melo, o Rio Branco fechou sua preparação para o confronto da noite de hoje contra o Figueirense-SC. O provável time estrelado para o confronto será: Jean Drosny; Pedro Balú, Léo Fernandes, Anderson Schmoeller e Léo Morais; Kássio, Léo Mineiro, Ancelmo e Geovani; Adriano e Araújo Jordão.

Conforme o regulamento, o Rio Branco só avança na competição com uma vitória sobre os catarinenses. Na busca desse objetivo, a diretoria alvirrubra promete uma bonificação pela classificação. O Rio Branco já garantiu R$ 250 mil pela participação na primeira fase da Copa do Brasil e uma classificação à próxima fase do torneio renderá mais um bônus de R$ 315 mil aos cofres do clube.