Lourival Marques reúne-se com superintende do Basa e pede agilidade na liberação de créditos do Pronaf

O deputado estadual Lourival Marques (PT) reuniu-se ontem, 15, com o novo superintendente do Banco da Amazônia (Basa), Diego Santos Lima. Na oportunidade, o parlamentar pontuou sobre as dificuldades que os produtores rurais estariam encontrando na contratação e liberação de créditos.

De acordo com Marques, a burocracia bancária estaria prejudicando os produtores. “O governo do Estado tem feito muitos investimentos nas diversas cadeias produtivas do Acre: suinocultura, horticultura, fruticultura e mandioca. Mas, a falta de crédito de custeio – ocasionada pela burocracia no momento da contratação e liberação dos créditos – para as atividades agrícolas tem dificultado o produtor na manutenção de suas lavouras e até mesmo na colheita”, disse.

Nesse sentido, o deputado pediu ao superintendente do Basa mais agilidade na liberação dos recursos, em especial, do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

“É importante que os produtores tenham acesso aos créditos, por isso pedi ao superintendente Diego Lima mais apoio e agilidade na contratação e liberação dos créditos, principalmente, do Pronaf, tendo em vista que mais de 15 mil produtores podem ter acesso ao crédito.”

Lourival frisa que essas reinvindicações foram feitas por produtores do interior do Estado, durante participação em reuniões com associações, cooperativas de produtores rurais. “Levei ao superintendente do Basa as reinvindicações que tenho ouvido dos produtores rurais durante as agendas no interior. A conversa foi muito boa e espero que possamos ter, por parte da gerência no interior e da equipe técnica, a análise e aprovação rápida desses recursos, o que proporcionará uma movimentação da economia no interior”.

Por fim, Lourival lembrou que a Emater e Seaprof têm realizado diversas ações nas comunidades rurais para facilitar a elaboração de projetos e propostas para as linhas de crédito disponíveis. Voltou a salientar que o percentual de aprovação pelas instituições financeiras tem ficado abaixo do desejado.

“Precisamos fortalecer a Emater e Seaprof, bem como as empresas privadas que também fazem projetos de crédito. Não adianta nada essas instituições realizarem um trabalho brilhante se tudo fica emperrado no momento em que chega nos bancos”.

Eber diz que irá acionar RBTrans para ter acesso às planilhas pelas empresas

Durante sessão realizada nesta terça-feira (15), o deputado Eber Machado (PDT) afirmou que vai acionar a RBTrans para que a autarquia revele o conteúdo das planilhas apresentadas pelas empresas de transporte público que atuam na capital. O parlamentar também lamentou a morte de três pessoas, dentre elas uma criança de 11 anos, decorrente da troca de tiros em um bairro de Rio Branco.

Eber Machado encaminhou um ofício à Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (RBTrans), solicitando uma cópia das planilhas das empresas que atuam no transporte público, referente aos anos de 2015, 2016 e 2017. Com a ação, o parlamentar pretende saber quais os motivos que justificam os constantes aumentos na tarifa cobrada aos passageiros que utilizam esse meio de condução.

“Ontem encaminhamos um ofício solicitando as informações que justificam esses aumentos no valor da passagem. Pedimos ainda à Mesa Diretora da Aleac uma audiência pública para discutirmos essa problemática. A população não aguenta mais esses aumentos abusivos”, alegou.

Eber Machado fez uma comparação, de forma proporcional, entre o número de habitantes e o valor cobrado na passagem de ônibus no Acre e em Salvador. Ele afirma que é necessário que se entenda o porquê da discrepância entre os valores e o que justifica os aumentos ocorridos.

“Em Rio Branco, com 383 mil habitantes, a passagem custa R$ 3,50, e pode chegar a R$ 4,50. Em Salvador, onde há quase três milhões de habitantes, a passagem de ônibus custa R$ 3.60 reais. Se compararmos o caminho percorrido, a discrepância fica ainda maior, tendo em vista que nossa cidade é pequena. Precisamos debater isso! ” Afirmou.

O parlamentar concluiu seu discurso lamentando a morte de três pessoas, dentre elas uma criança de 11 anos, durante um tiroteio ocorrido na noite de ontem, no bairro Preventório. “É com muita tristeza que soubemos dessa notícia. Lamento profundamente o ocorrido. Me coloco neste momento no lugar dos pais dessa criança que tinha toda uma vida pela frente”, finalizou.

Deputado Antônio Pedro lamenta morte de criança durante tiroteio na capital

O deputado Antônio Pedro (DEM) se solidarizou à família da criança que foi a óbito, vítima de bala perdida durante um tiroteio no bairro Preventório, na noite da última segunda-feira (14). Durante a sessão desta terça-feira (15), o parlamentar afirmou que a população acreana atualmente vive com constante medo devido à violência no Estado.

“Venho me solidarizar com a família daquela criança que foi vítima da violência que assola o nosso Estado. Imagino como os pais dela estão hoje. Ontem à noite foram três vítimas só aqui na capital, isso sem contar os arrastões que agora ocorrem com frequência. É triste, mas nossa realidade é uma violência que só aumenta”, destacou

Antônio Pedro falou ainda sobre a entrevista do governador Tião Viana (PT), onde este, de acordo com ele, se vangloria por estar diminuindo o índice de violência no Estado e afirmou que isso não passa de teatro.

“Assistindo a um jornal hoje pela manhã vi a entrevista onde o governador se vangloriava afirmando que a violência está diminuindo. Isso não é verdade e a população sabe, pois todos vivem com medo. O governo, junto às autoridades, precisa fazer algo ou chegaremos ao caos. Só Deus para ter misericórdia de nós”, concluiu.

Deputado discute convocação dos aprovados no concurso da PM

O deputado estadual Jenilson Leite (PCdoB) que tem abraçado na Assembleia Legislativa do Acre (ALEAC) o movimento para que o governo do Estado agilize a convocação dos aprovados no concurso da polícia Militar, se reuniu na última quinta-feira 10 com a secretária de gestão e administração (SGA), Sawana Carvalho, para pedir esclarecimento do andamento do certame. O parlamentar discutiu ainda a respeito da prorrogação do tempo de validade, visando a convocação dos que estão na lista de espera.

A secretária explicou ao parlamentar, que o concurso da PM é demorado porque engloba três fases, sendo que está na fase da investigação social. Com relação a prorrogação do certame, Sawana disse que é uma possibilidade. “ Vou conversar com o governador Tião Viana sobre o concurso, ainda não temos uma data para a convocação, pode sair a qualquer momento, sendo mais provável é que seja no mês de agosto”, ponderou a chefe da pasta.

Sawana disse ainda que todas as duzentas e cinquentas vagas ofertadas no certame serão convocados para a posse de alunos-soldados. Em relação a prorrogação do concurso, a gestora salientou que o governo está estudando a viabilidade.

Jenilson Leite salientou da necessidade de mais policiamento nas ruas, ponderando que é uma oportunidade de emprego que dezenas de jovens estão aguardando. “Precisamos de mais policiamento nas ruas das cidades acreanas, restabelecer a paz e a ordem no nosso estado, além disso, a convocação desses jovens representa uma autonomia financeira para todos àqueles que sonham em ingressar no mercado de trabalho”, comenta o deputado.

Ainda no mesmo dia, Jenilson Leite se reuniu com o comandante da Polícia Militar, Cel. Kinpara, para tratar do tema, e também tomar conhecimento de quais as necessidades da corporação. Além disso, o deputado entregou ao comandante da polícia uma câmera fotográfica GroPro Hero 5 Black para ser usado pela assessoria de comunicação da PM com o intuito de aumentar a divulgação das ações policiais no Acre.

Alan Rick participa de ato de homologação da Faculdade de Medicina

O deputado federal Alan Rick (DEM), participou na manhã desta quinta-feira (10), em Cruzeiro do Sul, da concretização de um dos mais importantes pleitos do seu mandato nos últimos meses: a homologação do termo de compromisso para a instalação da Faculdade de Medicina de Cruzeiro do Sul pelo Ministro da Educação Rossieli Soares.

“Hoje é dia de celebrar a concretização de um sonho. Essa foi apenas a primeira etapa desse sonho, porém voltei a defender, junto ao ministro Rossieli, a instalação do curso público no campus da Ufac local. Conversei com o ministro e recebi dele a garantia de que iremos fazer uma nova tentativa com a reitoria para que possamos ter o curso de medicina da Ufac”, disse o parlamentar.

As faculdades interessadas já estão se habilitando e têm o compromisso de disponibilizar bolsas do ProUni e financiamentos do FIES, para facilitar o acesso à população. A previsão é que tudo esteja funcionando já em 2019.

O Ministro Rossieli Soares se comprometeu a analisar a proposta do deputado federal acreano e lembrou que expansão da vaga pública não impede que tenhamos a vaga privada. Isso ocorre em todo o país.

“Vamos estudar a expansão de vagas públicas para o Estado, aqui para o campus de Cruzeiro do Sul. Foi feita uma proposta anterior e a Universidade não se manifestou positivamente. Agora, diante da solicitação, vamos procurar a nova reitoria para ver se há interesse em expandir a vaga pública”, disse o ministro.

Creches e lar Ester Cameli

Ao lado do prefeito Ilderlei Cordeiro, Alan Rick participou, na mesma solenidade, da assinatura da ordem de serviço para a construção da Biblioteca da Casa Esther Cameli, uma das mais importantes casas de acolhimento para crianças órfãs do Norte do Brasil, e fruto de emenda parlamentar se sua autoria no valor de R$ 300 mil.

Na sequência, junto com o ministro, senadores Gladson Cameli e Sérgio Petecão, além do prefeito Ilderlei, Alan Rick participou do anúncio da construção de três novas creches para o município.

As novas creches atenderão toda comunidade do município e serão construídas nos bairros Santa Luzia e Remanso. “Também participamos de outro evento importante: a retomada das obras de creches municipais, uma delas no bairro Miritizal. Nosso trabalho em defesa da educação é permanente”, disse Alan Rick que esteve junto com o ministro em um almoço com representantes do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (CONIF) e depois foi a Sena Madureira participar da solenidade de inauguração do Campus do Instituto Federal do Acre – IFAC, no município.

Deputado destaca implantação da faculdade de Medicina

Durante sessão realizada nesta quinta-feira (10), o deputado Antônio Pedro (DEM) falou sobre a homologação do termo de compromisso para a implantação da faculdade de Medicina em Cruzeiro do Sul. O parlamentar também criticou a base do governo por tentar manchar a imagem do senador e pré-candidato ao governo Gladson Cameli.

“Hoje o Ministro da Educação, Rossieli Soares, está em Cruzeiro do Sul, onde homologou o termo de compromisso para a instalação da faculdade de Medicina naquela cidade, uma vitória para as pessoas do município. De lá ele irá a Sena Madureira, onde acontecerá a inauguração do campus do IFAC e também participará de outras agendas na capital”, destacou.

No tempo destinado ao Grande Expediente Antônio Pedro criticou a base governista pelas críticas que têm sido feitas ao senador Gladson Cameli. Disse ainda que o PT teve 20 anos para mostrar trabalho, mas não o fez.

“Ouvindo a fala dos colegas da base do governo percebemos o desespero deles ao sentir que irão perder o governo. O PT já teve o tempo de mostrar seu trabalho, agora o povo não acredita mais. Não adianta dizer que é o novo PT, o povo não se engana mais com essa história. O Gladson Cameli é bem aceito onde quer que ele vá. Daqui para frente a oposição vai comandar”, afirmou o parlamentar.

Major Rocha e Gladson Cameli participam de audiência com o Ministro Blairo Maggi

O Deputado Federal Major Rocha (PSDB) e o senador Gladson Cameli (PP), estiveram em audiência nesta quarta, 09 de maio, no Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, com o Ministro Blairo Maggi.

Na oportunidade os parlamentares acreanos protocolaram ofício solicitando a inclusão do Acre no recebimento de 3.700 kits de irrigação por gotejamento.

Os kits são de extrema importância para o Acre, que tem uma produção rural formada majoritariamente por pequenos e médios produtores. Os kits, portanto, são fundamentais no aumento da renda dessas famílias.

“Os produtores terão à oportunidade de produzir mais e com maior eficiência, contribuindo para a economia acreana e o crescimento do agronegócio brasileiro”, destacou Rocha.

Plano de revitalização da lavoura cacaueira

Na mesma audiência os dois parlamentares pleitearam, apoio para viabilizar e constituir o Plano de Revitalização a Lavoura Cacaueira no Acre. A CEPLAC (Comissão Executiva do Plano de Lavoura Cacaueira), nos anos 90, indicou a viabilidade econômica e sustentabilidade ambiental do plantio no estado.

No oficio foi solicitado o envio de técnicos para promover um levantamento das áreas mais aptas no estado para a execução do plano de revitalização.

Valorização do agronegócio

Rocha e Gladson explanaram para Blairo Maggi as diversas dificuldades e regras que o Governo do Acre, através do IMAC (Instituto de Meio Ambiente do Acre) coloca para os produtores acreanos.

“O IMAC limita a quantidade de terra a ser cultivável nas propriedades em 30%, criando dificuldades, principalmente ao pequeno e médio produtor. O atual modelo de florestania implantado pelo PT, falhou. O desenvolvimento da economia acreana passa pela valorização do agronegócio e apoio aos produtores”, finalizou o senador Gladson Cameli.

Deputado Antônio Pedro questiona lentidão das obras do hospital regional de Brasileia

As obras do hospital regional de Brasileia, que deveriam ter sido concluídas no ano de 2014, estão sendo executadas a passos de tartaruga. A afirmação é do deputado Antônio Pedro (DEM), que durante pronunciamento na sessão desta quarta-feira (9) fez um apelo ao governo do Estado. Ele também falou da precariedade em que se encontra o hospital de Brasileia, Raimundo Chaar.

“Peço que o governador dê celeridade às obras desse hospital, a primeira fase da obra era para ter sido entregue em 2014 e até hoje não foi concluída. Tem gente trabalhando no local, mas os serviços estão devagar demais, a passos de tartaruga”, disse o parlamentar.

Ainda segundo o democrata, a unidade de saúde Raimundo Chaar, de Brasileia não está dando conta de atender a população. “A situação do hospital é crítica, não tem condições nenhuma de atender. Peço por favor que o governador e o secretário de Saúde façam algo para mudar essa realidade. As pessoas estão morrendo na fila dos hospitais, isso é um absurdo”, complementou.

O oposicionista também falou sobre as filas de cirurgias que os pacientes da Fundação Hospitalar e do Pronto Socorro enfrentam diariamente. “A Saúde do Acre está cada vez mais precária. Tem gente que fica três anos na fila à espera de uma cirurgia. Tem paciente que morre esperando uma vaga. Isso é muito triste, é desumano. Peço que o governo invista menos em mídia e mais na Saúde do Acre. É uma tristeza a situação em que se encontra o Pronto Socorro e a Fundhacre”, complementou.

No Grande Expediente Antônio Pedro retornou à tribuna para falar sobre o aumento da violência no Estado. Fazendo referência às facções, ele frisou que a situação ficou ainda mais delicada na administração do PT.

“A atuação das facções veio depois do PT, antes não tinha isso aqui no Acre. Bonde dos 13, Comando Vermelho, tudo veio depois. Antes tínhamos arrombamentos, furtos, mas esse negócio de facções e assassinatos não. A verdade é que a violência cresceu e o PT precisa admitir. Este governo não faz nada, não investe em nada”, salientou.

André Vale diz que Hospital do Quinari está sem médico

O deputado André da Droga Vale (PRB) solicitou melhorias no Hospital Ari Rodrigues, em Senador Guiomard. Em seu discurso, durante a sessão desta quarta-feira (15), na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), o parlamentar afirmou que a unidade hospitalar está sem médicos plantonistas.

“Fui convidado a visitar o Hospital Ari Rodrigues e pude ver a ausência de médicos plantonistas. Aquele hospital atende não somente o povo de Senador Guiomard, mas também vilas e municípios vizinhos. Essa situação não pode ficar assim”, afirmou.

André disse ainda que o sistema de iluminação daquela unidade de saúde está com falhas, por conta disso o estacionamento e a entrada da unidade se encontram no escuro.

Jonas Lima destaca fortalecimento no Setor Produtivo do Acre 

O deputado Jonas Lima (PT) destacou na sessão desta quarta-feira (15) na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) a visita que fez ao município de Porto Acre no último final de semana. O parlamentar que na oportunidade conversou com alguns produtores rurais da região, afirmou que parceria com o governo tem melhorado as condições de vida dos produtores familiares.

“É incrível como a vida desses produtores mudou com a ajuda da produção familiar. Em Porto Acre, os produtores têm como principais fontes de renda o plantio de milho. Só entre os associados da cooperativa que visitei, a estimativa é que a produção da safra atual chegue a 105 mil sacas do grão. Lá eles têm capacidade para armazenar 350 mil sacas, esses resultados me deixam muito feliz. Sem contar que os produtores estão muito satisfeitos com a parceria com o governo do Acre. Não há dúvidas de que a vida dos produtores só tem melhorado nos últimos anos”, disse.

De acordo com o deputado, a Secretaria de Estado de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof) tem sido fundamental para o trabalho dos pequenos produtores. “A Seaprof trabalha diariamente para garantir o bem-estar dos agricultores. A secretaria implantou nos municípios a agricultura familiar e agricultura mecanizada e desde então a produção só aumentou”, complementou.

Eber Machado pede o fim do monopólio das empresas de ônibus em Rio Branco

O 1º vice-presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Eber Machado (PSDC), disse que está elaborando um estudo de viabilização acerca da implementação do serviço de transporte alternativo em Rio Branco. Ele também defendeu o fim do monopólio das empresas de ônibus que prestam serviços na capital. Para o deputado, o monopólio não é salutar para a economia popular.

“A primeira coisa é acabar com esse monopólio na nossa capital. O prefeito não tem nada a temer com isso não. É obrigação dos parlamentares investigar mesmo. Ou acabamos com o monopólio ou as discussões não vão avançar. Estamos fazendo um estudo e daqui uns dez dias vamos apresentá-lo”, pontua.

Eber Machado salientou que os rio-branquenses pagam uma das passagens mais cara do país e pediu que a Prefeitura de Rio Branco encaminhe uma lei à Câmara Municipal, senão houver, tratando sobre a livre concorrência.

“Estamos pagando um valor que é muito superior ao que é praticado em capitais maiores que a nossa. Queria propor também ao prefeito Marcus Alexandre uma lei que trate da livre concorrência, caso não exista ainda. Que nós tenhamos transportes alternativos à nossa população, não somente ficar reféns das empresas de ônibus. Isso é de competência, sim, desta casa. Somos eleitos pelo Estado todo. Vans e micro-ônibus. Por que só pode ter ônibus? São discussões assim que nos farão avançar”, pontua.

Jairo Carvalho cobra investimentos em Segurança Pública em Rodrigues Alves

Na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), nesta terça-feira (14), o deputado Jairo Carvalho (PSD) falou sobre Segurança Pública. Disse que em Rodrigues Alves a situação não é das melhores com o aumento dos casos de roubos e assaltos.

“Conversando com o nosso vereador Salatiel e ele me dizia que a Segurança Pública está um caos em Rodrigues Alves.

Há mais de três meses não tem uma viatura. O índice de roubos e assaltos tem aumentado porque não tem estrutura nenhuma”, denuncia o parlamentar.

Jairo Carvalho lamentou que os policiais não tenham nem mesmo o básico, que seria uma acomodação adequada. “O mais grave é que em Rodrigues Alves o quartel da PM está há mais de sete meses numa reforma que não termina. A PM estava na casa de um cidadão, pois o governo não pagou o aluguel e eles tiveram que sair de lá. Isso é uma vergonha! Como pode? O nosso Estado está um faroeste”, disse ele.

Como iniciativa prática para a resolução do problema, o deputado apresentou uma indicação solicitando mais investimentos na Segurança de Rodrigues Alves e Jordão, como a melhoria do quartel e o aumento do efetivo policial. “Eu faço essa indicação ao governo do Estado para que possa olhar com carinho para o interior. A insegurança chegou também ao nosso povo do interior, ao povo que tem menos acesso às nossas autoridades. Estou clamando como uma voz no arauto. Deixo aqui meu apelo.

Peço aos nossos deputados, vamos juntos cobrar do governo do Estado para que se tenha mais investimentos. Recebi uma ligação do Jordão: ‘deputado nos socorre, nos ajude no Jordão, porque a Segurança é zero’. O povo do Jordão está abandonado pelo poder público”, pontua Jairo Carvalho ao comentar a ligação do sindicalista João Cruz.

Em relação a esse episódio envolvendo o gestor do Deracre, Cristovam Pontes, Jairo Carvalho acentuou que é preciso ter a iniciativa e recuperar as rodovias estaduais que são atribuições da autarquia em vez de tentar responsabilizar os parlamentares pela situação em que se encontra o Deracre atualmente.

“Secretário vá trabalhar, vá trabalhar secretário! Vá fazer alguma coisa. O mato está fechando a estrada de Plácido de Castro. É só buraco para tudo que é canto. Faça alguma coisa secretário. Esse secretário é tão desinformado, nunca foi liberado um centavo das nossas emendas. Pelo menos nunca chegou nada ao meu gabinete. Não sei o que aconteceu com o seu projeto, deputado Nelson Sales. Não vamos deixar que engavetem esse projeto”, disse o parlamentar ao lembrar o projeto que torna as emendas parlamentares impositivas no Orçamento Estadual.

Leo de Brito firma compromisso com Epitaciolândia

Mais um município do Acre recebeu a visita do deputado federal Leo de Brito, que vem se reunindo com os novos gestores empossados em janeiro para firmar parcerias e colocar o mandato à disposição. Na última sexta-feira, foi a vez de Epitaciolândia, onde o parlamentar, acompanhado da deputada estadual Leila Galvão, esteve com o prefeito Tião Flores e seus secretários.

Flores e sua equipe falaram sobre o primeiro mês de gestão, que iniciou com a limpeza da cidade. Apresentaram também as principais demandas verificadas, especialmente na área de saúde. Após ouvi-las, o deputado Leo de Brito se comprometeu então a destinar emenda no valor de R$ 100 mil para a atenção básica.

“Desde o começo do ano, venho tentado me reunir com os novos gestores para ouvir suas primeiras impressões da situação de cada município, tanto na capital, quanto no interior. É o momento de firmar parcerias e trabalhar em prol da população. Em Epitaciolândia não foi diferente. Firmei compromisso com o prefeito Tião Flores e inicialmente vamos destinar emendas para a saúde”, afirmou Leo de Brito.

O prefeito Tião Flores agradeceu a visita e falou da importância da emenda a Epitaciolândia. “Para nós é um motivo de muita alegria e satisfação, e eu tenho certeza que a sociedade de Epitaciolândia irá reconhecer esse investimento que o deputado trouxe para o nosso município. Quando liberada, a verba será destinada à atenção básica da saúde, para a compra de medicamentos e equipamentos”, disse.

Parceira de Leo de Brito na luta pelo desenvolvimento do Alto Acre, a deputada federal Leila Galvão reconheceu o trabalho de Leo. “As prefeituras estão passando por dificuldades econômicas. Os prefeitos iniciaram seus mandatos em uma situação difícil e é nesse sentido que um mandato de deputado federal pode contribuir. O governo do Acre já tem sido parceiro e a gente agora também quer reconhecer a afetiva colaboração do deputado disponibilizando essa emenda”, afirmou.

Heitor Júnior comemora aquisição de aparelho para exames

O deputado Heitor Júnior (PDT) agradeceu ao senador Sérgio Petecão (PSD) por ter destinado emenda no valor de R$ 500 mil à Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) para a aquisição de um equipamento de última geração chamado Fibroscan, que permite diagnosticar pacientes portadores de hepatites através da fibrose do fígado de maneira simples e não invasiva, sendo uma opção à tradicional biópsia.

O equipamento é semelhante a um transdutor de ultrassonografia e mede ondas emitidas entre dois pontos do órgão; de acordo com intensidade verificada torna-se possível avaliar o grau de fibrose hepática.

O deputado agradeceu a sensibilidade do senador e falou da importância do aparelho para os pacientes com hepatite. “Fiz esse pedido assim que iniciei meu mandato nesta casa e fico muito feliz que o senador Sérgio Petecão tenha se sensibilizado e atendido minha solicitação. Sabemos que as hepatites virais são consideradas um problema de saúde pública e necessitam de novas medidas para a prevenção e diagnóstico dos portadores. Agora com a ajuda desse aparelho, o exame que era muito doloroso passará a ser realizado de uma maneira mais simples e rápida”, afirmou.

Deputado Heitor Júnior pede isenção de ICMS em armamentos para as polícias

O deputado Heitor Júnior (PDT) apresentou durante a sessão realizada nesta quarta-feira (8), na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), anteprojeto de lei que estabelece normas de tributação para armamentos destinados às polícias do Estado.

De acordo com o anteprojeto de lei, policiais militares, civis, bombeiros e agentes penitenciários receberão isenção sobre o Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na aquisição de armas de fogo, coletes à prova de bala e munições.

O parlamentar justificou sua indicação afirmando que profissionais de segurança precisam adquirir armamentos, e estes, possuem uma das cargas tributárias mais altas do país, ultrapassando 70% do valor do produto.

“Esse anteprojeto será destinado ao Poder Executivo para que o governador possa analisar a necessidade que os agentes de segurança têm em adquirir um material mais em conta. Policiais precisam usar armas e coletes também quando vão para suas casas e isso faz com que tenham que comprar material extra, pois os que utilizam durante o expediente precisam deixar no local de trabalho”, argumentou.

Deputado Eber Machado destaca gestão de Marcus Alexandre à frente da Amac

O 1º vice-presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Eber Machado (PSDC), ressaltou na última semana o empenho do prefeito Marcus Alexandre (PT) enquanto presidiu a Associação dos Municípios do Acre (Amac). De acordo com ele, Marcus fez um trabalho digo de honra.

“Acompanhei ontem a posse da nova presidente da Amac e o relatório apresentado pelo ex-gestor, o prefeito Marcus Alexandre. Fiquei feliz pelo seu trabalho de excelência realizado naquele órgão. Conseguimos ver os avanços da instituição à custa de muito trabalho. Em quatro anos Marcus Alexandre executou 1.072 projetos técnicos”, disse o parlamentar.

Eber Machado acrescentou que mais de R$ 373 milhões foram liberados durante a presidência de Marcus Alexandre para os 22 municípios acreanos. Outro registro digno de divulgação é o valor deixado em caixa, mais de meio milhão de reais.

“O prefeito de Rio Branco deixa esse cargo com o sentimento do dever cumprido. Desejo à Marilete Vitorino, nova presidente da Amac, sucesso. Sei que ela fará uma boa administração”, pontua o democrata cristão.

Deputado Jenilson Leite solicita equipes para atender Tarauacá

Preocupado com a população de Tarauacá que desde o último domingo (29) sofre com a cheia do rio que leva o nome da cidade, o deputado Jenilson Leite (PCdoB) informou que conversou com o secretário estadual de Saúde, Gemil Júnior, sobre a situação em que se encontram as famílias atingidas. O parlamentar solicitou do gestor o envio de uma equipe para a realização de uma ação de saúde itinerante no município.

Segundo dados da Defesa Civil do município, a alagação afetou cinco bairros, 39 ruas e mais de 15 mil moradores, sendo que 120 pessoas estão desabrigadas. Devido a enchente, a Eletrobrás teve que desligar a energia dos bairros afetados, deixando 1.943 moradias sem o serviço.

“Conversei com o secretário Gemil Júnior e ele imediatamente atendeu minha solicitação. A equipe de saúde viajará hoje para Tarauacá e realizará o atendimento à população durante dois dias. Após as enchentes surgem várias doenças, como por exemplo a leptospirose, entre outras, e esta ação de saúde visa combater isso”, complementou.

O parlamentar conversou também com o diretor-presidente da Eletrobrás em Rio Branco, Ricardo Xavier, para intermediar junto a empresa a religação da energia nos bairros afetados de Tarauacá. Jenilson Leite foi comunicado que um técnico da empresa está monitorando junto à Defesa Civil as áreas afetadas. “Ricardo Xavier me garantiu que onde houver possibilidade de religar a energia será feito. Mas antes é feito um diagnóstico, pois a segurança dos consumidores é algo fundamental para a empresa”, explico

Jenilson Leite se reuniu ainda com o presidente do Poder Legislativo, deputado Ney Amorim (PT), e propôs a realização de uma ação solidária para auxiliar os municípios afetados pelas enchentes. “O momento pede a união de todos. As famílias estão passando por uma situação difícil e esta casa oferecerá todo o suporte necessário para garantir o bem-estar das famílias desabrigadas”, concluiu.

Deputado Jairo Carvalho lembra vítimas do holocausto

O Dia Internacional em memória das vítimas do holocausto, celebrado no dia 27 de janeiro e instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) pela resolução 60/7 de 01/11/2015, foi lembrando pelo deputado Jairo Carvalho (PSD) na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac). Na tribuna, o parlamentar fez a leitura do discurso proferido pelo embaixador mundial e mentor dos projetos da Embaixada Mundial dos Ativistas pela Paz, (EMAP), William Soto Santiago, em um evento na Costa Rica.

No discurso, o William Soto explica que a ONU escolheu a data de 27 de janeiro porque foi em 27 de janeiro de 1945 que o exército soviético encurralou as forças militares alemãs e libertou os prisioneiros das condições desumanas em que se encontravam no campo de concentração de Auschwitz.

Ainda de acordo com o discurso de William Soto, o holocausto não foi um crime apenas contra o povo judeu, mas contra a família humana. Para ele o holocausto é uma mancha de indignidade e vergonha na história da família.

Deputado Raimundinho da Saúde comenta exoneração

Em seu primeiro discurso do ano de 2017, o deputado Raimundinho da Saúde (PMN) manifestou na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), preocupação com a exoneração de 380 servidores temporários pelo governo do Acre. Os servidores estariam com prazos contratuais vencidos e trabalhando em situação irregular.

A recomendação da 2ª Promotoria Especializada de Defesa do Patrimônio Público para o desligamento dos servidores admitidos sem concurso público foi encaminhada à secretária de Gestão Administrativa, Sawana Carvalho, no dia de 16 de janeiro.

O parlamentar observou que a Saúde seria uma das áreas mais prejudicadas com a exoneração desses servidores. Ele acredita que os demais servidores poderão ficar sobrecarregados com a demissão dos provisórios, se tornando necessária uma convocação imediata dos aprovados em dois concursos públicos realizados pelo Estado em 2013 e 2014.

“São mais de 200 pais de famílias que podem ficar desempregados uma vez que a demissão é inevitável, mas a maioria dessas pessoas foi aprovada em concursos em aberto. Proponho que os aprovados no concurso de 2013, que encerra a validade em maio deste ano, e no concurso realizado em 2014, que tem validade até o próximo ano, sejam convocados para suprir as necessidades da área de saúde para não prejudicar ainda mais o atendimento à população”, diz Raimundinho.

Raimundinho da Saúde defende ainda o fim dos plantões extras para os servidores que serão convocados. “Sugiro que esses servidores convocados não façam plantão extra. Cada dois funcionários que fazem plantão extra equivalem a cinco. Se o servidor não tirar plantão extra, em vez de contratar dois a saúde poderá contratar cinco servidores, ou seja, outros pais de famílias terão a oportunidade de trabalhar”, explicou.

Para o deputado os servidores serão demitidos devido a omissão do Estado. “Esses servidores não têm culpa de terem permanecido irregularmente no emprego, eles se encontram nessa situação por omissão do Estado. Isso é um absurdo, esses servidores devem no mínimo serem indenizados, eles não podem sair do emprego com uma mão na frente e outra atrás”, disse.

Para concluir, o parlamentar disse que irá propor a criação de uma comissão entre os sindicatos com o intuito de acompanhar as novas contratações de servidores. “Não vamos permitir que as contratações sejam realizadas daqui para frente sem concurso público ou que sejam feitas através do apadrinhamento político”, finalizou.