Gladson Cameli garante levar projeto à Aleac para acabar com pensão de ex-governadores

O governador eleito Gladson Cameli (Progressista) garantiu nesta terça-feira (16) que um de seus primeiros projetos a serem enviados para apreciação dos parlamentares na Assembleia Legislativa será o de pôr fim ao pagamento das aposentadorias para ex-governadores, que consomem atualmente dos cofres públicos nada menos que R$ 5,5 milhões ao ano.

Atualmente, quatorze pessoas, entre viúvas e até ex-governadores com mandatos no Congresso Nacional, como é o caso do deputado federal reeleito Flaviano Melo, do MDB, e do senador Jorge Viana, do PT, derrotado nas urnas para reeleição deste ano, recebem mensalmente o benefício no valor de R$ 30.71,11.

Também recebem a pensão os ex-governadores Nabor Junior, Romildo Magalhães e Binho Marques, atualmente morando fora do Acre, lotado como secretário dos Sistemas de Integração do Ministério da Educação.

Gladson Cameli acredita que a matéria será aprovada pelos deputados por ampla maioria e os recursos serão somados aos investimentos que serão feitos por ele em áreas prioritárias como educação, saúde e, principalmente, segurança pública.