Com apoio do governo, Acre ganha escritório do Education USA para intercâmbios

O Acre acaba de ganhar um ponto de partida para aqueles que estiverem interessados na busca por conhecimento nos Estados Unidos. É o escritório da Education USA, localizado no Centro de Referência de Inovações Educacionais (Crie) e inaugurado na manhã desta terça-feira, 18, pelo governador Tião Viana, com a presença da consulesa de vistos da Embaixada Americana, Lauren Willy, e da coordenadora para o Cone Sul do Escritório Education USA, Rita Moriconi.

O Education USA é a fonte oficial de informações sobre estudos nos Estados Unidos. Possui uma rede global com mais de 400 centros de orientação, sendo afiliado à Seção de Educação e Cultura do Departamento de Estado Americano. No Brasil, o Education USA chega agora a 37 escritórios em instituições parceiras.

Para Tião Viana, a abertura do escritório celebra resultados de investimentos na educação durante seu governo, destacando a parceria por pós-graduações com a Universidade do Colorado e a criação do Centro de Estudo de Línguas (CEL), que desde 2011, quando foi instituído, já atendeu mais de 52 mil estudantes nos cursos de espanhol, francês, inglês, italiano, libras e, recentemente, hatxa kui, língua matriz do povo Huni Kuin.

“Isso aqui é um programa de cooperação mútua, em que o governo norte-americano, por meio dessa entidade, apresenta um relacionamento com os estudos na língua inglesa. Assim, jovens acreanos poderão ir para universidades americanas, para colégios e áreas de ensino, e jovens norte-americanos poderão vir para o Acre. Isso fortalece uma melhor visão do mundo em todas as fronteiras do conhecimento”, conta o governador.

Grandes oportunidades

Todos os anos, o Education USA vai sortear uma bolsa de estudos. E já garantiu uma para o ano que vem, quando um aluno acreano do ensino médio terá a oportunidade de ficar quatro semanas nos Estados Unidos, com todas as despesas pagas.

A coordenadora para o Cone Sul do Escritório Education USA, Rita Moriconi, afirma que o Brasil é o décimo país que mais envia estudantes (cerca de 14 mil) para os Estados Unidos.

“Temos oportunidades de cursos de graduação, mestrado, doutorado e inglês intensivo, e a importância de o escritório vir para cá é que os estudantes podem ter informações precisas e abrangentes sobre como aplicar nessas instituições, além de tentar bolsas de estudos.”

Participando da solenidade, a consulesa de vistos da Embaixada Americana, Lauren Willy, falou como intercâmbios são importantes na formação e visão do mundo.

“Estamos muito felizes de abrir este escritório, por fortalecer os laços entre os Estados Unidos e o Brasil. Eu mesma sou produto desse tipo de intercâmbio que a Education USA promove. Aos 17 anos, estive no Rio Grande do Norte e foi lá que comecei a aprender sobre diplomacia.”

No Acre, o escritório da Education USA será coordenado por Nephi Barros, professor de destaque do CEL e treinado no Rio de Janeiro para a função.

Acre vai receber unidade da EducationUSA

O governador Tião Viana se reuniu na tarde desta segunda-feira, 3, na Casa Civil com representantes da Universidade do Colorado Boulder e da EducationUSA, órgão do governo americano que se prepara para abrir um escritório no Acre após a realização da parceria do governo do Estado com a universidade estadunidense na área de intercâmbios em pós-graduação e cursos rápidos.

O EducationUSA é a fonte oficial de informações sobre estudos nos Estados Unidos, que possui uma rede global de mais de 400 centros de orientação, afiliado à Seção de Educação e Cultura do Departamento de Estado Americano. No Brasil, o EducationUSA tem 38 escritórios em instituições parceiras.

Como o órgão também ajuda universidades americanas em parcerias com universidades brasileiras, a pedido da própria Universidade do Colorado, o EducationUSA se prepara para abrir seu primeiro escritório no Acre focando a parceria com a Universidade Federal do Acre (Ufac).

“A Universidade do Colorado viu a necessidade de ter o escritório para que os alunos façam os processos de admissão e assim orientá-los. Falamos sobre o choque cultural, como é a estrutura de uma sala de aula americana e a preparação para intercâmbios”, conta Rita Moriconi coordenadora regional do EducationUSA no Brasil.

A parceria entre as instituições para a cooperação educacional é fruto da articulação do governador Tião Viana junto à Força Tarefa de Governadores sobre Clima e Florestas (GCF), após ser convidado para uma série de visitas institucionais e de prospecções para relações internacionais no Colorado em 2017.

Como resultado da parceria institucional estão alguns cursos de rápida duração nas áreas de direito humanitário, direito indígena, resolução de conflitos e desenvolvimento sustentável, além de avanços na negociação entre a federal acreana e a universidade norte-americana para um intercâmbio na área de mestrados e doutorados.

A diretora internacional do centro de inglês em educação continuada da Universidade do Colorado, Patricia Juza, também esteve presente e já anunciou o oferecimento de uma bolsa para estudantes de 15 a 17 anos passarem quatro semanas de estudos nos Estados Unidos, além uma bolsa de mestrado em direito.

Além disso, como resultado da parceria entre a universidade americana, o governo e a Ufac, Patricia Juzo se prepara para lançar um curso online em inglês como material regional do estado. As inscrições serão abertas já em setembro.