Empresário do Acre tem veículo roubado em Rondônia

O empresário acreano Romeu Delilo, dono de um posto de combustível em Rio Branco, foi alvo de um assalto na manhã desta quarta-feira (14), em Rondônia. Ele teve o veículo roubado pelos criminosos, mas foi recuperado pela polícia já em Acrelândia.

Romeu ligou para a família informando que está bem e que está com a polícia em uma delegacia registrando um Boletim de Ocorrências. A informação de que ele tenha sido sequestrado não foi confirmada pela polícia.

O empresário teria viajado para Rondônia e estaria retornando ao Acre quando foi abordado pelos criminosos em Jaci-Paraná. Eles levaram pertences pessoais e o veículo da vítima que foi recuperado graças a um aparelho de rastreamento.

Empresário é preso por tráfico de drogas na Sobral

Dois homens foram preso na tarde de segunda-feira, 13, por envolvimento com tráfico de drogas, a ação aconteceu no bairro sobral, na ocasião foram apreendidos 15 quilos de cocaína, o entorpecente estava escondido dentro de dois carros. A polícia prendeu o empresário Francinaldo Gonçalves Matias, de 38 anos, conhecido como Paraíba, e o comparsa Odair da Silva Lima.

A Delegacia de Repreensão a Entorpecentes (DRE) apreendeu com a dupla, R$ 3,8 mil em dinheiro. Os suspeitos foram apresentados na Divisão de Investigação Criminal (DIC) na manhã de terça-feira, 14.

“Tínhamos informações que o Paraíba, que é um empresário no ramo de alimentos, tem até casa de carne nas cidades de Brasileia, Assis Brasil e Sena Madureira, estaria envolvido com tráfico de drogas. Ontem [segunda,13] conseguimos interceptar a dupla em dois carros, onde tinham escondidos aproximadamente 15 quilos de cocaína pura”, explicou o coordenador da DRE, delegado Pedro Resende.

Em vídeos divulgados pela polícia mostram como os suspeitos escondiam nos veículos. Os entorpecentes eram espalhados em compartimentos dos carros.

“Essa droga veio da Bolívia e seria distribuída nas bocas de Rio Branco. Tivemos diversas informações sobre o Paraíba, tanto pelo 181 como pelo WhatsApp da DRE. Tinha compartimentos específicos em cada carro para esconder essa droga”, disse.

O delegado disse ainda que o empresário usava a empresa para lavagem de dinheiro. “O Paraíba se cercou de uma rede de empresa para lavar o dinheiro do tráfico de drogas e isso também vai ser investigado pela DRE porque está bem comprovado que o dinheiro dele é oriundo do tráfico”, concluiu.

Empresário sofre acidente após perder controle de veículo

Um capotamento deixou um empresário identificado como Alcino ferido na tarde desta quinta-feira (12). O acidente aconteceu próximo à terceira ponte na Via Verde, na BR-364, em Rio Branco.

Segundo informações de amigos da vítima, o condutor do veículo L200 de cor marrom, placa NXT-8848, trafegava no sentido corrente-terceira ponte quando perdeu o controle da direção e colidiu com um poste de iluminação na Via Verde. Com o impacto, o veículo capotou várias vezes e caiu em uma ribanceira às margens da rodovia.

Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, prestou os primeiros atendimentos e conduziu Alcino ao Pronto Socorro de Rio Branco em estado de saúde estável.

A Polícia Rodoviária Federal não foi acionada. Amigos da vítima chamaram um guincho que conduziu o veículo até uma assistência autorizada.

FIEAC lamenta a morte do empresário Mário Yonekura

Empresário atuante nos setores da construção civil e madeireiro e importante líder na fundação da Federação das Indústrias do Estado do Acre, Mário Tadashi Yonekura, faleceu na madrugada desta segunda-feira, 14, em São Paulo, onde estava se recuperando após ter sido submetido a um transplante de fígado.

Natural de Dourados, Mato Grosso, o empresário veio empreender no Acre, juntamente com os quatro irmãos. Ele faleceu aos 63 anos e deixa esposa e três filhos.

Mário Yonekura honrou o setor empresarial contribuindo dignamente na defesa dos interesses dos segmentos da construção civil e madeireiro, mantendo sempre posicionamentos lúcidos e oportunos, aliados à sua capacidade para diálogo.

O presidente da FIEAC, José Adriano, presta solidariedade aos familiares de Mário Tadashi Yonekura. “Conviver com ele foi uma imensa honra e satisfação, pois sempre foi exemplo de persistência e determinação. Por meio de sua dedicação, deixa sua marca registrada para sempre na classe empresarial. Solidarizo-me com sua família, amigos e colegas, e rogamos a Deus para que tenham o conforto merecido em seus corações, neste momento difícil, bem como forças para transformar toda a dor desta perda em fé e esperança”.

O sepultamento será realizado nesta terça-feira, 15, às 11h, no Cemitério São João Batista. O corpo será velado a partir das 3h da manhã, na sede da Federação das Indústrias do Estado do Acre.