Feriado do Dia do Evangélico é transferido para sexta-feira

A transferência segue os termos da Lei n° 2.126/2009

Celebrado nesta quarta-feira, 23, o feriado em alusão ao Dia do Evangélico foi transferido pelo Estado para a sexta-feira, 25. A transferência segue os termos da Lei n° 2.126/2009, que remaneja a maioria dos feriados estaduais que caem de terça a quinta-feira para o último dia útil da semana. Além do Governo, o Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC) e as instituições bancárias também remanejaram a comemoração para o fim desta semana, o que altera o funcionamento desses locais.

Com isso, o horário de funcionamento dos órgãos públicos e agências bancárias no Acre serão alterados. A Organização das Centrais de Atendimento (OCA) em Rio Branco e Xapuri, no interior do estado, suspenderão o atendimento ao público. O mesmo será feito nas secretarias e autarquias estaduais. Já as delegacias de Polícia Civil, o Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb) e as Unidades de Pronto Atendimento (UPA’S) funcionarão em regime de plantão.

O Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimento Bancários do Acre anunciou que as instituições seguirão o remanejamento e o atendimento ao público será suspenso na sexta-feira. De acordo com o Tribunal de Justiça do estado (TJ-AC), a celebração também será seguida pelo órgão e as unidades judiciárias e administrativas suspendem o atendimento. Porém, o TJ-AC manterá regime de plantão para medidas urgentes, também adotado nas instâncias de 1º e 2º grau.

Já o comércio e as lojas de Rio Branco funcionarão de acordo com o critério estabelecido por cada proprietário e comerciante. Segundo a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Acre (Fecomércio), o feriado também será adotado na instituição e o atendimento ao público fica suspenso na sexta. Ainda de acordo com a Fecomércio-AC, somente locais que possuem autorização solicitada junto ao Sindicado dos Trabalhadores e expedida por ela poderão funcionar.

De acordo com a convenção coletiva entre a Fecomércio e o Sincoacre, a empresa deve solicitar a instituição autorização para trabalhar durante cada feriado. Além disso, toda hora extra em feriados é remunerada com adicional de 100%.

A Fecomércio/AC informa que não haverá atividade no Sistema Fecomércio/Sesc e Senac.

dia do evangelico 002

O dia para os evangélicos

Pastor da Igreja Missão Shammah do Avivamento, localizada no bairro Defesa Civil, Janden Silva comenta que a data é uma forma de lembrar o trabalho social desenvolvida pelas igrejas evangélicas nas comunidades carentes ou distantes e também de reconhecer o trabalho de evangelização. “O Dia do Evangélico traz esse reconhecimento para as pessoas que dia a dia encaram os desafios para levar a palavra de Deus para os lugares mais distantes e inacessíveis”.

Silva ressalta que muitas das atividades feitas pelas igrejas e seus membros são desconhecidas pela maioria das pessoas. “Muitos estão nos seringais em contato com os ribeirinhos, nos presídios evangelizando, ajudando a vários dependentes a largarem as drogas, contribuindo para pessoas saírem de facções criminosas, distribuindo sopa na calada da noite para os que estão nas ruas entre outras atividades. O feriado traz esse devido reconhecimento para essas ações anônimas”, finaliza o pastor.

dia do evangelico 003

O Dia do Evangélico

O feriado do Dia do Evangélico existe em todo o País, mas, no Acre, não tinha o status de feriado estadual. Foi somente no ano de 2010 que um projeto de lei de autoria do então deputado estadual Helder Paiva criou oficialmente o feriado, passando a ser guardado desde então.

O feriado, no entanto, vem sendo alvo de polêmica. Há os que concordam com um dia dedicado aos evangélicos, mas discordam com o feriado; há os que são a favor do feriado e há, ainda, os que são contra o dia e o feriado, e os argumentos usados para a defesa de cada posicionamento são os mais diversos.

Da polêmica surgiu outro feriado, no dia 20 de janeiro, para homenagear os católicos. O autor da proposta foi o deputado Manoel Morais (PSB) que argumentou que igreja católica é que ajudou a construir o Brasil desde o início, em tudo que tem de bom e não tem o reconhecimento.

Feriado de ano novo teve mais acidentes de trânsito em 2018, aponta PRF

A operação Ano Novo realizada pela Polícia Rodoviária Federal no Acre (PRF) de 28 de dezembro de 2018 à 0h do dia primeiro de janeiro de 2019 registrou um aumento no número de acidentes de trânsito em relação ao ano anterior. Ao todo, foram cinco acidentes contra apenas um em 2017.

Segundo o inspetor da PRF, Nelis Newton, uma característica que chamou a atenção com relação aos acidentes nesta última operação, foi que todos envolviam motocicletas.

“Um detalhe que chamou a atenção é que esses cinco acidentes foram envolvendo motocicleta. A gente tem trabalhado reforçado o policiamento e a fiscalização para evitar acidentes graves, com lesões graves ou mortes”, explicou.

No total oito pessoas ficaram feridas. Nesse período não houve mortes nas estradas. De acordo com a polícia, três dos cincos acidentes foram colisões e os outros dois foram quedas.

“Comparado com o ano passado que teve apenas um acidente, aumentou a quantidade de acidentes e de feridos, e teve esse detalhe que a gente achou interessante com relação ao envolvimento de motocicletas, a gente aproveita para reforçar a necessidade de mais atenção”, alertou Newton.

Segundo a PRF durante os dias de operação foram registradas 136 autuações, duas pessoas foram presas, uma por crime ambiental e outra por lesão corporal, além das infrações de trânsito por consumo de bebida alcoólica e ultrapassagem em locais proibidos.

Feriado: movimento nos aeroportos da Infraero será menor que em 2017

Cerca de 1,19 milhão de passageiros devem embarcar em voos comerciais dos aeroportos da rede Infraero de hoje (14) até a próxima segunda-feira (19), por ocasião do feriado prolongado da Proclamação da República, comemorada amanhã (15).

A expectativa é de que os viajantes encontrem mais tranquilidade no atendimento dos 47 terminais administrados pela estatal, já que a circulação esperada é 9,15% menor do que a registrada em 2017. No ano passado, a Infraero contabilizou 1,31 milhão de embarques e desembarques.

A queda no movimento se explica, segundo a empresa, porque o feriado deste ano caiu em uma quinta-feira, dia da semana que não teria tanto impacto na movimentação dos aeroportos. Quando o feriado se inicia em uma quarta-feira, a tendência é de que, nos dias seguintes, as unidades mantenham um fluxo de pessoas próximo à média regularmente registrada.

A Infraero estima que, prevendo uma menor demanda dos aeroportos, as companhias aéreas reduzam em 6,94% a quantidade de voos comerciais. Este ano, serão, ao todo, 10.460 voos comerciais, ante 11.240 pousos e decolagens realizados ao longo dos seis dias do feriado prolongado de 2017.

Ônibus

No estado de São Paulo, onde parte dos municípios suspende serviços por conta do Dia da Consciência Negra, comemorado na terça-feira (20), a expectativa é de um significativo volume de viagens, tanto nos aeroportos quanto via malha rodoviária.

Os terminais rodoviários Tietê, Barra Funda e Jabaquara, na capital paulista, preparam-se para receber 902 mil pessoas, entre hoje e a próxima quarta-feira (21). De acordo com a Socicam, empresa que administra as unidades, haverá picos de movimento nos dois primeiros dias do feriado, quando 153 mil pessoas devem deixar São Paulo. A recomendação é de que os passageiros evitem os embarques hoje, entre 20h e 23h, e amanhã (15), entre 8h e meio-dia.

A companhia indica ainda os destinos mais procurados por passageiros que embarcam nos três terminais, de modo a alertá-los para que garantam, com antecedência, suas passagens. Os destinos são: Rio de Janeiro, Angra dos Reis, Florianópolis, Curitiba e Belo Horizonte. Apesar do conselho, a Socicam assegura ter reforçado sua frota para os dias 14 e 15 de novembro, com 1.228 ônibus extras. Caso haja necessidade, mais veículos poderão ser disponibilizados.

Muitas pessoas também devem passar pelo terminal rodoviário Ramos de Azevedo, de Campinas (SP). Ao todo, 169 mil passageiros são esperados durante o feriadão, sendo que só deverão enfrentar mais filas durante os dois primeiros dias do feriado, momento em que 28 mil pessoas partirão da cidade interiorana.

A Socicam informa também que outras 40 mil pessoas terão como ponto de partida o terminal rodoviário interestadual de Brasília. Para atender aos clientes da capital federal, a empresa coloca em circulação, entre hoje e amanhã, 13 carros extras. Os principais destinos dos passageiros candangos são: Caldas Novas, São Paulo, Goiânia, Belo Horizonte e Salvador.

Infraero espera mais de 1 milhão de passageiros no feriado

Mais de 1 milhão de passageiros são esperados nos aeroportos da Infraero com voos comerciais regulares a partir de hoje (1º) até segunda-feira (5), em razão do Dia de Finados, feriado celebrado amanhã (2). Segundo a Infraero, o número representa alta de 4,1% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram contabilizados aproximadamente 973 mil embarques e desembarques nos terminais administrados pela empresa.

A empresa também espera um aumento na movimentação das aeronaves. São estimados 8.889 pousos e decolagens, número que representa alta de 3,7% em relação aos 8.575 voos comerciais registrados em 2017. Para atender o movimento durante o feriado, a Infraero deverá intensificar os trabalhos das equipes de segurança e de operações, incluindo as de plantão, por meio de remanejamento das escalas de trabalho. “A empresa também realizou ajustes preventivas em equipamentos como esteiras de bagagens, elevadores e escadas rolantes, entre outros”, diz a nota divulgada pela empresa.

Terminais Rodoviários

Muita gente também deve viajar de ônibus nesse feriado. Na cidade de São Paulo, os terminais rodoviários Tietê, Barra Funda e Jabaquara devem receber ao todo 635 mil passageiros entre hoje e segunda-feira (5). A previsão é de que 175 mil pessoas deixem a capital paulista de ônibus entre hoje e amanhã, segundo a empresa Socicam Terminais de Passageiros. Os destinos mais procurados pelos paulistanos são Curitiba, Florianópolis, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Litoral de São Paulo.

No interior de São Paulo o movimento também deve ser grande. O terminal rodoviário Ramos de Azevedo em Campinas deve receber mais de 112 mil passageiros entre hoje e segunda-feira. Cerca de 27 mil devem deixar a cidade entre hoje e amanhã, segundo a Socicam. As cidades mais procuradas são Americana, Sorocaba, Jundiaí, Praia Grande e São Paulo.

No Terminal Rodoviário Interestadual de Brasília, o Consórcio Novo Terminal, responsável pela gestão, estima receber mais de 33 mil passageiros até segunda-feira. A expectativa é de que oito mil pessoas deixem a capital federal entre hoje e amanhã. As cidades mais procuradas pelos brasilienses são Belo Horizonte, Caldas Novas, Goiânia, Rio de Janeiro e São Paulo. A previsão é de que 35 carros extras sejam colocados em circulação.

Feriado: Agências bancárias não abrem nesta terça-feira (28)

As agências bancárias da capital Rio Branco não funcionam nesta terça-feira (28), por conta do feriado municipal alusivo a categoria, após aprovação de projeto lei municipal do ex-vereador Fernando Martins (PCdoB) e sancionado pelo prefeito Marcus Alexandre (PT) em 2016.

O feriado bancário iniciou desde ano passado. O projeto lei para o fechamento das unidades foi construído pela diretoria do Sindicato dos Bancários e apresentado pelo ex-vereador Fernando Martins (PCdoB). Em decorrência do feriado, as contas com vencimento previsto para hoje (28) podem ser pagas na quarta-feira (29), sem acréscimo de juros e multas. O feriado da categoria não vai prejudicar o pagamento de aposentados e pensionistas, uma vez que os caixas eletrônicos estarão funcionando normalmente.

Dia do Bancário

A origem do Dia do Bancário ocorreu na vitoriosa greve de 1951, que começou no dia 28 de agosto e durou 69 dias. Os trabalhadores de São Paulo foram os únicos a manter as reivindicações e não aceitaram a proposta inicial dos bancos de 20%. Acabaram conquistando 31% de reajuste, além de colocar em xeque a lei de greve do governo Dutra e de lançar as bases para a fundação do Dieese.