Perpétua Almeida

Do seringal ao Senado, essa jovem mulher trás no sangue o espírito de liderança e de defesa a população carente. Perpétua Almeida é natural do seringal Cruzeiro do Vale, hoje pertencente ao município de Porto Walter. Viveu na comunidade até aos 14 anos de idade, a filha caçula de uma família de 15 filhos, daí então, a menina guerreira conheceu as comodidades urbanas e ter conhecimento e vivencia com luz elétrica, chuveiro e televisão. Passou boa parte da adolescência vivendo no convento das irmãs Dominicanas em Cruzeiro do Sul. Sua trajetória é uma conquista de determinação, responsabilidade e comprometimento. A professora e bancária, voltou à Câmara dos Deputados porque construiu um projeto político onde a sociedade apostou novamente em seu trabalho para dar continuidade aos projetos que vem ao encontro com os anseios da população. Vejam parte da história dessa mulher que é o retrato da Mulher Brasileira.

Mini biografia

Curso superior incompleto de Ciências Sociais, Pedagogia e Gestão Pública.

Deputada federal no 4º mandato, foi a única candidata da esquerda no Acre, a conquistar um mandato para o Congresso Nacional no pleito de 2018.

Em 2000, foi eleita a vereadora mais votada da Frente Popular em Rio Branco. Por duas vezes, eleita a deputada federal mais votada do Acre.

Perpétua foi a única filha de seringueiro – Soldado da Borracha -, a chegar no Congresso Nacional. Seu pai trabalhou no corte da seringa para ajudar o Brasil no esforço de guerra durante 2ª Guerra Mundial.

Anos depois Perpetua trocou a vida religiosa no convento pela política, participando de vários movimentos sociais. Colaborou na criação da Pastoral da Juventude e foi uma das fundadora da UMAM – União Municipal das Associações de Moradores.

Servidora pública da Secretaria de Educação do Acre ajudou na criação do Sindicato dos Trabalhadores em Educação. Ex-bancária, Perpétua foi presidente do Sindicato dos Bancários do Acre por dois mandatos.

Nas comunidades rurais do Acre, Perpétua é conhecida como “a mulher das espingardas” por sua luta em garantir, no Estatuto do Desarmamento, o porte de armas para os moradores da floresta, caçadores de subsistência. Foi líder da Bancada do Acre, presidenta da Comissão Especial de Políticas de Enfrentamento a Desastres, onde se gestou o Marco Regulatório da Defesa Civil. Coordenou a participação do parlamento brasileiro na Rio+20 e criou o “Arboreto das Nações” onde as mais de 80 Embaixadas presentes no Brasil, plantaram uma árvore imortalizando a parceria do Brasil com esses países.

Perpétua presidiu a Comissão de Inteligência do Congresso Nacional e a Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara dos deputados. Foi a primeira coordenadora da Subcomissão Permanente de acompanhamento dos Projetos Estratégicos das Forças Armadas.

Durante os mandatos teve atuação destacada na defesa da Soberania Nacional, fortalecimento das Forças Armadas, proteção das fronteiras brasileiras e incentivo à Indústria Nacional de Defesa.

Durante os mandatos de deputada federal Perpétua defendeu lutas de interesse do Acre e da Amazônia como: A indenização dos Soldados da Borracha, o reconhecimento dos “contaminados pelo DDT”, o porte de armas para moradores de comunidades rurais; encampou a luta pela votação da liberação do transporte e reconhecimento da categoria dos mototaxistas.

Perpétua apoiou os brasileiros que fazem medicina no exterior, especialmente os jovens acreanas na Bolívia, negociou e articulou com governo e embaixada da Bolívia melhores condições para os brasileiros que estudam naquele país, sendo seu gabinete a principal referência dos estudantes de medicina na Bolívia e encampou a luta pelo Revalida justo.

Ela articulou a realização do Enem nos municípios isolados, beneficiando no Acre Jordão, Santa Rosa, Porto Walter e Thaumaturgo.

Dedicou-se a apoiar a produção rural, atendendo ribeirinhos e produtores, ajudou as comunidades terapêuticas que recebem jovens em dependência das drogas e articulou varias praças, quadras de esportes, ginásios e academias comunitárias apoiando o esporte, a cultura e o lazer da juventude no Acre.

No final do mandato de deputada federal Perpétua articulou a criação do Instituto Brasileiro de Estudos Estratégicos de Defesa e Inovação- IBEDI – para acompanhar e incentivar a indústria nacional de defesa.

Perpétua fez parte da equipe de gestores do Ministério da Defesa, de 2015 a 2016, sendo a 1ª mulher a ocupar a Secretaria de Produtos de Defesa/SEPROD.

Pelos serviços prestados à parceria Brasil/França, no projeto de construção do submarino nuclear brasileiro, Perpétua Almeida recebeu do governo francês a condecoração Legião de Honra, Medalha criada em 1802 por Napoleão Bonaparte.

Como deputada Federal recebeu todas as condecorações das Forças Armadas brasileiras, Marinha, Exército e Aeronáutica e Ministério da Defesa, pelos serviços prestados à Defesa Nacional.

Participou do “Processo HOFFMAN – curso intensivo de Autoconhecimento, que proporciona desenvolvimento das Inteligências Emocional e Comportamental, fornecendo instrumentos para ampliação da espiritualidade e busca de um mundo melhor”.

Frequenta os cursos e treinamentos na Amana-key, na área de “Gestão Estratégia, Liderança Transformadora e Gestão para Novos Tempos”, voltado para as Organizações públicas e privadas.

Perpétua é aluna do curso “Gestão Pública em Processos Gerenciais” – educação à distância.


“Mamãe eu Quero”

É o Baile infantil realizados por Meyre Manaus, que tem como publico alvo os “baixinhos”, que terão oportunidade de vivenciarem um Baile Carnavalesco, cheio de muita alegria e descontração. Quando acontecerá? Dia 3 de março de 2019, domingo. Onde será esse mega baile? No Afa Jardim! Qual horário? Das 17h as 21h. Atenção pais que querem ver seus filhos se divertirem no Baile “Mamãe eu Quero”, mais informações através do contato: 99962-8282.


Ivan Santos e familia

Dr Rodrigo 

mae filha

A soberba dos dirigentes

A falta de consenso entre os dirigentes de Fluminense e Vasco da Gama na decisão da Taça Guanabara é mais um capítulo triste do futebol carioca. Tudo começou durante à venda de ingressos antecipados para o setor Sul do Maracanã. Os dirigentes dos dois clubes alegaram que tinham direito a comercializar bilhetes para aquele setor do estádio e a partir daí não houve entendimento sobre o assunto.

Com o impasse, a Justiça determinou no sábado que a decisão fosse jogada de portões fechados. Mas no apagar das luzes, após inúmeros tumultos registrados nos arredores do estádio Maracanã, a própria Justiça resolveu pela abertura dos portões.

O certo dessa história é que sobrou, de ambos os lados, muita soberba e faltou diálogo e maturidade para colocar fim ao impasse. O Vasco foi campeão, mas, assim como o Fluminense, também saiu arranhado desse lamentável episódio.

Medida correta para o bem do futebol

A não realização de jogos do Campeonato Acreano programados para o último final de semana não deixou de ser uma medida positiva por parte da Federação de Futebol do Acre (FFAC). O gramado do estádio Florestão, assim como o da Arena da Floresta, mas principalmente da primeira praça esportiva, precisavam de um tempo para recuperação neste período de rigoroso inverno amazônico. Também é sempre bom levar em conta que o adiamento foi benéfico no sentido da preservação da integridade física dos atletas, assim como no que diz respeito à qualidade do espetáculo.

Confira os números do estadual

Após 16 jogos o Acreanão apresenta média de 3,6 gols por jogo, totalizando 49 gols. Rio Branco e Atlético-AC apresentam o melhor ataque, 11 gols cada. O São Francisco tem a pior defesa com 14 gols sofridos em três jogos. Com 5 gols na temporada, o atacante Diogo, do Atlético-AC, é o artilheiro do estadual. Tanque e Daniego (Galvez) aparecem em seguida com três gols. Careca e Jô (Atlético), Brás (Andirá), Alex Alcântara, Kanu, Laércio e Doca (Rio Branco), Ailton e Leo (Independência) vem logo depois com dois gols.

futsal

Veja os jogos da 4ª Copa Araújo de Futsal

Com a participação de mais de 100 atletas com idade limite até 11 anos, começou no último final de semana a disputa da 4 ª Copa Araújo de Futsal. Veja os próximos jogos do próximo sábado (23): Bola 15 x CT Edson, Rio Branco x Barcelona, Colégio Ame x Escolinha do Sesi, Escolinha do Flamenguinho x Escolinha do Metal B, Primeira Camisa x Escolinha do Pisika e Escolinha do Rio Branco x Escolinha do Xavier Maia.

AS CURTINHAS

Pela terceira vez no ano, as equipes sub-20 de Galvez e Palmeiras irão duelar, mas agora será pela Copa do Brasil.

O confronto ocorre dia 13 de março em local ainda a definir durante sorteio nesta quinta-feira (21).

E sempre é bom lembrar que, após a eliminação do Galvez da Copa São Paulo, foi à diretoria do Palmeiras que pagou as despesas de transporte aéreo do retorno do Imperador ao Acre.

O torcedor acreano terá um carnaval de muito futebol.

Na tabela divulgada na manhã de ontem (18) pelo departamento de competições da FFAC, estão confirmados jogos para o domingo (3) e a segunda-feira (4) de carnaval.

O domingo de Carnaval, por exemplo, terá os seguintes confrontos: Vasco x Independência (15h30) e Plácido de Castro e Rio Branco (17h30). Os dois jogos estão agendados para o estádio Florestão. Bom dia!

Treinar e manter a segurança da empresa

Ao longo de nossa existência passamos por diversas fases, e todas as experiências que vamos adquirindo no decorrer do tempo, formam nossa visão de mundo. Ter uma equipe capacitada e alinhada aos propósitos organizacionais são dois requisitos básicos para o sucesso de qualquer empresa. Isso mostra a importância do oferecimento de meios para que os colaboradores aprimorem as suas habilidades e competências de forma eficiente.

TRANSFORMANDO O RH EM MENOS OPERACIONAL E MAIS ESTRATÉGICO

Com as ferramentas adequadas, o profissional é capaz de ter visão holística, melhorar o relacionamento interpessoal na empresa, aumentar a produtividade, entender de forma eficaz as necessidades da empresa, traçar metas e objetivos eficientes, motivar sua equipe, e assim, alcançar resultados extraordinários e consequentemente, garantir a longevidade do negócio.

COMUNICAÇÃO E RELACIONAMENTO INTERPESSOAL

Todos os grandes líderes tiveram boas parcerias, trabalharam com paixão, exercitaram a comunicação para alcançar seus objetivos. Uma empresa composta por pessoas que se comunicam bem, que respeitam a opinião de todos e que possuem tom de voz, olhar e postura adequados ao meio corporativo, consegue disseminar o relacionamento interpessoal entre todos, manter a alta performance e entrega das equipes, fidelizar clientes, além de desenvolver habilidades e competências que garantem diferencial competitivo.

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL – Por meio dele conseguimos compreender melhor nossos sentimentos e emoções, de onde e por que cada um deles surge, e passamos a controlá-los de maneira eficaz, evitando, assim, que nos deixemos abalar pelas inúmeras situações adversas com as quais temos que nos deparar em nossa rotina de trabalho e também pessoal.

• Criatividade e inovação
• Gestão de crise
• Saber lidar com mudanças
• Proatividade

COACHING COMO TREINAMENTO COMPORTAMENTAL DE EXCELÊNCIA

Esta é uma poderosa metodologia de desenvolvimento humano, é possível treinar pessoas e grupos, dando suporte a empresas que desejam romper com as programações que limitam a capacidade de seus colaboradores. Assim, a minha recomendação é que você conheça nosso programa LiderAge – por meio de técnicas e ferramentas altamente eficazes e assertivas, capazes de contribuir, efetivamente e na prática, para o seu sucesso pessoal, profissional e empresarial.

Esse texto foi útil pra você?  Já participou de algum treinamento comportamental? Como foi esta experiência?  Se quiser mais informações, meu whats é 68 99977-2786 e dê uma passada na minha Fanpag: Gina Valente e Instagram: ginavalentecoach, ou escreva no e-mail: [email protected] que responderei em breve.

GINA VALENTE
68 99977-2786
Empresária, Master Coach de carreira, Lideranças e Palestrante

Business and Executive Coach –Analista Comportamental – Analista 360º

PNL – Practitioner em Programação Neurolinguística – IBC

com certificações Internacionais: ECA (European Coaching Association), GCC (Global Coaching Community) e ICI (International Association of Coaching Institute) Graduada em Administração de Empresas (FAAO), Especialista com MBA em auditoria , controladoria e tributos – (uninorte)

Segura e firme

Enquanto o governador Gladson Cameli patina e não sai do lugar, a prefeita Socorro Neri dá uma verdadeira aula de gestão. Mesmo com todas as dificuldades, ela vem conseguindo executar várias ações. Tão logo as chuvas passem, obras de qualidade serão realizadas em vários bairros da Capital.

gladson

Desvalorização

Sindicatos que representam várias categorias de servidores públicos, preparam uma grande manifestação para cobrar mais atenção por parte do governador Gladson Cameli. Muitos trabalhadores afirmam que estão sendo prejudicados. Eles afirmam que a valorização dos servidores, anunciada pelo governo, ficou somente nas palavras.

torneira

Sem estrutura

Além de diminuir o número e o valor de cargos que eram oferecidos aos servidores de carreira, o governo simplesmente determinou o corte de outros benefícios como água mineral, café e até mesmo de papel higiênico. O que mais tem revoltado os trabalhadores é a nomeação de esposas de parlamentares e outros apadrinhados do governador.

Eliane Sinhasique

Jogo

O cancelamento do Carnaval por parte da Secretaria de Empreendedorismo e Turismo, foi comemorada como um gol na final de um campeonato por alguns gestores estaduais. Além da secretária Eliane Sinhasique, nenhum outro secretários apoiava a ideia. Todos concordam que existem outras prioridades.

protesto casa

Revoltados

Servidores do Pró-Saúde, saíram revoltados da reunião realizada na tarde de ontem, no Gabinete Civil. É que o Controlador Geral do Estado, Rui Óscar de Souza, passou toda reunião com “sorrisos de deboche” para os trabalhadores. O rapaz que até outro dia era assessor do conselheiro Antônio Malheiro no Tribunal de Contas (TCE), ganhou alguns inimigos.

Qualquer coisa manda e-mail para: [email protected]

O fracasso da base do futebol

Por certo a maioria dos jogadores – se não todos – que se encontrava no CT do Flamengo na hora do incêndio, estava lá por que foi recomendado por empresários ao clube. Para chegar ao ponto de dormir nas dependências do centro de treinamento do time, é por que já atravessara peneiras e peneiras e também o sistema de QI (quem indica) tão conhecido no mercado.

Provavelmente existiam naquele local alguns candidatos a craque, mas que tiveram o sonho interrompido por algo nunca imaginado por eles, depois de viverem a tensão de entregarem a alma a um agente de futebol cheio de apalavramento, mas de pouquíssima confiança.

Mas fazer o quê! Os pais que sonharam tanto para que aqueles meninos alcançassem esse momento de estar dentro do clube, tiveram que antes ser complacentes com o venal sistema.

Ah, esse sistema, onde joga-se promessas às feras, em lugares insalubres, para ver se dar certo. Pode ser um puxadinho qualquer, desde que dos 30, 40 meninos, sobrem uns cinco para atuar pela equipe e, mais à frente, virem peça de negociação ao exterior, por um punhado de dinheiro.

A formação na base do futebol brasileiro virou esse improviso, com interesses diversos e a presença de empresários inescrupulosos, dirigentes inconsequentes e pais negligentes. O garoto, coitado, faminto e esperançoso, vai sendo envolvido pela bolha insana, onde não há qualquer reflexão sobre a realidade fora das quatro linhas – como se isso fosse um martírio necessário.

Torna-se martírio necessário por que quase não sobra oportunidade depois de enfrentar o banco da escola pública, a violência diuturna, o tráfico na porta de casa e a falta de dinheiro para comprar mais do que o arroz e o feijão.

A base do futebol brasileiro é um fracasso atrás do outro. O último mais óbvio nos gramados ocorreu no Sul-Americano Sub 20, realizado dias atrás, quando o Brasil, de novo, não conseguiu se classificar para o Mundial – ficou em quinto lugar no torneio com quatro vagas para a competição maior.

O quadro é esse dentro e fora de campo. As esperanças são poucas de mudança a curto prazo. E o pesadelo prossegue.

Escravizar, nem de brincadeira!

“Gente, sou negra e celebro com orgulho a minha raça desde quando não era “elegante” ser negro nesse país. Quando preto não usava o elevador dos “patrões”. Quando pretos motorneiros dos bondes eram substituídos por brancos em festividades com a presença de autoridades de pele branca. Da época em que jogadores de um clube carioca passavam pô de arroz no rosto para entrarem em campo, já que não “pegava bem” ter a pele escura. Desde que os garçons de um famoso hotel carioca não atendiam pretos no restaurante. Éramos invisíveis. Celebro minha raça desde o tempo em que gravadoras não davam coquetel de lançamento para os “discos dos pretos”. Celebro minha origem ancestral desde que “música de preto” era definição de estilo musical. Grito pelo meu povo desde a época em que se um homem famoso se separasse de sua mulher para ficar com uma negra, essa ganhava o “título” de vagabunda, mas não acontecia se próxima tivesse a pele “clara”. Sou bisneta de escrava, neta de escrava forra e minha mãe conhecia na fonte as histórias sobre o flagelo do povo negro. Protesto pelos direitos da minha raça desde que preta não entrava na sala das sinhás. Gente, essas feridas todas eu carreguei na alma e trago as cicatrizes. A maioria do povo negro brasileiro. Feridas que não se curaram e são cutucadas para mantê-las abertas demonstrando que “lugar de preto é nessa Senzala moderna”, disfarçada, à espreita, como se vigiasse nosso povo. Povo que descende em sua maioria dos negros que colonizaram e construíram o nosso país. Hoje li sobre mais uma “cutucada” na ferida aberta do Brasil Colônia. Não faço juízo de valor sobre quem errou ou se teve intenção de errar. Faço um alerta! Quer ser elegante? Pense no quanto pode machucar o próximo, sua memória, os flagelos do seu povo, ao escolher um tema para “enfeitar” um momento feliz da vida. Felicidade às custas do constrangimento do próximo, seja ele de qual raça for, não é felicidade, é dor. O limite é tênue. Elegância é ponderar, por mais inocente que sua ação pareça. A carne mais barata do mercado FOI a carne negra e agora NÃO é mais. Gritaremos isso pra quem não compreendeu ainda. Escravizar, nem de brincadeira.” (Elza Soares, em resposta à polêmica festa dos 50 anos da diretora da revista Vogue – Brasil – Donata Meirelles)


FOTO 1

Cine Teatro Recreio recebe a estreia do documentário “Fevereiros” de Márcio Debellian… O imperdível filme, retrata a religiosidade, dramaticidade, particularidade e as facetas bastante específica da cantora Maria Bethânia, iniciando a sua jornada por Santo Amaro, sua cidade-natal, com referências da infância que vão do catolicismo ao candomblé, passando pela musicalidade. O documentário foi responsável por registrar a vitória da escola de samba carioca Estação Primeira de Mangueira em 2016, que teve um enredo homenageando a cantora baiana, além das filmagens da escola e os preparativos do barracão, o filme conta com depoimentos de Maria Bethânia (foto), Caetano Veloso, Chico Buarque, Leandro Vieira (carnavalesco da Mangueira), Luiz Antonio Simas (historiador), Mabel Velloso (poeta) e Squel Jorgea (porta-bandeira da Mangueira). A estreia em nossa Rio Branco será no próximo dia 21 às 19h30, continuando de terça à sexta-feira e domingo às 19h30 e no sábado às 18h. Imperdível!


Na quarta-feira, 13, os proprietários do Empório Paulista, Luiz Carlos Negrisoli, Cláudia Verissimo e Nathália Saboia, ofereceram um coquetel para anunciar o novo cardápio. Confira sob as lentes de Talita Carvalho!

FOTO 2

FOTO 3 

Jogo baixo

O deputado federal Alan Rick (DEM) foi vítima de uma verdadeira injustiça por parte daqueles que tentam a todo custo atingir a honra do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Essa reportagem do jornal Folha de São Paulo é um jogo baixo para tentar desestabilizar Bolsonaro e seus aliados.

Tudo claro

A prestação de contas de Alan Rick foi aprovada pela Corte Eleitoral. Tudo está claramente divulgado. Essa candidata desistiu de disputar as eleições, poucos dias antes do pleito, porque todo seu material de campanha estava com erros. Natural que ela se dedicasse à campanha de Alan Rick.

Pelo Acre

Alan Rick é um parlamentar atuante, que muito tem ajudado nosso Estado. Faz parte dos amigos de Jair Bolsonaro. Que continue firme trabalhando pelo povo acreano. O Acre precisa de políticos que tenham compromisso com as famílias acreanas. E, Alan Rick, tem dedicado sua vida pela nossa população.

Sem necessidade

Essa questão do Carnaval que seria realizado pelo governo do Estado, ganhou uma proporção muito maior do que merecia. Na verdade, parece que a equipe do governo queria mesmo chegar a esse ponto, porque percebeu que as coisas não eram tão simples como imaginava.

Uma alternativa

Estranho demais a equipe ter apenas uma alternativa. Se não foi possível fazer em um determinado espaço, deveriam ter um plano B. Na verdade isso reflete a realidade desse governo: perdidos, sem rumo, focando apenas em tentar fazer tudo contrário o governo passado. Mas claro, cometendo erros simples como o de contratar parentes e amigos para ganhar bons salários.

Imaturidade pura

Lamentável é a ilusão vendida para algumas pessoas, principalmente para trabalhadores, que o Carnaval seria realizado de uma maneira até surreal. Porque não levam a festa pro estacionamento do Arena da Floresta? Querem espaço melhor? Só porque o governo passado realizava a folia lá? Isso é imaturidade pura.

socorro neri

Com foco no povo

A prefeita Socorro Neri, agindo de forma diferente, tem um planejamento para a Cidade. Sabe onde quer chegar. Não fica se lamentando todos os dias, reclamando da falta de dinheiro e outras coisas. Encara os problemas de frente e busca alternativas para soluciona-lós.


Sugestões de pauta? Envia para o e-mail [email protected]

Baile da Máscara

As empresárias Claudia Verissimo e Nathalia Saboia proprietárias do restaurante Empório Paulista receberam os colunistas sociais e convidados seletos para apresentar novo menu. Os apreciadores de um bom paladar aprovaram as novas iguarias, que deixaram os degustadores satisfeitíssimos. Confiram os flashes de Talita Carvalho.

{gallery}fotos/2019/02-fevereiro/15022019/coluna_social:::0:0{/gallery}


Baile da Máscara

A promouter e coordenadora do Miss e Mister Acre, Meyre Manaus, mobiliza a sociedade acreana, para o tradicional Baile da Mascara, que sempre causa frisson entre as pessoas de bom gosto, que esperam ansiosas a mega festa. O Evento acontecerá dia 22 de fevereiro, sexta-feira, as 22h, no restaurante La Nonna. Não fique de fora desse evento pra lá de badalado. Compre sua mesa no restaurante O Paços ou na loja Mary Bijoux. Mais informações: 999628282

Fim do sonho

Acabou o sonho dos times acreanos passarem de fase na Copa do Brasil deste ano de 2019. O Galvez e o Rio Branco receberam, respectivamente, o ABC-RN e o Bahia, na Arena da Floresta, numa incomum rodada dupla. Um perdeu e o outro empatou. Ambos saíram.

Não vi os jogos. Fiquei só acompanhando as atualizações pela internet. Mas, pelos placares apertados, posso deduzir que os visitantes não encontraram nenhum mamão com açúcar pela frente. Em vez disso, quero crer que o osso foi bem mais duro do que eles poderiam ter previsto.

Principalmente o Bahia, time de série A, cheio de jogadores rodados e infinitamente melhor pagos do que os do elenco do Rio Branco, time de série D. No final das contas, o empate em 2 a 2 e os quinhentos paus que sobraram para o Estrelão acreano até que ficaram de um tamanho bem razoável.

O Bahia, aliás, foi o time que mais deslumbrou os meus olhos de menino, na segunda metade da década de 1960. Eu recém havia mudado de Brasiléia para Rio Branco e pela primeira vez fui ver um jogo no estádio José de Melo. Jogo não, melhor dizer uma exibição impecável de futebol.

Naquele tempo, era comum times de grandes centros futebolísticos excursionarem pelo Norte do país, para ganhar uns trocados, nos períodos em que não havia jogos oficiais. O calendário era bem mais flexível do que o praticado atualmente. E então sobrava tempo para se exibir por aí.

O detalhe relevante era que os times acreanos costumavam surpreender os visitantes. Nos times do Acre tinha muita gente boa de bola. Cair no “José de Melo” não significava a morte. Mas neguinho tinha que suar sangue para levar a vitória pra casa. Não foi, porém, o caso do Bahia.

Os baianos desfilaram em campo. Parecia que estavam num salão de danças. Ou num palco. Evoluíam pelo gramado como bailarinos. E não demonstraram preocupação em golear. Nunca vi um toque de bola igual. Eles ganharam aquele jogo por 2 a 1. Mas poderiam ter feito muito mais.

Os tempos agora são outros. Os tempos sempre são outros. Desde que Heráclito explicou que não se mergulha no mesmo rio duas vezes, a gente compreendeu que a história não se repete. Nem mesmo como farsa. E assim, nem o Bahia dá mais show, nem os times do Acre são presa tão fácil.

O sonho de seguir na Copa do Brasil acabou para os acreanos, mas a vida continua. A vida sempre continua. Galvez e Rio Branco tem muita coisa pela frente nos próximos meses. Se houve algum erro crasso nesses confrontos nacionais, dá tempo ainda corrigir. A série D está às portas!

Verdades verdadeiras

Qualquer criança sabe que não se realiza a recuperação de ruas, com asfalto, no período chuvoso. Por isso, não adianta as críticas com objetivo de politizar um problema que precisa ser solucionado. Ninguém pode jogar dinheiro pelo ralo. Qualquer intervenção feita nesse período chuvoso, com solo úmido, será um trabalho em vão. Importante é fazer um trabalho de qualidade no verão.

Primeiro inverno

Não esqueçam que esse é o primeiro inverno de Socorro Neri à frente da Prefeitura de Rio Branco. Portanto, não venham cobrar dela uma solução mágica para um problema grave. Ela, certamente já tem um plano de ação para quando o verão chegar. Vamos esperar o próximo verão e o próximo inverno para fazer as obras com qualidade e sem maquiagens.

nicolau

Visita

O deputado estadual Nicolau Júnior (Progressistas) recebeu a visita do secretário de Educação, Cultura e Esporte, Mauro Sérgio. Na ocasião foi apresentado projetos inovadores para 2019. O professor Mauro tem como objetivo implantar o projeto ‘Escola Segura’, voltado para a prevenção da violência no âmbito escolar, e do ‘Corpo, Mente e Voz’, para cuidar da saúde dos nossos queridos professores.

Medida acertada

O diretor de Licitações da Secretaria da Fazenda, Marco Antônio Mourão, agiu certo ao sugerir a publicação de um Decreto para regularizar a cotação de preços para as licitações. O governo sempre gastou muito mais que o necessário na compra de produtos, por conta de processos que eram feitos de qualquer jeito, sem o devido cuidado com o dinheiro público.

escola

Qualidade do ensino

A Prefeitura de Rio Branco acertou em adiar o início das aulas para o dia 11 de março. Agora, os professores poderão participar de capacitações e fazer um melhor planejamento de suas ações. De nada adiantaria iniciar as aulas no próximo dia 18 de fevereiro, com problemas. Em março, as aulas começam com a certeza da qualidade do ensino. Professores capacitados, com melhores condições de trabalho.

avenida brasil

Pensando no povo

A decisão da prefeita Socorro Neri em seguir orientação da RBTrans e não autorizar a realização do Carnaval na avenida Brasil, no Centro da Cidade, por onde passam praticamente 90% dos ônibus que circulam em Rio Branco, mostra a sensibilidade e a preocupação dela com a população. Imaginemos os transtornos para quem precisa transitar pelo Centro, durante os dias de Carnaval.

alysson

Injustiça santa

O jogo duro da direção do Hospital Santa Juliana, contra o secretário Alysson Bestene, foi injusto. Ele pediu um prazo para realizar o pagamento do convênio, apresentando para os representantes da Unidade, as dívidas herdadas da gestão anterior. Mesmo assim, houve incompreensão e o atendimento foi suspenso. Agora, as pessoas que utilizam o SUS vão cobrar da direção do Hospital, a suspensão da cobrança do estacionamento. Se o Hospital recebe recursos do SUS, não é justo cobrar um valor altíssimo e injusto de quem não tem condições.

Os dias passam

E já se vão mais de 40 dias da gestão de Gladson Cameli e até agora, aquele que deveria ser a prioridade, o foco, o destaque do seu governo, como foi prometido durante a campanha, a Segurança Pública, está indo de mal a pior. O clima de segurança que deveria dominar em 10 dias, continua mais inseguro ainda e a população se perguntando: quem poderá nos salvar?

Lição pra vida

Que fique como lição para o governador Gladson Cameli e para seus orientadores: antes de criticar alguém ou alguma ação, lembre-se que você pode, mais na frente cometer o mesmo erro. A nomeação de parentes e de pessoas em cargos somente para receber bons salários, era criticada por ele e seus aliados. Agora, basta abrir o Diário Oficial para perceber que fazem da mesma forma ou pior.

Perdeu o governo

A Coluna ficou surpresa pela saída do jornalista Leônidas Badaró da Rádio Aldeia. Profissional qualificado e preparado, Badaró deu uma nova cara para a Rádio em pouco tempo, mas foi mandado para casa sob a alegação que o governo não tinha CEC para o nomear. Revoltante mesmo é aceitar todos os dias no Diário Oficial a nomeação de pessoas que não sabem nem abrir a porta das secretarias para onde foram designadas. Badaró é mais uma vítima da política pequena e injusta.

Pelo povo

O deputado federal Alan Rick (DEM), recorreu ontem ao ministro de Minas e Energia, Almirante Bento Albuquerque, solicitando uma intervenção do ministério contra o aumento de 21,3% na conta de energia determinada pela companhia elétrica que venceu o leilão da Eletroacre, a Energisa, e que já está em vigor na conta dos acreanos desde o início deste mês.

A experiência do Zé

Certo está o deputado José Bestene (Progressistas), que já é considerado o mais popular entre os parlamentares. O “Zé do Povo”, como é carinhosamente conhecido, fala com os servidores e com os populares que acompanham a sessão; faz questão de receber os amigos em seu gabinete e sempre que usa a Tribuna, tem um assunto importante para tratar. Bestene é experiente, apaixonado pelo povo e faz política com honra e ética.

Boas pautas

O experiente deputado estadual Luiz Tchê (PDT), sempre foi o autor de boas pautas nos debates da Aleac. E, nesse novo mandato, não deve ser diferente. Tchê sempre demonstrou preocupação com os trabalhadores, com produtores rurais, com empresários, com estudantes e com quem está desempregado. É um parlamentar que engrandece o Parlamento acreano.

Diálogo e liberdade

O deputado estadual Nicolau Júnior (Progressistas) surpreendeu até mesmo aqueles que já o conhecem. Ele tem feito um excelente trabalho nesse início de gestão à frente do Parlamento acreano. Nicolau tem ao seu lado Cleilson Taumaturgo, novo secretário executivo da Aleac, jovem de caráter, honesto e que sabe zelar pelo bem público. A Assembleia vai ganhar muito com essa nova gestão.


Sugestões de pauta? Envia para o e-mail [email protected]

Workshop Marcos&Tchello para Jorge cosméticos

Jorge Cosméticos realizou no ultimo dia 03/02 o primeiro workshop do ano com Marcos e Tchello.

O vento aconteceu no Afa Jardim e foi um sucesso absoluto com mais de cem profissionais da beleza presentes! Veja alguns cliques registrados pelo competente fotógrafo Daniel Cruz

foto 04

foto 03

foto 02

foto 01

foto 05


foto 07 

KeK Bijoux

As lojas KeK Bijooux estão repletas de acessórios para você se jogar neste carnaval 2019. Não perde tempo, da uma passadinha em uma KeK Bijoux mais próxima de você e garanta o seu!

foto 08

Samba no Point

No próximo domingo vai acontecer no Point do Pato o “Samba no point” o vento começa a 16h00min com muita música e comida gostosa. Já anota essa dica e se joga no sambinha porque é bom demais!


 robertha moura rodape

Tragédias

A dor da gente não sai no jornal. A dor da gente machuca o peito, revira as entranhas, esvazia o corpo por dentro, molha o rosto de lágrimas, mas não sai no jornal. O que sai no jornal é só a notícia fria da imensa dor da gente. O sentimento, entretanto, este nada é capaz de representá-lo.

Essa tragédia com os dez garotos da base do Flamengo, imolados enquanto dormiam numa terrível fogueira de insensatez, é o último exemplo disso. Gastam-se pilhas de papel, consomem-se telas de computador, usam-se minutos infindos na televisão e ainda assim a gente não mensura a dor.

Da mesma forma, a gente não é capaz de saber o tamanho do sonho dos meninos que pereceram. Dizer que todos eram talentosos e que almejavam se tornar profissionais de futebol e ganhar muito dinheiro é muito pouco. O sonho de cada um só eles é que sabiam. Só eles e mais ninguém.

Naturalmente, alguns deles jamais conseguiriam chegar ao topo do mundo da bola. Mas esse não é o problema. A questão maior é a de que eles não tiveram tempo de saber onde poderiam chegar. A fé, a alegria de jogar bola e o sonho de maravilhar plateias desapareceram entre labaredas.

O mundo se quedou comovido ante o fim coletivo dos garotos. Colhidos nas asas da morte enquanto dormiam, muitos sequer puderam esboçar uma reação. A rota de fuga apontava uma única porta de saída. Dormiam num contêiner. Ainda que acordassem, talvez não escapassem.

Jamais me ocorreu que um contêiner pudesse servir de dormitório. Que eu saiba, um contêiner serve para transportar carga em navios. No futebol brasileiro faz as vezes de abrigo e de armadilha cercada de espuma e placas de metal. Quem haveria de reclamar, se a glória poderia estar bem ali?

Na Idade Média, bruxas eram queimadas em fogueiras nas praças públicas. No mundo contemporâneo, o sacrifício é o de aprendizes de alquimistas. Magia lá e cá. Elas pretendiam cozinhar poções para melhorar a vida; eles só queriam transmutar a matéria para fazer soar a alegria.

O Brasil, aliás, já que eu me meti no assunto, tem vivido uma absurda sequência de tragédias. Algumas bem anunciadas, como os rompimentos de barragens em Minas Gerais. Outras que ninguém ousaria imaginar, como essa dos meninos do Flamengo. O transe do país estampa-se no nosso horror!

A dor da gente não sai no jornal. A dor da gente é não saber estancar os minutos passantes. A dor da gente é não esperar os finais infelizes. A dor da gente afogade lágrimas o coração. Mais de uns do que de outros. Mas de uns e outros, com certeza. A dor da gente é não segurar as estrelas cadentes!

Futlama

O assunto preferido entre o meio esportivo acreano durante a segunda-feira (11) diz respeito à realização da rodada dupla ocorrida na tarde de domingo (10) no impraticável e encharcado gramado do estádio Florestão, onde o torcedor que pagou ingresso e pegou chuva quase não teve a oportunidade de assistir uma partida de futebol, mas sim, assistir lamentáveis cenas dos artistas da bola que ora lutavam para ficar em pé, ora para tirar lama dos olhos…

Isso é desumano, diz zagueiro

Logo após o apito final do árbitro José Lima, o zagueiro celeste Diego, ao deixar o gramado do estádio Florestão, fez um desabafo e criticou a realização da partida contra o Vasco da Gama-AC naquela circunstância do gramado do estádio de propriedade da Federação de Futebol do Acre. “Como atleta fica minha indignação de jogar nestas condições. Isso é desumano para qualquer jogador de futebol”, disparou o capitão do Galo Carijó.

Árbitro: ordem veio de cima

O árbitro José Lima, responsável em conduzir o empate sem gols entre Atlético Acreano e Vasco da Gama, declarou que teria recebido ordens superiores para a realização da partida naquelas condições do gramado.

O certo é que as duas partidas ocorreram – a segunda, vitória do Independência sobre o São Francisco por 4 a 1 – com a integridade física dos atletas em risco.

O prudente neste momento seria os dirigentes de clubes solicitarem da FFAC a transferências das partidas do estádio Florestão para a Arena da Floresta até que as chuvas cessem.

lama

Água, lama e bola se “misturam”

O gramado pesado do estádio Florestão propiciou cenas como essa registrada pela minha lente no empate sem gols entre Vasco da Gama e Atlético Acreano. No lance, o atacante vascaíno Marcelo Cabeção (foto) praticamente mergulhou para encontrar a bola da partida.

AS CURTINHAS

Nesta segunda-feira (11), a Associação dos Cronistas Esportivos do Acre (ACEA) emitiu nota de pesar pelo falecimento do ex-presidente da Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace) Aderson Nogueira Maia.

Aderson Maia tinha 81 anos de idade, era natural de Fortaleza-CE e presidiu a Abrace por 22 anos (1995 a 2017). O sepultamento dele ocorre nesta terça-feira (12), no cemitério Parque da Paz, na capital cearense.

Aderson Maia era casado com a Angélica Pinto Nogueira, tinha três filhos e cinco netos.

Em 2015, Aderson Maia (foto), a convite da Associação dos Cronistas Esportivos do Acre (Acea) e da Federação de Futebol do Acre (FFAC), fez uma visita à capital acreana, onde recebeu homenagem das duas entidades pelos relevantes serviços prestados ao esporte brasileiro.

Bom dia!

Início do ano

Ano começou pesado, heim… Tantas mortes. De tantas pessoas inspiradoras. O jornalismo está em luto. Uma das mentes mais esclarecidas e lúcidas que deste país. Vá em paz, Ricardo Boechat.

vereador

Vereador faz cobranças

Vereador João Marcos Luz (MDB) visitou terminais de integração dos ônibus. Ele tem como uma das prioridades do seu mandato fiscalizar, propor e cobrar da prefeitura de Rio Branco avanços para o transporte público da cidade. 

Sugestão

Luz também propôs uma solução para que o dinheiro investido ainda seja benéfico aos rio-branquenses. “Sugiro que esses terminais sejam transformados em mini Ceasas para atender os produtores rurais e a comunidade, principalmente, da parte alta da cidade”, apontou. Seria possível?

friale

Previsão do Tempo

Esta semana, até o próximo domingo, 17, será com chuvas intensas na maior parte do Acre, prevê o pesquisador meteorológico, Davi Friale. Além disso, ele anuncia a chegada da terceira frente fria do ano no Acre. Isso mesmo, ela chega nesta quarta-feira, 13, com ventos e rajadas da direção sudeste.

Logo após a passagem desta frente fria, ocorrerá uma fraca incursão de ar polar. Esta entrada de ar um pouquinho mais frio não será suficiente para caracterizar uma friagem, porém a temperatura diminuirá durante o dia. Eita!

Para hoje

No Acre e proximidades, a terça-feira será quente, com chuvas pontuais, podendo ser fortes em algumas áreas, porém, a quarta-feira será com tempo chuvoso desde as primeiras horas do dia e alta probabilidade de ocorrência de chuvas fortes que poderão, em alguns pontos, ser acompanhadas de temporais. Estão avisados!

rio acre

Nível dos rios

No momento, o nível dos principais rios do Acre está baixando. No entanto, tendo em vista as chuvas volumosas que ocorrerão, muitos rios poderão transbordar até o fim desta semana, inclusive o rio Acre, avisou Friale.

Córregos e igarapés poderão sofrer rápida elevação e alagar áreas ribeirinhas, entre esta terça-feira e a próxima quarta-feira. Valha-me!

Médicos

A Prefeitura de Rio Branco (PMRB), por meio da Secretaria Municipal de Saúde, divulgou no Diário Oficial do Estado (DOE), desta segunda-feira, 11, a convocação dos aprovados no concurso público simplificado para contratação de médico clínico geral para atuar nas redes municipais de saúde da capital.

Concurso para professores e servidores

O edital (001/2019) que torna público abertura de processo seletivo simplificado para contratação temporária de professores e servidores administrativos para atuar no sistema educacional da capital já foi publicado.

Serão selecionados 317 (trezentos e dezessete) candidatos aprovados divididos nas seguintes áreas de atuação: Professor da Educação Infantil – Pré Escola (Zona Urbana) (72 vagas), Professor do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) – Zona Rural (59 vagas), Professor da Educação Especial (77 vagas), Nutricionista (01 vaga) e Cuidador de Pessoal (92 vagas) em regime de contratação temporária.


Qualquer coisa manda e-mail: [email protected]

Village Petiscaria

Registro da empresária Kristiene Taveira leia-se Acre Aves em reuniãozinha informal com as amigas Karine Pessoa e Ana Cleia Soares, degustando um dos combinados do Village Petiscaria Partidária e Sushi Bar que inaugura em breve em Epitaciolândia.

cymera

Maxiline realiza workshop

Sucesso de público e resultados o workshop realizado no último dia 3 desse mês que veio inovar no quesito mechas com as presenças de Marcos&Tchello, celebridades do mundo da beleza. O evento foi assinado pela Maxiline é muito bem apresentado pela Jorge Cosmeticos. Parabéns Jorge e Joelma Severo pela excelência e competência em cada trabalho.

Roberto Almeida

Título de Cidadão Acreano

Em solenidade na Assembleia Legislativa na última quinta dia 7 aconteceu a entrega do título de Cidadão Acreano. Entre os agraciados, o advogado Roberto Almeida, na foto com a esposa Polyana os filhos Felipe e João Pedro o Deputado Estadual Gerlen Diniz, líder do governo na assembleia legislativa e o Deputado Estadual Roberto Duarte.

Melissa Ywasaki

Oficina de SushiYwasaki

Muito boa a oficina de sushi ministrada por essa fofa que é a Melissa Ywasaki, cheia de ideias e simpatia pra dar e vender. Para experimentar as Delícias da Mel é só pedir no 9217-5390. Na foto com os mais novos sushimens Rodrigo e Bruno Ramos.

bloco prevencao

Bloco da Prevenção

Vai ter carnaval sim! Já disse a secretaria Eliane Sinhasique na foto com a equipe da SESACRE Nertan de Souza e Carminha Guimarães, da Vigilância Epidemiológica e do Departamento de DST-AIDS, para a campanha de prevenção que esses setores da saúde irão fazer nos 5 dias de folia, em tenda especial e institucional na Avenida Brasil!

A ação deles será linda!

Eles vão trocar 600 abadás do bloco da prevenção por lata de leite em pó integral para crianças que nasceram com o vírus da AIDS!

O Bloco da Prevenção vai sair no domingo de Carnaval!

 

E os dados rolaram

Rolaram os dados na nova edição da Copa do Brasil. Soma quase uma centena de equipes de todos os estados brasileiros os participantes da festa. Milhares de profissionais mostram o seu trabalho, neste que é considerado o mais democrático dos campeonatos promovidos em território nacional.

Os clubes das regiões mais afastadas, aquelas que somente acompanham os jogos dos times de maior apelo pela televisão, tem a sua melhor chance de mostrar serviço na Copa do Brasil. Mostrar serviço e, naturalmente, dar uma reforçada nos cofres quase sempre combalidos.

Reforçar os cofres, aliás, talvez seja a maior motivação dos pequenos clubes. É que pra fazer um único joguinho cada participante leva quinhentos paus pra casa, independente do resultado conquistado no gramado. Entrou em campo e já fatura essa “merreca”. Um dinheirinhoprovidencial.

No caso de um desses times menores passar para a segunda fase, então, isso significa um verdadeiro bônus: mais dinheiro e, por conseguinte, mais uma oportunidade de mostrar a sua bola para o país. Os comentaristas esportivos os tratam como zebras, mas tudo bem, vida que segue.

A julgar pelos que jogam apenas uma vez, pode-se dizer que os times “mais fracos” que vão à segunda fase são zebras mesmo. Veja-se que nos primeiros 15 jogos desse ano, apenas quatro destes eliminaram os “mais fortes”: Foz do Iguaçu (PR), Santa Cruz -RN, Uniclinic-CE e Mixto-MT.

Alguns sofreram goleadas elásticas. Casos dos piauienses River e Altos. O primeiro levou um pau de 5 a 0 do Fluminense. O segundo foi massacrado pelo Santos (7 a 1). Eu vi esses dois jogos e tive a impressão, lá pelas tantas, que se tratavam de confrontos entre profissionais e juvenis.

Por outro lado, é verdade que alguns dos mais fracos engrossam o caldo e fazem duros confrontos com os adversários famosos. Foi o que se viu no jogo do Juazeirense-BA (série D) contra o Vasco-RJ (série A): 2 a 2. E no jogo do Ferroviário-CE (série C) contra o Corinthians (série A): 2 a 2.

No final das contas, paradoxalmente ao que costuma motivar as disputas esportivas, que é a divisão do mundo entre vitoriosos e derrotados, ninguém perde na Copa do Brasil. Uns saem, outros continuam, uns ganham mais, outros ganham menos, mas ninguém perde. Fórmula perfeita!

Sim, eu sei, na próxima quarta-feira vai ser a vez dos times do Acre estrearem na competição. Rodada dupla, por conveniência da CBF. Fato inédito até aqui. Na preliminar, o Galvez enfrenta o ABC-RN. E na partida de fundo, jogam Rio Branco e Bahia. Dá pra ganhar as duas. Ou não?

Um retrato da 1ª fase da Copa América

Já estava para comentar sobre os grupos da Copa América, a ser realizada no meio do ano no Brasil, definidos uns dias atrás. A chave da seleção é de longe a mais fácil – e boa para fazer as pazes em casa com o torcedor brasileiro, pelo menos no momento inicial.

O Brasil encara a Bolívia, Venezuela e Peru na primeira fase. Do time do Peru, o mais forte adversário brasileiro, esperava-se melhor resultado na Copa do Mundo.

Acredito numa campanha menos desoladora dos peruanos no torneio continental do que a realizada no Mundial da Rússia. Deve se classificar em segundo no grupo A.

Na chave B estão Argentina, Colômbia, Paraguai e Catar, este último convidado para participar da Copa América. A Argentina enfrentará novo teste de fogo, já que poderá ter seu maior craque em campo.

Afirmo pela pressão que passará. A equipe deve fazer a competição colocando Messi no centro do esquema tático. E a ação historicamente nunca teve o resultado final esperado na seleção daquele País.

Mas se Messi vier mesmo, podemos esperar hordas de argentinos em solo brasileiro acompanhando seus jogos – e de volta a tradicional música dos torcedores vizinhos zombando o futebol brasileiro que tanto irritou na Copa do Mundo de 2014, mas que deu show na arquibancada.

No mesmo grupo, Colômbia e Paraguai estão em nível semelhante, embora no ranking da Fifa os colombianos aparecem à frente dos paraguaios. Catar é absoluto coadjuvante.

Por fim, surge o grupo C, o mais equilibrado: Chile, Equador, Japão e Uruguai. Os uruguaios compõem hoje um time de respeito e bom de se ver jogar, mas os chilenos, apesar de terem ficado de fora da última Copa do Mundo, podem surpreender na Copa América pelo fato de estarem em novo ciclo do futebol – não há quem não duvide que o Chile tem bola para propor um time mais competitivo no torneio (cita-se que os chilenos ganharam as duas últimas edições da Copa América).

Aliás, acho o futebol do Japão cada vez mais competitivo. Está certo que falta poder decisivo, mas costuma fazer jogos aguerridos. Equador é a aposta melhor de zebra entre as equipes menos favoritas ao título.

Mas o Brasil entra em campo na competição com obrigação de ganhar a Copa América em casa, principalmente depois dos dois últimos fiascos na Copa do Mundo – e na própria Copa América, que não ganha desde 2007. Terá que lutar muito para não fazer feio a partir da segunda etapa da competição, quando de fato para o selecionado brasileiro as partidas se tornarão bem mais complicadas.

Reflexão

O governador Gladson Cameli (Progressistas), desde quando venceu as eleições, vem falando sobre as dificuldades financeiras do Estado. Assumiu com o mesmo discurso e, agora, já com mais de um mês de gestão, continua falando a mesma coisa. Mas ele não abriu mão de criar duas novas secretarias e nomear, até agora, cinco assessores especiais com salário acima de R$ 19 mil, entre eles, uma pessoa com o mesmo sobrenome do governador.

No ralo

O cargo de assessor especial foi um dos mais criticados pela Oposição no governo de Tião Viana. Agora, com esses cinco assessores nomeados até o momento e com os dois secretários extraordinários, Gladson Cameli vai gastar mais de R$ 1,6 milhão por ano. Dinheiro que poderia ser utilizado para contratar médicos, enfermeiros, professores e outros profissionais.

Problemas

A montagem das Comissões da Aleac, certamente trará muitos problemas para o governador Gladson Cameli. Sem uma base sólida, só mesmo em números, ele corre o risco de perder o pouco controle de vez que ainda tem. Os próprios aliados já estão brigando nos bastidores.

nicolau

Moralizando

Os deputados Nicolau Júnior (Progressistas) – presidente da Aleac e Luiz Gonzaga (PSDB) – primeiro-secretário, estão dispostos a diminuir o número de cargos comissionados no Legislativo. A intenção é evitar gastos desnecessários, seguindo o exemplo do governo do Estado para evitar gastos desnecessários e economizar o máximo possível.

prefeita

Forte

A popularidade da prefeita Socorro Neri vem crescendo muito. Mesmo com alguns ataques covardes e até mesmo o velho fogo amigo, ela vem realizando um excelente trabalho, dialogando com a população e levando solução para os principais problemas apresentados. E não tem sido fácil. Além da cheia do Rio Acre, dos casos de dengue, alguns políticos tentam atrapalhar sua gestão.

protesto

Protesto

Falando em Assembleia Legislativa, servidores estão colhendo assinaturas para entregar um documento à Mesa Diretora, pedindo que um servidor não seja nomeado para cargo de chefia. Eles afirmam que o rapaz, mesmo depois de sujar o nome do Legislativo com envolvimento em processo na Justiça Federal, trata a todos com ignorância, inclusive, os servidores mais antigos.

rutembergBaixa

Comentário nas redes sociais ontem era a possível saída do jornalista Rutembergue Crispim, apresentado pela secretária Silvania Pinheiro, como pessoa de confiança e o número 2 da Comunicação. Os motivos que levaram ele a tomar essa decisão não se sabe, mas sabe-se que o governo perde um grande profissional e um cara de caráter e respeito.


Sugestões de pauta? Envia para o e-mail [email protected]

Sufoco

Após mais de 24h de interdição a BR-364 no estado de Rondônia foi liberada após serviço de recuperação parcial da cabeceira da ponte sobre o igarapé Andirá, estrutura que havia desmoronado nesta quarta-feira, 06, deixando o Acre isolados do resto do país.

Reflexo da interdição

Logo após a cabeceira da ponte ceder por conta das fortes chuvas na região, um grande congestionamento se formou na rodovia. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Rondônia interditou a rodovia para evitar acidentes. A ponte que desmoronou fica sobre o Córrego Andirá, no Km 464.

Gaiato

Aí um gaiato liga na redação perguntando se já pode ir ao supermercado estocar iogurte. Vê se pode?

Aflição

Só quem passou aflição quando o Acre ficou isolado em 2014 sabe o perrengue que foi. Mas, isso são águas passadas, né São Pedro?!

edmundo pinto

Netflix

Para os novinhos de plantão, uma boa pedida para este final de semana é a quarta temporada da série Investigação Criminal que está disponibilizada na Netflix que traz em seu sexto episódio a misteriosa história que ronda a morte do ex-governador do Acre, Edmundo Pinto, assassinado em 17 de maio de 1992, a tiros, no apartamento 707 do Hotel Della Volpe Garden, na Rua Frei Caneca, no Centro de São Paulo. O episódio com pouco mais de 43 minutos relata toda a investigação da Polícia do Estado de São Paulo para investigar o crime e chegar aos culpados.

danca das cadeiras

Dança das cadeiras no Senado

Mesmo após uma eleição marcada pelo discurso de novas práticas políticas, 12 senadores já trocaram de partido desde outubro do ano passado. O troca-troca partidário mudou a dinâmica de forças entre as bancadas da Casa, diminuindo a importância de siglas tradicionais, como o PSDB, e colocando em destaque novos grupos partidários, a exemplo do Podemos e do PSD. Pelo menos não envolve acreanos.

Fies

Já está aberto o prazo para as inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). As inscrições são feitas pela internet, no site do programa. Ao todo, serão ofertadas 100 mil vagas na modalidade juro zero e 450 mil na modalidade P-Fies.

Podem participar os estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir da edição de 2010, e obtiveram nota média nas provas igual ou superior a 450. Além disso não podem ter zerado a redação.

Agenda contra o Aedes

Na sexta-feira, 8, a partir das 8h haverá exposição e palestra para o público sobre as fases do Ades aegypti e as formas mais eficazes de combate ao mosquito. Ação é promovida pela Prefeitura de Rio Branco, através da Secretaria Municipal de Saúde.


Sugestões de pauta? Envia para o e-mail [email protected]

Tudo igual ou a política é assim mesmo?

#O anseio da população por uma gestão melhor era notório. O desespero e a insatisfação da população era tão grande, que a prova foi o resultado nas urnas, que elegeu o governador Gladson Cameli como a esperança que todos esperavam. Trocando em miúdos, o mo ço seria o “Salvador da Pátria, ou melhor o Salvador do Acre”…

# Porém, está difícil para “alguns” entenderem o posicionamento do senhor governador, que em campanha, comprometeu fazer uma gestão totalmente limpa, transparente e comprometida em mudar a história política do Acre. Moralizar a gestão pública…

# A insatisfação por parte da maioria dos eleitores estão expostas nas redes sociais, cobrando do Governador os compromissos firmados em seus discursos de campanha… Revoltados com a decisão de Gladson em nomear pessoas que na visão do eleitor não estão capacitadas para os cargos, somente por mero acordo político ou para satisfazer alguns grupos…

# Outro fato que está dando o que falar é a migração de pessoas da oposição na gestão de Gladson com cargos elevados e de confiança. Nesse caso o descontentamento é ferrenho, visto nas redes sócia…

# Muitos “camaradas” da época de campanha estão chutando o balde com inúmeros candidatos (as) eleitos (as), por terem vestido a camisa de fato e de direito e, agora não têm acessos nem para dizer bom dia…

# A blindagem está mais forte do que o “muro de Berlin”, quando ainda estava em pé, é caro… (risos). Como eu sei que é assim que funcionam o processo “político e politiqueiro”, não me assusto tem um “tiquim” com essas versões. Porém, os colabores precisam entender que daqui a quatro anos o poder acaba, porém, voltará a onda do “tapinha no ombro”, o faz de conta que tem humildade e simplicidade. Tudo isso precisa e é necessário acontecer durante a gestão…

# Nem o papa Francisco está tão “blindado” igual a alguns cidadãos que chegaram ao poder. Sem contar que determinados assessores estão se sentindo a rainha da Cocada Preta. Com todo respeito, adoro cocada, principalmente a de coco queimado…

# Comenta-se que em determinados setores a grosseria no atendimento por parte de quem nunca viu… E quando ver se lambuza está correndo solto. Que tal um curso de relações interpessoais para que essas “beldades” aprendam a conviver em sociedade…

# Eu acredito que o governador Gladson Cameli queira fazer um governo participativo, aberto a “democracia”, sem ver a cor de sigla partidária. Mas, será que é assim que a “banda toca”?

# Enquanto isso eu fico aqui, na beira do barranco, vendo a enchente passar, sem coragem de pular n´agua barrenta com medo de ser mordido pelo candiru… Muita água ainda passa por essa ponte, vamos ver se ela fica mais limpa um tiquim…

# Uma excelente sexta-feira, sem blindagem e sem estrelismo. Tem gente subindo numa gillette, se sentindo no último topo da Torre Eiffel.


 O Ceteac é o maior Centro de Educação Técnica e Especializada do Acre com referência no mercado, o empresário Rodolfo Rosa da Silva Junior, fez com que o CETEAC se consolidasse no mercado, pela qualidade de ensino. Recentemente alunos dos cursos Técnicos em Enfermagem e Radiologia festejaram o sonho com a formatura realizada no Palácio Plácido de Castro. O diretor da instituição Luciano Nascimento, juntamente com a coordenadora de radiologia Lucilene Nascimento e o coordenador do curso Técnico em Enfermagem Jorgean Matos Leitão, representaram se fizeram presentem na grande festa, cheia de muita alegria e certeza do dever cumprindo tanto por parte dos representantes do CETEAC como por parte dos alunos que, agora estão preparados para o mercado de trabalho.

Ceteac 1

Ceteac 2

ceteac 3


Ines de Oliveira 1 

Iris Tavares

Jader Maia Sobrinho

Joaquim

4 ª Copa Araújo terá 14 equipes

Com a presença de 14 equipes, divididas em três chaves, a bola vai rolar a partir do próximo dia 16 de fevereiro para a disputa da 4 ª Copa Araújo de Futsal, categoria sub-11.

O coordenador geral da competição, desportista Auzemir Martins, após congresso técnico ocorrido na terça-feira (5),confirmou que distribuirá mil reais em premiação aos dois primeiros colocados.

A primeira rodada será dia 16/2 com dois jogos no CT Edson de Futsal (Assincra): Rio Branco x Bola 15 (8h) Barcelona x CT Edson de Futsal (8h30). No período da tarde outras quatro partidas sequenciam o torneio: Escolinha do Pisika x Escolinha do Rio Branco (15h), Escolinha do Metal x Escolinha do Xavier Maia(15h30), Colégio Ame x Primeira Camisa “B”(16h)e Escolinha do Metal B x Escolinha do Sesi (16h30). Camisa A e Escolinha do Flamenguinho folgam na rodada.

Árbitros e assistentes escalados

Os árbitros e assistentes escalados para os dois jogos agendados para essa quinta-feira (7), a partir das 18h, no estádio Arena da Floresta, tiveram boas atuações na temporada.

No primeiro jogo, às 18h, o Rio Branco-AC busca nova vitória na competição contra o Vasco-AC. O árbitro escalado será Dejailton Santos, assistido por Antonio Ecídio e Osvaldo Thomas.

No jogo de fundo, às 20h, o Galvez busca nova vitória na competição diante do Andirá EC. O árbitro da partida será José Antônio Pinheiro, assistido por Renner Santos e Mario Jorge, além de Alberto Rufino.

Narrador pode trocar de casa

Com a não nomeação do narrador esportivo Deise Leite para a sua permanência nos quadros da Rádio Difusora Acreana, o moço que emociona o torcedor do rádio acreano poderá migrar para a concorrência (Rádio Eco Acre). Não restam dúvidas que o ouvinte da rádio estatal irá perder.

Deise Leite tem público cativo, não somente no território acreano, mas sua voz e seus jargões já atravessaram fronteiras e ganharam fãs em várias partes do país.

O certo é que existe uma total falta de valorização aos profissionais da imprensa esportiva e não é de hoje.

Futebol ou polo aquático?

No empate entre Andirá 1 x 1 Náuas, flagrei na minha lente o zagueiro Weslley (foto), do Cacique do Vale do Juruá, tomando um verdadeiro banho de água e lama no estádio Florestão. A imagem bombou nas redes sociais.

nauas

AS CURTINHAS

O torcedor não tem reclamado da rodada dupla da Copa do Brasil, mas do horário do jogo do Rio Branco contra o Bahia, às 21h30, já ouvi muitas reclamações, principalmente daqueles que necessitam de transporte público.

Será que faltou aos dirigentes pensarem no torcedor de baixa renda?

Bom seria um contato dos dirigentes de clubes com a RB Trans e as empresas de transporte para facilitar o acesso do torcedor à praça esportiva antes e após o jogo.

Lembrando ao torcedor que o estacionamento do estádio Arena da Floresta será terceirizado, o que resultará em cobrança pelo espaço físico.

Bom dia!