Após 28 anos, supermercado fecha as portas na Capital

O fechamento do Supermercado Gonçalves em Rio Branco, neste sábado, 16, causou muita surpresa aos clientes. A loja na Capital existia desde 1991 e era filial da rede de supermercados de Rondônia.

Localizado na Avenida Ceará ele foi referência durante muito tempo de modernidade no segmento. “É uma pena. Por ser perto de casa, me ajudava muito. Foi triste ver um empreendimento que começou tão grandioso acabar desse jeito”, comentou uma cliente ao ler o anúncio sobre o encerramento das atividades.

Estima-se que com o fechamento do supermercado, mais de 100 funcionários perderam seus postos de emprego, apesar de que a maioria deverá ser aproveitada por outros empreendimentos em Rio Branco.

De acordo com a especialista em Recursos Humanos e consultora de mercado, Raquel Albuquerque, destaca que nesses casos, o importante é que a pessoa não se abater.

“A experiência que esses profissionais possuem deve ser aproveitada em outros locais. Além disso, estão prontos e ativos. Preferir o seguro desemprego pode ser um tiro no pé”, destacou ela.

Segundo Raquel, esse é o momento ideal para pegar o currículo e procurar outro posto de trabalho.

Depois de dois meses em queda, dólar fecha novembro em alta de 3,58%

O índice B3, da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), renovou o patamar de recorde histórico ultrapassando hoje a casa dos 90 mil pontos. O pregão desta sexta-feira (30) registrou máxima de 90.245 pontos, com fechamento no fim do dia com 89.504 pontos, queda de 0,23%.

As ações da Petrobras e da Vale fecharam em alta, com 1,15% e 1,54%, respectivamente.

O dólar norte-americano fechou o mês de novembro com valorização de 3,58%, após registrar queda nos últimos dois meses. Nesta sexta, o dólar comercial fechou cotado a R$ 3,858 para venda, com alta de 0,04%

O Banco Central realizou, durante a semana, leilões extraordinários de venda futura da moeda, com compromisso de recompra (os chamados leilões de linha). A ação procurou segurar o aumento da cotação, que, no início desta semana, ultrapassou R$ 3,90. Mesmo com os leilões de linha, a moeda acumulou alta de 0,88% na semana.