Alan Rick visita Federação da Agricultura e defende mais investimentos no setor

O deputado federal Alan Rick (DEM) esteve reunido na manhã desta segunda-feira, 29, com o presidente da Federação da Agricultura do Estado do Acre (FAEAC), Assuero Veronez, e o diretor da Federação, Murilo Leite, para tratar de temas relacionados ao desenvolvimento regional e os entraves burocráticos que tem dificultado o crescimento do setor produtivo, um dos que mais gera emprego e renda no Estado.

Um dos temas tratados na reunião foi o andamento do Projeto de Lei no. 5992/2016, em tramitação na Câmara dos Deputados, do qual Alan Rick foi relator na Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia (CINDRA). O PL trata da repactuação de dívidas oriundas de operações de crédito, contratadas junto as instituições financeiras administradoras, com recursos dos Fundos Constitucionais de Financiamento do Norte (FNO), do Nordeste (FNE) e do Centro-Oeste (FCO), bem com os Fundos de Investimentos Regionais FINAM e FINOR.

“Nosso relatório pela aprovação da matéria foi aprovado por unanimidade na CINDRA e também já foi aprovado em outras comissões da Câmara. Atualmente encontra-se em tramitação na Comissão de Finanças e Tributação (CFT) e a expectativa é de que possamos aprovar o Projeto de Lei ou uma Medida Provisória, este ano ou início do ano que vem”, disse Alan Rick.

O parlamentar acreano também destacou a importância da aprovação da matéria para que o setor produtivo possa voltar a investir e, assim, gerar emprego e renda no Estado. “A repactuação é de extrema importância para todo o setor produtivo que poderá investir e gerar crescimento da economia e emprego e renda”, destaca Alan Rick.

O presidente da Federação da Agricultura, Assuero Veronez, agradeceu o apoio do deputado e também destacou a importância da aprovação do projeto para a economia local. “Com repactuação das dívidas, o produtor estará adimplente e poderá fazer novos financiamentos, o que permitirá investimentos. Ficamos felizes em saber que o deputado Alan Rick já tem trabalhado nessa matéria na Câmara dos Deputados”, disse o presidente da Federação.

Rocha vai acionar MP e TCE para acompanhar venda de imóveis pelo governo de Sebastião

O deputado federal e vice-governador eleito do Acre, Major Rocha (PSDB) informou na noite de segunda-feira (29), que vai acionar o Ministério Público Estadual (MPAC) e o Tribunal de Contas dos Estado do Acre (TCEAC) para acompanhar o processo de venda de imóveis públicos iniciado em outubro pela administração do governador Sebastião Viana, do PT, que lançou edital colocado à venda um prédio e um terreno que faz parte do patrimônio do Estado.

O tucano classificou a venda do prédio onde funcionou a sede da Polícia Federal e do terreno que serão os primeiros a serem colocados à disposição de quem queira fazer ofertas de maior preço, como “xepa”. “No final das feiras livres, quando os feirantes estão fechando suas barracas, é comum haver uma liquidação dos produtos que sobraram em suas bancas. É o que chamamos de xepa, que tem como uma das razões não deixar nada para o dia seguinte”.

Major Rocha considera estranho o fato de o governo com pouco mais de dois meses para encerrar, “passe a vender o patrimônio do povo acreano”. Quero manifestar minha desconfiança dessa xepa de privatizações de imóveis promovida no apagar das luzes. Lembro dos arroubos da ptralhada quando o assunto é privatizar. Quer dizer que no final do governo pode? Quer dizer que no final do governo o discurso muda? Ou será que o PT pode privatizar?”, questiona.

Segundo Rocha, o episódio da venda dos imóveis de propriedade do Estado pode ser uma tentativa de “cobrir o rombo da irresponsabilidade fiscal de um governo que deve do caçambeiro ao terceirizado, do fornecedor ao prestador de serviço. Vender o patrimônio para cobrir o rombo dos muitos cargos comissionados, boa parte deles apenas para acomodar interesses políticos. Poderia citar muitas outras coisas estranhas, como 3,5 bilhões de endividamento”, ressalta.

O parlamentar promete que após assumir o cargo de vice-governador poderá iniciar também uma investigação de obras de qualidade duvidosa e com indícios de corrupção. Rocha destaca ainda todas as suspeitas de desvios em pastas como a educação, saúde e segurança serão aparadas. “Isso será levantado no momento oportuno. A partir de janeiro, falo por mim e por muitos, quero reavaliar todas as possíveis privatizações oriundas desse processo suspeito de privataria ptralha”.

Leia mais

Governo coloca terreno e prédio à venda e a lista deverá contar com mais três imóveis

Nelson Sales demonstra preocupação com a dengue

Preocupado com os casos de dengue que foram registrados ultimamente no interior do Estado, o deputado Nelson Sales (PP) apresentou uma indicação solicitando que o Governo do Estado determine, através da Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre), o envio imediato de uma equipe epidemiológica qualificada para acompanhar e avaliar in loco os trabalhos de enfrentamento e combate à dengue, desenvolvidos até o presente momento nos municípios de Sena Madureira, Manoel Urbano e Feijó.

Segundo o progressista, a solicitação deve-se ao fato de que anualmente os municípios precisam se desdobrar com os poucos recursos que dispõem, realizando ações que visam combater o mosquito transmissor da dengue.

“A imprensa divulgou recentemente a existência de um óbito ocorrido em Feijó com suspeita de dengue. Um hemograma realizado em Manoel Urbano demonstrou que de vinte amostras, onze estão com suspeitas de dengue, isso é muito grave. Em Sena, vários casos também foram registrados. Sabemos que a obrigação desse combate recai sobre o município, mas também entendemos que solidariamente o Estado tem o dever de acompanhar essas ações. A situação requer providências urgentes, não podemos deixar o caso se agravar”, frisou.

Jenilson reúne com servidores do Detran para tratar de PL que garante aumento

O deputado Jenilson Leite (PCdoB) se reuniu na manhã desta quinta-feira (25) com integrantes do Sindicato dos Trabalhadores do Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran-AC). Eles vieram buscar apoio do parlamentar para aprovação de um projeto de lei que está em discussão na Casa Civil, que trata do aumento no tíquete alimentação dos servidores.

A presidente do sindicato, Francicléia Amorim, falou da importância do benefício para a categoria. “Desde já agradeço a disponibilidade do deputado Jenilson em nos receber hoje. Esse apoio é essencial para que possamos avançar nessa tratativa. Esperamos realmente que o Poder Executivo atenda nosso apelo, esse aumento é muito importante para nós”, disse.

Após ouvir atentamente os servidores, Jenilson Leite acatou a reivindicação. Ele se comprometeu em entrar em contato com a chefe da Casa Civil, Márcia Regina, para conversar sobre o assunto.

“Esse projeto já está sendo analisado pela Casa Civil e semana que vem será enviado a esta casa para a devida apreciação juntamente com as outras matérias de autoria do Poder Executivo. Até lá, vou ficar em contato com a equipe da Casa Civil para me certificar do andamento do PL. Vale ressaltar, que o tíquete alimentação dos servidores do Detran será pago com recursos do próprio órgão, um benefício importante para a categoria. Contem com o meu apoio”, disse.

Daniel Zen diz que projetos serão apresentados ao novo governo

Na sessão desta quarta-feira (24) o deputado Daniel Zen (PT) frisou que todos os projetos de lei que estão sendo analisados pelo governo do Estado, como a Lei Orçamentária Anual (LOA), por exemplo, serão apresentados à equipe de transição do governador eleito, Gladson Cameli (PP), antes de serem encaminhados ao Poder Legislativo.

“Não só o orçamento, mas todos as outras matérias de autoria do Poder Executivo antes de serem encaminhadas a esta casa serão levadas ao conhecimento da equipe de transição do novo governador. Isso é importante para que haja um acordo entre as partes. Para que não sejam tomadas medidas que possam causar qualquer tipo de constrangimento ao governo eleito.

Os projetos estão sendo compartilhados para que haja um entendimento consensual”, explicou.

O parlamentar disse ainda que as comissões da Aleac estão trabalhando diariamente para garantir que todos os projetos entrem na pauta de votação até a primeira quinzena de dezembro.

“Semana que vem, todas as matérias que estão tramitando na casa estarão prontas para entrarem na ordem do dia. Estamos trabalhando para garantir que todos os projetos sejam encaminhados a votação até a primeira quinzena de dezembro, uma vez que restam apenas dois meses para finalizarmos os trabalhos desta casa”, concluiu.

Gehlen Diniz denuncia falta de médicos em hospital de Sena

O deputado Gehlen Diniz (PP), falou durante a sessão desta quarta-feira (24) que tem recebido muitas denúncias em relação ao hospital João Câncio Fernandes, em Sena Madureira. O parlamentar denunciou que apenas um médico faz o atendimento naquela unidade hospitalar.

“Apenas um médico atende a população e isso causa uma demora absurda. As pessoas buscam o hospital porque não estão bem e lá ainda passam por isso. O tempo de espera para ser consultado chega a ser de 12 horas numa fila. Isso é inaceitável!” Disse.

Gehlen Diniz relatou que buscou uma solução junto à Secretaria Estadual de Saúde, solicitando outro profissional da área médica para o hospital. Ele alega que o governador, apesar de ser médico e ter prometido saúde de primeiro mundo no Estado, vai entregar o governo com o setor em situação lamentável.

“Um médico não é suficiente para atender a população que busca o hospital. Muita gente está tendo que vir à capital em busca de atendimento. Lá atrás eu disse ao senhor Tião Viana que se ele não queria governar direito, que entregasse o cargo. Tenho certeza que Gladson Cameli vai trabalhar para mudar essa situação”, finalizou.

Deputado Antônio Pedro volta a cobrar construção de ponte no Polo da Variante em Xapuri

Na sessão desta quarta-feira (24), o deputado Antônio Pedro (DEM) voltou a cobrar a construção de uma ponte sobre o igarapé que liga o Polo da Variante, em Xapuri, à cidade. Segundo o parlamentar, se o Departamento Estadual de Estradas de Rodagem, Hidrovias e Infraestrutura do Acre (Deracre) não fizer uma obra adequada no local a situação irá se agravar ainda mais com a chegada do inverno amazônico.

“Se isso não acontecer os moradores do local ficarão isolados. Não é de hoje que eu falo nesta tribuna sobre a construção de uma ponte naquela região, pois colocaram apenas um pau ocado que a qualquer momento pode se desprender com a força das chuvas. Será que nem uma ponte de madeira o governador pode mandar construir?”, indagou.

O democrata falou ainda da dificuldade que os alunos enfrentam para ir à escola. “O ônibus não passa no local e os alunos têm que andar cinco quilômetros para chegar à escola, isso é um absurdo. Sem contar na dificuldade que os produtores rurais enfrentam para escoar a produção, eles ficam ilhados. Peço que o governo, por meio do Deracre, tome providências urgentes acerca desta situação.

Deputado Nelson Sales critica privatização de silos graneleiros

O deputado Nelson Sales (PP) falou durante a sessão desta quarta-feira (24) que leu em um site de notícias que o governo vai privatizar os silos graneleiros. O parlamentar disse que estranha a decisão ter sido tomada somente após a vitória de Gladson Cameli (PP) para governador.

“O governador alega que um laudo aponta que essa é a melhor saída para manter os silos graneleiros. O que me causa estranheza é que esse bendito laudo só saiu agora, após a derrota deles nas urnas e a vitória do Gladson”, alertou.

Nelson Sales afirma que o correto seria Tião Viana (PT) aguardar o futuro governador decidir sobre a problemática. Ele alega que o governador está querendo contemplar algum apadrinhado político com a decisão. O deputado afiançou que o gestor está querendo prejudicar o futuro governo.

“Isso é um absurdo! Por que ele não espera o futuro governador decidir sobre isso? Com certeza está querendo contemplar algum apadrinhado com essa atitude. Querer vender os silos graneleiros é uma atitude de quem quer atrapalhar a gestão de quem vai assumir o governo no próximo ano. A pouco mais de dois meses d deixar o governo tomar uma atitude dessas é de causar muita estranheza”, concluiu.

Jenilson vai pedir ajuda para municípios no combate à Dengue

O deputado estadual Jenilson Leite (PCdoB), médico infectologista e membro da Comissão de Saúde da Aleac, ressaltou na tribuna do parlamento ontem (23), sua preocupação com os casos de Dengue e Chikungunya na região do Tarauacá/Envira. O parlamentar destacou que munícipes morreram na cidade Feijó com suspeitas de terem contraídos essas doenças tropicais.

Na sua fala, o infectologista lembrou que o combate às doenças tropicais requer a união do Estado e Município e, principalmente o apoio da população. Por isso, é necessário que haja campanha de conscientização e mobilização da sociedade. “O Estado e o Município precisa fazer sua parte, caminhando unidos, dessa forma venceremos mais uma vez o Aedes Aegypti. O combate ao mosquito é de todos nós”.

Na tarde desta terça-feira, o deputado tem uma audiência marcada com o governador Sebastião Viana (PT) para discutir a contrapartida do Estado no combate ao mosquito transmissor da dengue.

Em 2018, até a 41ª Semana Epidemiológica (SE) o Estado do Acre já registrou 7. 148 casos de pessoas com suspeitas de dengue, dos quais foram confirmados 2.220, ou seja, 31% dos casos. Por outro lado, 4.001 (56%) foram descartados.

Já em Tarauacá e Feijó que estão vivenciando um surto das doenças tropicais tiveram 205 caos de dengue confirmados, na somatória dos dois municípios, ou seja, 45 e 160, respectivamente para cada cidade. Além disso, ainda está sendo investigado mais 33 casos na terra do açaí e 4 em Tarauacá.

Gehlen Diniz lamenta descaso com pacientes da radioterapia

Na última quarta-feira (17), o deputado Gehlen Diniz (PP) falou do drama que os pacientes com câncer e que precisam de radioterapia estão enfrentando desde que o tratamento deixou de ser fornecido no Estado. Segundo o oposicionista, as obras de reforma e ampliação do Hospital do Câncer, em Rio Branco, estão paralisadas desde o dia 20 de outubro de 2017. Desde então, os pacientes que necessitam de radioterapia estão sendo encaminhados para Tratamento Fora de Domicílio (TFD).

“Há um ano o aparelho de radioterapia não está funcionando aqui no Estado, os acreanos que precisam desse tipo de tratamento são encaminhados para Rondônia e passam maus bocados por lá, eles não contam com recursos para se manter. Disseram que o Acre ofereceria um tratamento mais eficaz e moderno, mas até hoje não instalaram o novo equipamento no Hospital do Câncer”, disse.

Para o progressista, o descaso faz parte da saúde de primeiro mundo que o PT prometeu. “Isso é uma falta de respeito com esses pacientes, eles têm direito a um tratamento de qualidade. Essa é mais uma prova do descaso da saúde de primeiro mundo que o PT prometeu e que nunca existiu”, complementou.

No Grande Expediente, Gehlen Diniz comentou a matéria divulgada num site local que afirma que o governador eleito Gladson Cameli (Progressista), assim que assumir o governo enviará para apreciação dos parlamentares na Assembleia Legislativa um projeto que tem como objetivo por fim ao pagamento das aposentadorias para ex-governadores, que consomem atualmente dos cofres públicos estaduais nada menos que R$ 5,5 milhões ao ano.

“Não sei se foi um ato falho do jornalista que fez essa matéria, mas a verdade é que o governador Gladson não deu essa declaração. Nós aprovamos nesta casa a PEC que extingue a pensão vitalícia de ex-governador do Acre, o que ocorre é que Tião Viana continua pagando esse benefício o que eu considero irregular. Cheguei a recorrer ao Ministério Público Estadual, mas nada foi feito. Acontece que a lei que garantia esse benefício foi anulada, então basta uma canetada do governador. Se Tião Viana não acabar com isso o próximo governador pode tomar essa atitude”, explicou.

Deputado Heitor Júnior destaca projetos de sua autoria na Aleac

Na sessão desta quarta-feira (17) o deputado Heitor Júnior (PODE) destacou a importância do anteprojeto de lei de sua autoria, que obriga o poder público a custear despesas funerárias de doadores de órgãos. O parlamentar lamentou o fato do projeto não ter sido aprovado, pois, segundo ele, incentivaria as famílias a permitir a doação, tendo em vista que o número de doações é muito pequeno.

“Lamento demais não ter conseguido aprovar um anteprojeto tão importante como este. Sabemos que a doação de órgãos em nosso Estado ainda é muito pequena, se esse anteprojeto de lei fosse acatado pelo Executivo serviria como uma espécie de estímulo. Uma pena”, disse.

O deputado também a não aprovação do anteprojeto de lei também de sua autoria que estabelece normas de tributação para armamentos destinados às polícias do Estado.

Com a aprovação da matéria, policiais militares, civis, bombeiros e agentes penitenciários receberiam isenção sobre o Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na aquisição de armas de fogo, coletes à prova de bala e munições.

“Outro projeto importante que não tive tempo de aprovar. O objetivo era dar segurança pessoal a esses policiais que voltam para seus lares desarmados. Os policiais precisam usar armas e coletes também quando vão para suas casas e isso faz com que tenham que comprar material extra, pois os que utilizam durante o expediente precisam deixar no local de trabalho”, explicou.

Para concluir, Heitor Júnior agradeceu o apoio que recebeu durante a campanha de amigos e familiares.

“Agradeço demais à minha esposa, Amanda Almeida, pelo apoio que recebi durante toda a campanha. Agradeço ao meu pai Heitor Macedo, que mesmo fazendo hemodiálise me ajudou nesse período. O meu muito obrigado ao empresário Eliseu, da água mineral, aos membros da minha Igreja Batista para Nações, ao meu amigo José do jornal Opinião e a todos os colegas que abraçaram junto comigo esse projeto. O sentimento é de gratidão”, enfatizou.

No Ministério da Educação Alan Rick garante reforma de escola

O Deputado Federal reeleito Alan Rick (DEM), esteve reunido nesta quarta-feira, 16, com o Ministro da Educação, Rossieli Soares, para tratar da liberação de recursos para os municípios acreanos e as obras da escola municipal do Polo Benfica em Rio Branco.  Alan foi recebido pelo Ministro e por Júlio Cezar Viana, Coordenador Geral de Programas Especiais do FNDE.

“Conseguimos aprovar o termo de autorização da reforma da Escola Benfica, de Rio Branco, que tem uma emenda de minha autoria no valor de R$ 1 milhão. Agora, para que a obra comece só é necessário que a prefeitura de Rio Branco solucione três pendências de prestação de contas de obras anteriores”, destaca o parlamentar que, com essa ação junto ao Ministro, garante a realização da obra, vital para o fortalecimento da educação em uma das regiões mais produtivas do entorno da capital.

Alan Rick conseguiu, ainda, atender demandas para o prosseguimento da construção da cobertura da quadra da Escola José Plácido de Castro, em Porto Acre, e da reforma da Escola Rita Bocalom, em Acrelândia. “Nosso trabalho em prol da educação é permanente. E neste momento, a prioridade tem sido garantir recursos para investimentos em escolas nos 22 municípios acreanos”, disse.

Deputado estadual Jenilson Leite: “É hora de batermos a poeira e focar no futuro”

Em pronunciamento na sessão de quarta-feira (10), na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), o deputado Jenilson Leite (PCdoB) comemorou o resultado positivo que obteve nas urnas no último domingo (7). O parlamentar lamentou a derrota do candidato ao governo do Acre, pelo Partido dos Trabalhadores, Marcus Alexandre.

“Foi uma caminhada longa, mas vencemos. Agradeço demais o apoio do meu partido, de amigos, assessores e familiares, foi uma batalha bonita de se vê. Quanto à Frente Popular, lamentamos demais a derrota de Marcus Alexandre, com isso nós infelizmente encerramos um ciclo de vinte anos, período esse em que muitos avanços houveram”, frisou.

O deputado falou ainda do que espera do governador eleito, Gladson Cameli (PP). “Sabemos que muitos erros políticos aconteceram e isso nos levou à derrota. Este é o momento de batermos a poeira, de reconhecermos os nossos erros e de focar no futuro. O que eu espero de verdade é o que o governador eleito faça uma boa gestão, que cumpra o que prometeu. Caso contrário, nós como oposição estaremos aqui para lembrarmos”, disse.

Jenilson Leite lamentou também a não reeleição de alguns colegas parlamentares. “Não poderia deixar de estender minha solidariedade aos amigos parlamentares que não conseguiram retornar a esta casa, sabemos que a batalha foi grande. Ao presidente Ney Amorim todo o meu carinho e gratidão, temos uma amizade leal de muito respeito”, salientou.

Deputado eleito Nenem Almeida diz que fará um mandato propositivo na Aleac

OPINIÃO conversou com o deputado estadual eleito Nenem Almeida (Solidariedade). Ele obteve 4.113 votos no último domingo (7). Entre as sua propostas estão mais transparência nos gastos públicos e uma fiscalização atuante dos projetos executados pelo Executivo. Ele frisou que ainda não conversou com o governador eleito Gladson Cameli (PP) e mesmo fazendo parte da base de apoio fará um mandato independente e voltado para os interesses do coletivo.

Questionado sobre assumir uma das comissões da Aleac, ele destacou que é preciso cautela, mas não descartou presidir a Comissão de Orçamento e Finanças, uma das mais importantes da Casa Legislativa, isso porque tem conhecimento sobre economia e administração adquirida ao longo do tempo como servidor do Banco do Brasil.

Ele agradeceu a Deus, aos moradores do Bairro Cadeia Velha, aos amigos e a população do Acre pelos votos obtidos.

OPINIÃO – Como o senhor recebeu a notícia da sua eleição e qual a emoção que o senhor sentiu ao pensar: “estou eleito”?

Nenem Almeida – Na verdade a ficha ainda não caiu. Foram sete anos de muito trabalho, fomos bem votados em 2014, fomos o mais votado aqui em Rio Branco no PDT, mesmo assim o PDT não nos valorizou. Ficamos fora por 200 votos, mas agora Deus abençoou e tivemos essa vitória. Essa vitória não é minha, essa vitória é de um grupo de pessoas que decidiram mudar a política no Acre e em Rio Branco. Somos vitoriosos nessa batalha sempre agradecendo a Deus.

OPINIÃO- Para a sociedade conhecer melhor, quem é Neném Almeida?

Sou bancário do Banco do Brasil. Sou de origem pobre, minha casa era de cavaco e paxiúba, fui catador de lixo por 10 anos na cidade, depois quebrei muito concreto, trabalhei vendendo quibe, algodão doce, já tomaram muito meus algodões doce, levei muita porrada (risos), mas tudo isso agradeço muito a Deus e hoje me sinto um homem forte. Me tornei gerente do Banco do Brasil através dos estudos, meu pai sempre colocou nós para estudar. Hoje sou presidente do Sindicato dos Bancários, sou vice-presidente da AABB, sou vice-presidente do Conselho da AABB em todo o Estado, temos Cruzeiro do Sul, Sena Madureira, Rio Branco. Eu costumo dizer às pessoas que a minha vida foi um milagre, não só a minha vida como dos meus irmãos. O meu irmão é hoje chefe do Dnit. Três irmãos e os três catavam lixo na cidade e nossa vida é um milagre, Deus ajudou muito, sempre através dos estudos, através da honestidade.

Eu tenho que retribuir a sociedade o que Deus nos Deus. Ele dar e Ele cobra. Quem honra a Deus sabe que Ele fala com a gente através dos pensamentos, das pessoas… Ele me cobra muito e me diz: olha, eu lhe dei mais que você pediu. Desde 2011 a gente faz trabalhos sociais. A gente viu que somos pequenos. Decidimos entrar na política para mudar e fazer alguma coisa diferente. Espero que a gente faça um bom trabalho e não decepcione as pessoas e realmente o recurso que saia do governo chegue às pessoas que realmente precisem.

entrevista2

OPINIÃO- Quais seus projetos ao assumir em fevereiro na Assembleia Legislativa do Acre?

Uma coisa que eu acho errado é o deputado ganhar muito dinheiro, sabe. E um dos meus primeiros projetos será a redução dos salários dos deputados pela metade, no mínimo, e depois vincular ao funcionalismo público, aumentando o deles, que aumente de todo mundo. A gente tem que conquistar as coisas, ganhar bem mesmo, mas tem que trabalhar e fazer pra isso né, porque só ficar ganhando do povo não dar.

OPINIÃO- O senhor faz parte da base de sustentação do governador eleito Gladson Cameli, como será sua atuação?

Eu represento um grupo de pessoas que querem mudar. O Gladson eu ajudei, ele também me ajudou, mas a gente tem que sentar para conversar. Eu sou independente porque eu prego uma coisa que temos que fazer pela sociedade, o que eu achar correto eu votar e o que eu achar que não, não vou votar. Não sou ligado a ninguém, não. Sou ligado às pessoas que me elegeram e é nisso que as pessoas da Cadeia Velha acreditam, é isso que os bancários acreditam. Eu tenho que fazer o que é de acordo com a minha consciência. Fazer o que é melhor para o povo. Não sou ligado a ninguém, mas hoje eu sigo com o Gladson e digo se ele tiver coisas para o bem da sociedade vou votar a favor, se tiver ruim voto contra. Me considero independente.

OPINIÃO- O senhor pretende usar a tribuna sempre que necessário?

 Eu como sindicalista gosto bastante de microfone. Todas as vezes que for preciso eu vou usar a tribuna, principalmente para defender o povo, porque eu sei o que é passar fome, você comer farinha com açúcar, quando tinha, não é fácil e quando vemos pessoas sofrendo, dói. Eu sei que sou só um pingo nesse oceano, sei que vou bater muito na trave e voltar, mas também sei que posso ser um exemplo, é isso que eu prego.

OPINIÃO- Como vai sua relação com a mídia?

Eu sempre tive uma boa relação com a mídia. Vou atender todos do mesmo jeito, com carinho como gostaria de ser atendido, sempre foi assim no sindicato, sempre foi assim no banco, sempre foi assim na AABB e vai ser assim na Assembleia também.

OPINIÃO – O senhor defende maior transparência dos gastos públicos tanto na Aleac quanto no governo do Estado? Como o senhor vê essa questão da transparência?

Quando eu fui para o Sindicato, o Sindicato não era obrigado a prestar contas e eu achava isso um absurdo e denunciamos isso e hoje o Sindicato em três em três meses tem que prestar contas ao Conselho Fiscal. Eu acho que não sou a favor de mais transparência, mas sim total transparência, para que qualquer cidadão possa entrar no site ou onde estiver disponível e veja os gastos, porque é um absurdo. Um deputado tem que ter muita transparência, tem que mostrar tudo, falar tudo.

OPINIÃO – O senhor pretende pleitear alguma comissão, a Comissão de Orçamento e Finanças, por exemplo, uma vez que o senhor é o bancário, conhece bem os números?

Eu sou formado em administração, com especialização em comércio exterior e também sou bancário. Eu não vou enfeitar aqui e dizer: vou fazer isso ou aquilo, mas digo a você: você verá um deputado atuante, transparente, realmente que é da sociedade. Eu quero que o recurso que saia para um asfalto de 10 cm que seja de 10 cm. Quando você libera para colocar um asfalto de 10 cm e vão e colocam 1 cm e o cidadão vai e bate o carro por conta de um buraco, a pessoa (gestor) é assassino igual quem puxa uma arma. Vou olhar para que as coisas cheguem às pessoas que realmente precisam. Eu quero muito ajudar ao Gladson, a oposição. Eu quero ser amigo, ser um deputado do bem.

Caminhonete capota e fere candidato a deputado estadual

Um capotamento foi registrado na manhã deste domingo (23) na BR-364, no município de Tarauacá. No veículo, estavam o candidato a deputado estadual e agente penitenciário Renê Fontes, um assessor dele e um terceiro outro passageiro que não teve ferimentos graves. As informações foram confirmadas por uma testemunha que prestou socorro às vítimas.

Fontes e os outros passageiros foram levados por amigos, que viajavam em um outro carro, para o Hospital Sansão Gomes, em Tarauacá. No local, passaram por exames.

O candidato e o motorista da caminhonete é que sofreram os maiores ferimentos, segundo a testemunha. O motorista reclamou de dores no tórax. Ao G1, o hospital informou que as duas vítimas estão estáveis, vão ficar em observação até o resultado dos exames e só então serão dados mais detalhes do quadro de saúde dos dois.

Tarauacá: Jesus Sérgio lamenta desativação do aeródromo

Em pronunciamento na sessão desta quinta-feira (20) o deputado Jesus Sérgio (PDT) falou da importância de se fazer uma campanha tranquila. Falou ainda que mesmo que o cenário político esteja “acirrado” a política de confronto não é a melhor opção.

“Não poderia deixar de falar sobre o momento que estamos vivendo. Estamos numa campanha acirrada e partir para o confronto no campo social não é a melhor alternativa. Essas notícias mentirosas que saem para difamar qualquer candidato são lamentáveis, isso não pode acontecer. A campanha deve ser feita de maneira saudável, a nossa população merece isso”, disse.

No Grande Expediente o pedetista falou sobre o fechamento do aeródromo de Tarauacá. Segundo o parlamentar, o aeroporto foi desativado pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo por não apresentar o Plano de Zona de Proteção do Aeródromo.

“Fiquei muito triste ao saber que a Infraero irá fechar sua unidade em Tarauacá e que o aeródromo deixará de funcionar. Isso é lamentável. Recentemente foi feito naquele aeródromo um alto investimento em equipamentos no valor de mais de R$ 2 milhões. Agora, os equipamentos serão todos removidos para outro local. Vou conversar com o diretor do Deracre para saber melhor sobre essa situação. O fechamento do aeroporto de Tarauacá causará muitos problemas à população”, concluiu.

Deputado Leo de Brito garante liberação de mais R$ 1,5 milhões

Nesta terça-feira, 18, o deputado federal Leo de Brito garantiu a liberação de R$ 1,5 milhões, no âmbito do programa Calha Norte. O recurso foi pago à prefeitura de Rio Branco e será investido na reforma, ampliação e construção de espaços para prática de esportes e lazer. Além disso, o investimento também vai garantir a construção de calçadas, em ruas pavimentadas.

Essa é a segunda parcela das emendas destinadas pelo parlamentar para a área de infraestrutura de Rio Branco.

“São obras que já beneficiaram mais de 20 bairros, na capital. Minha parceria com a prefeitura já garantiu a construção de nove praças, bem como quadras e áreas de esporte. Podemos comemorar também a construção de calçadas em 11 bairros, oferecendo mais segurança, mobilidade e conforto para a comunidade”, comemorou de Brito.

Leo de Brito é o parlamentar acreano que mais trouxe recursos para Rio Branco. Ao todo já foram R$ 43 milhões investidos em diversas áreas, tanto em parceria com a prefeitura quanto com o Estado.

Eber destaca importância de projeto que beneficia policiais e bombeiros militares

O deputado Eber Machado (PDT) destacou na sessão desta terça-feira (4) a importância do anteprojeto de lei de sua autoria que propõe assegurar a todos os policiais militares e bombeiros militares do Estado do Acre, desde o ingresso na reserva remunerada, a utilizar a identidade que classifica a graduação posto ou patente atual ao que corresponde a patente que consta em seus holerites.

Segundo o parlamentar, os militares vão para a reserva remunerada com uma patente superior à que encerram a carreira na Polícia Militar e no Corpo de Bombeiros, mas suas carteiras funcionais permanecem inalteradas, sem constar a promoção concedida pela corporação no momento da aposentadoria. Fato que estaria causando constrangimento aos militares quando apresentam suas documentações em estabelecimentos comercias e bancos.

“Antes do recesso do mês de julho havia uma tratativa de que esse reconhecimento seria feito aos nossos policiais e bombeiros militares que já estão na reserva. Muitos deles passaram de 25 a 30 anos trabalhando em defesa da população, é inadmissível que hoje eles não possam ter suas patentes reconhecidas nas suas carteiras. Esse PL já tramitava na Casa Civil quando o comando maior da PM brecou a matéria, afirmando que a mesma seria prejudicial aos policiais. Agora eu pergunto: prejudicial como se não iria onerar o Estado em nada?”, questionou.

Para o deputado, o comando da PM estaria negando “um direito dos militares”.

“Esse anteprojeto é um tipo de valorização aos militares e evitaria certos constrangimentos aos valorosos combatentes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, que teriam a graduação de suas patentes de aposentadorias claramente reconhecidas nas identidades funcionais. Isso está causando constrangimento aos militares quando apresentam suas documentações em estabelecimentos comercias e bancos, isso não é justo. Os direitos desses profissionais precisam ser respeitados”, salientou.

O parlamentar informou que irá à Casa Civil para resolver o assunto. “Fui chamado no mês de agosto para reavaliar o anteprojeto e tentar melhorar a redação, mas entramos no mês de setembro e até agora nada. Não houve mais nenhum posicionamento. Diante disso, vou hoje à tarde à Casa Civil para tratar do assunto, precisamos resolver isso o mais rápido possível”, finalizou.

Deputado Gehlen Diniz diz que governo não respeita policiais

Durante sessão realizada nesta terça-feira (4), o deputado Gehlen Diniz (PP) disse que o governador Tião Viana (PT) não respeita os policiais militares, sejam eles da reserva ou da ativa. O parlamentar destacou que a corporação está sem receber fardamento e muitos PMs trabalham trajando jeans.

“Infelizmente o governador do Acre não respeita os nossos policiais, sejam eles da reserva ou da ativa. Quando saímos nas ruas e encontramos policiais trabalhando vestidos de calça jeans percebemos o desleixo que o atual governo tem com a polícia. Ele está seguro, tem aproximadamente 100 policiais fazendo sua segurança particular, enquanto a população padece por falta de investimento na Segurança”, criticou.

Gehlen Diniz também criticou a diferença salarial entre a Polícia Militar e Civil. Ele afirmou que o salário dos policiais civis é justo, e que o governo precisa equiparar o soldo dos militares. Destacou também que as delegacias estão abandonadas e falta até papel nas impressoras.

“Em termos salariais, a PM do Acre tem uma defasagem enorme em seus soldos. Os PMs que fizeram academia junto com os civis, recebem aproximadamente 50% menos que eles. Nas delegacias, falta papel, as condições de trabalho são precárias. Vejam no que se transformou este Estado, o povo do Acre precisa mudar isso no dia 7 de outubro”, afirmou.

Lourival Marques tem contas aprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado

Nas últimas semanas, circulou na imprensa a notícia de que o deputado estadual e candidato à reeleição Lourival Marques estaria impugnado e dando a entender que o mesmo não poderia concorrer às eleições de 2018.

Por meio de sua assessoria foi apresentado que o parlamentar estaria aguardando julgamento de suas contas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). Um acórdão já estava julgado e o isentava de qualquer dano ao erário e o outro estava sob recurso que foi julgado na manhã desta quinta (30), onde por unanimidade, a corte entendeu que o deputado não tinha responsabilidade no processo onde foi citado.

“ Com esse resultado favorável do TCE/AC, que somente confirma a total integridade do deputado Lourival Marques, seus advogados farão juntada da certidão do julgamento ao processo de registro de candidatura no TRE/AC, complementando a defesa que já foi protocolada na última segunda e que demonstrou cabalmente as condições de elegibilidade”, afirmou a assessoria jurídica por meio de nota.

Eber destaca reunião sobre processo acerca de aumento da tarifa de ônibus

Reunião da Comissão de Serviços Públicos acontece na próxima terça-feira, dia 4

Durante sessão realizada nesta quarta-feira (29), o deputado Eber Machado (PDT) se pronunciou a respeito do aumento no valor das passagens de ônibus na capital. O parlamentar alegou que mesmo diante dos pedidos feitos à prefeita Socorro Neri (PSB) para que a mesma não sancionasse a lei regulamentando o aumento até que o Ministério Público do Estado se posicionasse, a gestora foi pressionada por representantes da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (RBTrans) a assinar.

Eber Machado diz que diante da falta de posicionamento dos vereadores de Rio Branco, que optaram por não votar o aumento do valor da passagem, os deputados estaduais tiveram que intervir para que houvesse uma investigação que apresentasse fatos para justificar a alteração do preço. Ele criticou os representantes da RBTrans por terem feito uma manobra para aprovar o aumento.

“Diante da falta de posicionamento dos vereadores, nós tivemos que vir à Tribuna da Aleac e fazer apelos para que as autoridades competentes não permitissem esse aumento. Foram feitos levantamentos e as planilhas apresentadas pela RBTrans não justificaram essa alteração no valor da passagem. Nos engajamos nessa discussão porque entendemos que não poderíamos nos ausentar desse debate”, disse.

Eber Machado convidou a imprensa para na próxima terça-feira (3) participar de um encontro junto aos representantes da Comissão de Serviço Público da Aleac e a promotora de justiça Alessandra Marques. A reunião acontecerá no auditório do Poder Legislativo acreano.

“A RBTrans fez uma lambança, colocou a prefeita numa situação difícil e ela teve que sancionar a lei permitindo esse aumento. Na próxima terça-feira a Comissão de Serviços Públicos da Aleac estará reunida com a promotora Alessandra Garcia, que vem prestar esclarecimentos sobre como está o andamento do processo de investigação desse caso. Convido toda a imprensa para acompanhar a reunião”, finalizou.

Deputado Daniel Zen destaca avanços do governo na Saúde

Em pronunciamento na sessão desta quarta-feira (29) o líder do governo na Aleac, deputado Daniel Zen (PT), fez alguns esclarecimentos acerca da inauguração de parte do Hospital Geral do Alto Acre. O parlamentar informou que três alas do hospital serão inauguradas para melhor atender a população. As alas de ambulatório, emergência e laboratório serão entregues à população no próximo dia 31 pelo govenador Tião Viana (PT).

“Acho importante fazer esses esclarecimentos nesta tribuna. Não são apenas três salas que serão inauguradas como afirmou a minha colega Eliane Sinhasique. O governador inaugurará no próximo dia 31 três alas. Esses três espaços abrigarão toda a estrutura atual do Hospital Raimundo Chaar, e isso é um grande avanço. As outras alas serão inauguradas assim que os equipamentos forem devidamente instalados”, explicou.

O parlamentar destacou o esforço que o governador tem feito para garantir o fortalecimento das regionais de saúde. “A preocupação desse governo tem sido o fortalecimento das regionais de saúde, isso também está sendo incorporado no plano de governo do nosso candidato Marcus Alexandre. A obra da UPA de Cruzeiro do Sul é um exemplo disso. A reforma que já está em processo licitatório do hospital de Sena Madureira, as obras do Huerb, todas elas confirmam o comprometimento do governador Tião Viana com a Saúde do Estado. Em breve teremos as quatro regionais de saúde totalmente estruturadas e em pleno funcionamento”, disse.

Os avanços na atenção básica de saúde também foram citados pelo deputado. “Na atenção básica progredimos demais, junto com o programa Mais Médicos conseguimos contratar clínicos gerais para atender nos bairros e nos municípios. Antigamente, os pacientes tinham que recorrer a Goiânia ou ao TFD. Hoje, graças aos avanços que obtivemos não funciona mais assim. Atualmente todo o processo de hemodiálise é realizado aqui. Transplantes, procedimentos cardíacos, cirurgias também são realizadas aqui no Estado. Ainda temos muito o que avançar, mas a melhoria que obtivemos no setor de urgência e emergência precisa ser reconhecida”, concluiu.