SENAI passa por treinamento para obter Certificação FSC

Com objetivo de garantir que seus processos e a origem da madeira utilizada respeitem os aspectos ambientais e uma adequada utilização dos recursos naturais da região, o Instituto SENAI de Tecnologia Carlos Takashi Sasai (IST) deu um importante e pioneiro passo. Nessa quinta-feira, 21 de junho, a instituição deu início a um treinamento aos colaboradores sobre Certificação de Cadeia de Custódia FSC – que é o rastreamento de produtos desde a floresta até o ponto de venda, rotulado com o selo FSC (Forestry Stewardship Council, que em português significa Conselho de Manejo Florestal). A expectativa é de que até o final de agosto a instituição já esteja certificada.

“Para isso, temos algumas etapas a cumprir. Contratamos a consultoria da Asimmanejo (Associação das Indústrias de Madeira de Manejo do Estado do Acre) e passamos alguns meses elaborando o manual de certificação com a consultora Camila Monteiro. Também contratamos o Imaflora (Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola) para nos auditar e nos certificar”, informa Tânia Lúcia Guimarães, diretora do IST. “Este treinamento é apenas uma das etapas do processo para obter a certificação. O Instituto SENAI de Tecnologia já vem se preparando há meses. Desde a definição do escopo da certificação à adequação e criação de procedimentos específicos para controle da cadeia de custódia da madeira”, contextualizou a consultora.

Para a presidente em exercício da FIEAC, Adelaide de Fátima Oliveira, que também é presidente da Asimmanejo, este é um momento histórico para o setor. “A gente sempre sonhou com esse momento, em certificar o SENAI. Isso representa uma grife muito importante, pois é uma certificação que se preocupa com o social, o ambiental e a economia. Estamos saindo na frente, o nosso IST será o único do Brasil com o FSC. Isso é motivo de grande orgulho para nós, pois estamos sempre em busca de trazer o que há de melhor e de inovação”, comemorou.