IBB anuncia volta às competições oficiais

O pastor Agostinho Gonçalves é um dos grandes incentivadores

Ausente das quadras do futsal desde 2007, a equipe da Igreja Batista do Bosque (IBB) oficializou na tarde desta segunda-feira (23) o seu retorno as competições organizadas pela Federação Acreana de Futebol de Salão (Fafs). O clube evangélico para o retorno às quadras terá o apoio do Grupo Recol e também da Auto Escola Christus.

O anuncio oficial ocorreu numa cerimônia simples, mas bem prestigiada por atletas, desportista e imprensa, no auditório da Sede da Central da Visão da IBB. O pastor presidente da igreja, Agostinho Gonçalves, um dos grandes incentivadores da criação da equipe no ano de 2000, conduziu a cerimônia. Agostinho fez um discurso voltado à importância do retorno da equipe evangélica as quadras. O pastor abriu o cerimonial com a seguinte frase: “Futsal pra gente é muito além da quadra”. A frase do religioso quis dizer que, através do futsal é possível evangelizar e educar centenas de jovens de nossa cidade.

Retorno amplia o número de escolinha

O retorno da IBB às quadras de futsal motivou a ampliação do número de escolinhas de futsal da instituição, hoje atendendo 220 crianças. De acordo com Agostinho Gonçalves, o número de cresceu de uma para sete escolinhas. “Não tenho dúvida que possamos a contribuir de forma mais incisiva para a formação de novos atletas, não apenas para o nosso futsal, mas também para outros centros”, diz otimista o pastor Agostinho.

Marcondes Santos confiante

Outra peça importante para o retorno da Igreja Batista do Bosque às quadras de futsal é o técnico Marcondes Santos. Segundo ele, o retorno da IBB poderá impulsionar e muito modalidade em nosso estado, dando como exemplo a confirmação das equipes do Volta Redonda CA Brasileense na disputa da 2 ª Divisão, equipes que somente confirmaram o retorno a competição após o anuncio da IBB.

A respeito da briga pelo acesso, Marcondes explica que o time da IBB tem muita qualidade, mas os adversários também buscam o mesmo objetivo, assim acreditando numa competição bem equilibrada.

Na busca de voltar ao topo do salonismo local o elenco da IBB será composto por atletas experientes e mesclados de algumas jovens promessas. Confira: Tarso e Jeferson (goleiros); Léo e Renan (fixo); Gessé, Ley, Doka Madureira, Vitor, Kinho, Marcio Cabeção, Buiu, Márcio Belém (alas); Neto e Sapo (pivô). Alyfe, Edmundo, Jean, Matheus e Geovane (atletas da base). Comissão-técnica: Marcondes Santos (técnico), João Farias (preparador físico), Walter (preparador de goleiros), Rodrigo Aragão (fisioterapeuta). Diretoria: Pastor Agostinho, Civaldo Nery, Elias David.

Estreia dia 26/7

Marcondes Santos explica que o time evangélico já se prepara para o jogo de estreia na 2 ª Divisão, agendado para a próxima quinta-feira (26), diante do Volta Redonda. O duelo ocorre no Ginásio Álvaro Dantas, às 19h.

O Campeonato Acreano de Futsal da 2 ª Divisão será disputado por sete equipes: IBB, Volta Redonda, CA Brasileense, Fluminense da Bahia, Pista, SRT e Monte Negro. Conforme o regulamento da competição as equipes jogam entre si, classificando as quatro primeiras colocadas para decidirem o título no sistema olímpico, sendo que haverá jogos de ida e volta somente nas semifinais.

IBB 1
Jogadores, comissão técnica e diretores da IBB durante evento de anúncio da equipe as competições oficiais da Fafs – Foto/Manoel Façanha

Igreja Católica realiza Romaria da Terra neste fim de semana em Sena

A Diocese de Rio Branco fará, no domingo 3, em Sena Madureira, a oitava Romaria da Terra e das Águas. O objetivo é lembrar dos povos menos favorecidos e denunciar a violência de um modo geral e também lembrar das responsabilidades do homem com o meio ambiente.

O tema da Romaria é “Povo de Deus: Família que cativa e cuida da casa comum”, e faz parte também das comemorações do centenário da igreja que teve início em 1920 em Sena Madureira.

As romarias estiveram paradas por muitos anos e, este ano, foi retomada e espera receber pelo menos 5 mil fiéis para participarem da caminhada.

O Bispo Dom Joaquim fez a apresentação da programação e disse que a caminhada é também uma celebração da vida, através da fé de cada um. Além de reafirmar o compromisso com os excluídos.

“Temos uma história já de romaria e como povo de Deus que somos, cuidamos da família e da casa comum. Isso é um tem atual e toda a Amazônia está preocupada com vida”, disse o Bispo.

Tradição dentro da igreja, as romarias são celebradas com alegria e festa, onde o povo demonstra a fé, sofrimento, resistência, ternura e capacidade de compartilhar a vida.

“Tudo isso implica uma relação de reciprocidade entre a natureza e o ser humano. A natureza está à disposição do homem que tem a obrigação de cuidar. Portanto, todos somos responsáveis pelo bem e pelo mal que acontece no nosso planeta”, complementa o bispo sobre a Romaria ser da terra e da água.

Em coletiva à imprensa, Igreja Católica lança Campanha da Fraternidade 2017

Com o tema ‘Fraternidade: Biomas Brasileiros e Defesa da Vida’, a Campanha da Fraternidade 2017 foi lançada, Em Rio Branco, na manhã de quinta-feira, 2, pelo bispo Dom Joaquim Pertiñez. O lema da campanha tem como base o texto bíblico de Genesis 2:15 – “Cultivar e Guardar a Criação.”

“É para todos refletirmos sobre um tema necessário de como devemos cultivar a criação, esse dom que Deus deixou de mais concreto para nós que é o nosso bioma. O objetivo geral é cuidar da criação de Deus de um modo especial promovendo relações fraternas com a vida e acultura dos povos a luz do evangelho”, explica o bispo Dom Joaquim.

A campanha ocorre a nível nacional e tem como ponto principal chamar a atenção da sociedade para a necessidade de cuidar do meio ambiente. A proposta é que seja possível criar uma relação respeitosa com a vida e cultura dos povos que habitam nos mais diferentes biomas existentes, hoje, no país.

“A igreja está preocupada por todo Brasil, já que a campanha é a nacional querendo atingir todos os biomas.

Mas nós, logicamente, nos preocupamos um pouco mais com o nosso bioma amazônico”, afirma.

Esta é uma iniciativa da igreja que tenta conscientizar pessoas de boa fé e de boa vontade e convida as pessoas ao cuidado e cultivo da casa comum. “Não queremos excluir ninguém porque todos somos moradores e responsáveis pelo bem e pelo mal do nosso planeta.”

A partir do lançamento da campanha, até o termino serão apresentadas possíveis medidas que possam contribuir para a preservação da vida nestes seis biomas existentes pelo país.

A Campanha pretende questionar qual o destino que está sendo dado atualmente às riquezas e o que será deixado às futuras gerações. “Ao final saberemos que soluções serão apresentadas e que iniciativas nós poderemos tomar diante desta problemática que atinge a todos. Não só como animais ou plantas, mas também como seres humanos que colherão as consequências dos desastres ambientais que estão acontecendo em nosso país”, conclui o bispo.