Secretaria de Educação tira dúvidas sobre novo modelo de uniformes escolares

A Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (SEE), por meio da Diretoria de Ensino, tirou dúvidas no que diz respeito aos novos uniformes que serão utilizados somente a partir de 2020. Os novos modelos, juntamente com toda identidade visual do governo, foram apresentados pela secretária de Comunicação (Secom), Silvânia Pinheiro, nesta segunda-feira, 28.

As dúvidas em relação ao novo uniforme foram tiradas pela diretora de Ensino da SEE, professora Denise Santos. Segundo, para este ano de 2019, não haverá qualquer mudança e os alunos utilizarão os modelos que estão em vigor.

“Não haverá nenhuma cobrança por parte das escolas em relação aos novos uniformes e tanto a classe empresarial precisa de um tempo para fazer as adequações, quanto as famílias precisam estar cientes disso e ter o tempo necessário para a aquisição das novas peças”, explicou.

Ainda de acordo com a diretora de ensino, ainda irá acontecer uma reunião em relação a qual modelo será utilizado nos ensino infantil, fundamental e médio.

Em relação ao início do ano letivo, a diretora confirmou para o dia 11 de março, tempo necessário para que o governo do Estado, por meio da SEE, realize e conclua alguns processos seletivos para a contratação de profissionais que atuarão nos 22 municípios acreanos.

Santos explicou também a respeito da identidade visual apresentada pelo governo. “Essa nova identidade visual apresentada pela equipe de governo com muito carinho, com muito zelo para a população acreana é para que todos se sintam inseridos dentro da proposta de uma visão de futuro, olhando para o amanhã, pois é um governo de todos e para todos”, afirmou.

Governo cancela Jogos Escolares e frustra sonhos de jovens atletas

A derrota da Frente Popular ultrapassou o cenário político para frustrar o sonho de jovens atletas que estão inscritos nos Jogos Escolares. A “rasteira” dada pelo Governo do Acre foi confirmada nesta quarta-feira, dia 17, através de um ofício endereçado a professores e gestores das unidades escolares da rede pública.

O documento, assinado pela secretária adjunta de Esportes, Shirley Santos, pelo assessor dela, Petronilo Filho [o Pelézinho] e pelo coordenador dos Jogos Escolares, Alan Ferreira, caiu como uma “bomba” entre os profissionais da educação que estavam preparando e incentivando os alunos rumo à vitória nas etapas Regional e Estadual do evento.

Luiz Eduardo, um dos alunos frustrados com a notícia, diz que tem vontade de desistir do esporte e partir apenas para o mercado de trabalho. “Meu professor me disse que eu tenho potencial, mas eu não vou mais ter essa oportunidade, e eu acho melhor deixar para lá e procurar um estágio, que eu ganho mais. O governo aí só brinca com o sonho da gente”, comenta o jovem de 16 anos.

A alegação, ainda sem compreensão por parte dos alunos, atletas e professores, seria o início da transição de governo, que, segundo os gestores do estado, já começou, sendo necessário fazer prestações de contas dos gastos da pasta. Além de informar a suspensão “em caráter definitivo”, os gestores se despedem “com o sentimento de dever cumprido”.

“É o atestado de incompetência, só isso. Esperaram a eleição passar para jogar essa bomba no nosso colo. Já não basta a falta de apoio ao esporte, e ainda temos que conviver com esse cancelamento. Isso vai deixar os nossos alunos, que se preparam o ano todo para as fases dos Jogos, completamente frustrados. É vergonhoso, é ridículo”, avalia um dos professores.

Em junho, durante o lançamento dos Jogos Escolares 2018, o coordenador Alan Ferreira já havia dado sinais de que o estado ficaria de fora da etapa regional que ocorreria em Manaus. Em entrevista à Rede Amazônia, ele citou que um dos motivos seria a “dificuldade logística”, ou, em outras palavras, a falta de dinheiro para levar de ônibus ou avião os quase 200 alunos.

Desfiles e apresentações marcam abertura da Fase Municipal dos Jogos Escolares

Centenas de alunos participaram da abertura da fase Rio Branco dos Jogos Escolares 2018. A solenidade foi realizada no estádio Arena da Floresta, no sábado, 23, e contou com a participação de 48 escolas da capital.

A solenidade foi marcada pelo desfile das escolas e a apresentação de dança dos alunos da Associação de Pais e Amigos Excepcionais (Apae).

Para a diretora da instituição, Maria Helena Noronha, a interação dos alunos em atividades como essa é de extrema importância para o desenvolvimento de cada um. “Na Apae temos atividades de educação física e no esporte vemos o empenho deles, inclusive na questão do aprendizado”.

De acordo com o diretor da Secretaria Adjunta de Esporte (SEE), Petronilo Lopes, o Pelezinho, restava somente a capital realizar a fase municipal. “Passamos em todo o estado fazendo a fase municipal e a última é aqui. Temos mais de mil alunos participando. Ainda tem a fase estadual até chegar à disputa nacional”.

Pelezinho explica que o esporte é um dos primeiros instrumentos que chega para as crianças e auxilia no combate à violência. “Temos que ter esse olhar de dedicação à prática esportiva, pois por meio dela podemos incentivar nossos jovens a uma vida com qualidade e longe das drogas”.

A professora da escola militar, Flávia Fernandes, conta que os alunos estão ansiosos e otimistas em relação aos jogos. ”Por ser um colégio novo essa é a primeira participação dele na competição, mas os alunos estão empenhados. Estamos treinando as equipes e esperamos ter uma boa participação”.

Hilary Katryne da Costa, 13 anos, aluna do Colégio Militar Dom Pedro II, está participando pela segunda vez dos jogos escolares, em 2017, ela competiu pela escola João Batista Aguiar e conseguiu chegar até a semifinal.

“Jogo futsal há dois anos, na minha última participação nas competições consegui ir até a semifinal, mas meu objetivo é ser campeã. É o primeiro ano da nossa escola e vamos fazer o nosso melhor”, diz a estudante.

Os Jogos Escolares são uma realização do governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE), em parceria com as prefeituras.

Com mais de 300 estudantes André Maia abre Jogos Escolares

O ginásio José Edson Honorato recebeu um grande público, entre estudantes, autoridades e convidados para a solenidade de abertura da edição anual dos Jogos Escolares em Senador Guiomard.

O prefeito André Maia foi o grande anfitrião do evento, que nesta fase terá a participação de 350 alunos da rede municipal representando seis escolas.

Ao lado do secretário de esportes Francisco Lopes, o Chiquito, o gestor recebeu a comunidade estudantil e convidados para oficializar a abertura do evento.

André parabenizou os jovens pela participação e lembrou da importância dos jogos para a formação pedagógica dos jovens. Ele disse fez questão de destacar que apesar do dificil momento financeiro que atravessa o município, a administração não poderia deixar a comunidade estudantil sem os jogos.

¨ Ver todos vocês aqui para um evento dessa natureza nos fortalece ainda mais. Estamos enfrentando um momento complicado em termo de investimentos, e tivemos que fazer um enorme sacrifício para garantir que esta fase dos jogos acontecesse. Vamos continuar investindo no esporte porque é um grande aliado para a formação individual de cada um de vocês¨, disse o prefeito.

Os jogos serão disputados até o próximo sábado em seis modalidades: futsal, vôlei, atletismo, vôlei de areia, handebol e basquete.

Ao final, os vencedores de cada modalidade garantem vaga para a fase regional dos jogos, que este ano irão acontecer em Senador Guiomard.