Com ares de emoção, Galo venceu o Tricolor

Atlético fica atrás do placar duas vezes, mas empata e garante vaga na final nas cobranças de penalidades

Manoel Façanha

O Atlético está na final do primeiro turno do Campeonato Acreano. A classificação celeste conquistada na tarde chuvosa do domingo (17) não foi nada fácil e contou com ares de dramaticidade diante de um Independência guerreiro, atrevido e consistente na sua proposta de jogo. O Tricolor chegou por duas oportunidades a ficar a frente do placar, mas acabou castigado nos minutos finais de partida ao ceder o empate para o Galo (2 a 2).

A igualdade do placar no tempo normal levou à decisão da vaga as cobranças de penalidades e o Galo Carijó mostrou mais eficiência e venceu por 4 a 2, assim decidindo o título do primeiro turno na próxima quinta-feira, às 19h, na Arena da Floresta, contra o Galvez.

Jogo

O confronto começou com o Tricolor com marcação alta e dificultando a saída de bola do Galo Carijó. O primeiro gol do Independência saiu de erro na saída de bola celeste aos 15 minutos. O meia Anderson avançou e soltou o pé de fora da área. A bola viajou e encontrou o ângulo do goleiro Miller. Golaço!

O Galo Carijó não sentiu o golpe respondeu numa finalização de dentro da área do meia-atacante Diogo, mas a bola explodiu no travessão tricolor.

Nos 15 minutos finais o Independência “afrouxou” a marcação no meio-campo e o Galo cresceu na partida e o empate celeste quase saiu aos 44 minutos. Gabriel ganhou no jogo aéreo e testou a bola na trave do goleiro Thiago, após cruzamento na área do Indepedência. Dois minutos depois, a zaga tricolor vacilou novamente no jogo aéreo e o zagueiro Gabriel deixou tudo igual no placar.

Um gol para cada lado

Com a igualdade no placar as duas equipes retornaram dos vestiários com estratégias bem diferentes. O Tricolor na busca de definir o duelo numa bola e o Galo Carijó tentando envolver o setor de marcação do Tricolor de Aço no toque de bola.

A tática tricolor funcionou melhor. O Galo Carijó encontrava dificuldades de envolver a marcação adversária e o Independência, após contragolpe voltou a ficar a frente do placar numa finalização do atacante Tonho Cabanãs, aos 26 minutos, após aproveitar uma bola parada na poça d’água frente da pequena área celeste.

Dez minutos depois, após bola longa, o atacante Diogo teve a chance do empate, mas concluiu na rede pelo lado de fora. O Galo continuou atacando um Tricolor bem fechado, mas num chute de fora da área efetuado pelo volante celeste Leandro, a bola desviou no corpo do zagueiro Daniel, que acabara de entrar na partida, e encontrou o ângulo do goleiro Thiago.

O gol foi uma ducha de água fria no time Tricolor que teve dificuldades para segurar o empate até os minutos finais.

Galo leva a vaga nos pênaltis

Nas cobranças de penalidades, o torcedor celeste então pôde comemorar a classificação nas arquibancadas do estádio Arena da Floresta, após o Tricolor desperdiças duas cobranças com Tonho Cabanãs e Brenner. O Galo então converteu a última cobrança com o zagueiro Gabriel e, assim, vencendo a disputa por 4 a 2.

Galvez supera o Plácido e volta a decidir turno com o Galo

Numa semifinal de primeiro turno de cinco gols, o Galvez eliminou neste domingo (17) o Plácido de Castro por 3 a 2. O duelo ocorreu no estádio Arena da Floresta com publico de 519 pagantes (R$ 5.460,00). Ciel e Adriano (2) fizeram os gols do Imperador. Ismael e Leandro Neiva anotaram para o Plácido de Castro.

Jogo

A partida começou com muita marcação. Os dois times não davam espaço aos atacantes e o jogo ficou bem trucando, principalmente no meio campo.

O primeiro gol do Galvez saiu numa boa bola parada de Ciel, aos 45 minutos. O meia encontrou o ângulo do goleiro Bruno, esse mal colocado no lance. Nos acréscimos da primeira etapa, o Galvez ampliou a vantagem. Jeferson chutou forte de fora da área e o goleiro Bruno salvou parcialmente. Na sobra de bola, o atacante Adriano mandou para a rede.

Tigre iguala o placar, mas erra e perde o jogo

Com a vaga na decisão ficando pelo caminho, o Plácido de Castro retornou dos vestiários marcando forte a saída de bola do Imperador e, aos 7 minutos, o atacante Ismael foi derrubado por Reginaldo dentro da grande área. O árbitro Antonio Pinheiro assinalou a penalidade. Ismael cobrou bem e diminuiu a vantagem do Imperador.

O jogo ficou aberto, com o Galvez explorando as jogadas de velocidade e o Tigre apertando na busca do empate. Numa bola parada, aos 22 minutos, o zagueiro Leandro Neiva desviou para a rede do Imperador. Tudo igual: 2 a 2.

O jogo ficou aberto com as duas equipes querendo o resultado, mas num erro na saída do Tigre do Abunã, Ciel recebeu avançou pelo esquerdo e serviu Adriano. O atacante, livre, testou a bola para a rede do goleiro Bruno e saiu comemorando a moda aviãozinho.

Nos minutos finais, o Tigre do Abunã pressionou na busca do empate, mas o Imperador segurou bem a pressão e garantir a vaga na grande decisão da próxima quinta-feira (21) contra o Galo Carijó, às 19h, na Arena da Floresta.

 

 

 

 

 

 

 

Galvez ganha reforço para encarar o Rio Branco

Após a eliminação na disputa da Copa do Brasil para o ABC-RN por 1 a 0, no estádio Arena da Floresta, o Galvez retorna a campo nesta quinta-feira (21), às 19h, para encarar o Rio Branco, pela quarta rodada do Campeonato Acreano.

O técnico Zé Marco para a partida contra o Estrelão terá o reforço do meia-atacante Tiago. O atleta tinha documentação pendente junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e sua liberação era bastante aguardada pela comissão técnica e diretoria.

Nesta terça-feira (19), no CT do Juventus, o técnico Zé Marco comanda coletivo-apronto, assim com a possibilidade de mudanças no Imperador para o clássico contra o Rio Branco.

Rio Branco terá uma baixa

O técnico alvirrubro João Mota terá uma baixa para o jogo desta quinta-feira (21) contra o Galvez. O volante Weverton Boca pediu dispensa de alguns dias para resolver problemas particulares fora do estado. O pedido do atleta foi prontamente atendido, pois já havia um acordo verbal entre atleta e dirigentes do clube durante a assinatura do seu contrato.

Com ausência de Weverton Boca, o técnico João Mota deve somente nesta terça-feira (19) divulgar o seu substituto.

Atlético tropeça na lama e no Vasco

O Atlético Acreano tropeçou não somente na lama do gramado no estádio Florestão, mas também no “ferrolho” do Vasco da Gama, após empate sem gols neste domingo (10), pela terceira rodada do Campeonato Acreano.

O empate diante do time da Fazendinha tirou à possibilidade da equipe celeste voltar a dividir com o Rio Branco a ponta da tabela do grupo A. O Galo com o ponto somado neste domingo contra o time cruz-de-malta chegou ao sétimo, dois a menos que o líder Estrelão e um a mais que o Independência, terceiro colocado da chave. Já o Vasco da Gama, com o ponto heróico conquistado chegou à vice-liderança da chave B. O time da Fazendinha soma dois pontos ganhos, um a mais que Náuas e Plácido de Castro.

Próximos jogos

O Atlético retorna a campo na próxima quinta-feira (14), às 20h, para medir forças contra o Náuas. Já o Vasco-AC encara o Andirá, na quinta-feira (21). Os dois jogos estão agendados para o estádio Arena da Floresta.

{gallery}fotos/2019/02-fevereiro/11022019/galeria_galo_vasco:::0:0{/gallery}

Jogo

Com o gramado pesado, as duas equipes tiveram grandes dificuldades para mostrar um bom futebol. O Galo Carijó tinha mais volume de jogo e ainda buscava mais o gol, mas quando criava o goleiro vascaíno Lucas aparecia bem na sua meta.

Nos minutos finais da primeira etapa, o Galo Carijó pressionou bastante na busca de abrir o placar, mas a zaga vascaína, bem postada, segurava bem o ataque celeste.

Galo pressiona, mas gol não sai

Na busca de continuar com 100% de aproveitamento, o Galo iniciou a etapa complementar de jogo pressionando o gol vascaíno. O poderia ter saído aos três minutos. João Douglas acertou bela finalização, mas o goleiro Lucas fez ótima defesa.

Marcando forte, o Vasco acabou perdendo o zagueiro Richard, expulso aos 13 minutos. Seis minutos depois, os vascaínos poderiam ter chegado ao gol, após assistência de Neto para a conclusão de atacante Marcelo Cabeção, mas o artilheiro errou a finalização.

Com vantagem numérica de jogadores em campo, o Galo continuou pressionando a meta vascaína na busca do gol da vitória, mas ora tinha o time celeste tinha dificuldades no último passe e ora esbarrava na aguerrida defesa vascaína.

Nos minutos finais, o zagueiro celeste João Carlos deixou o campo lesionado e com suspeita de torção de joelho, assim como os times voltando a ter igualdade em numérica de atletas em campo, isso pelo fato do técnico Álvaro Miguéis já ter realizado as suas três substituições.

Desabafo

Na saída do gramado do estádio Florestão, o zagueiro Diego fez um desabafo e criticou a realização da partida neste domingo devido às péssimas condições do gramado do estádio Florestão. “Como atleta fica minha indignação de jogar nestas condições. Isso é desumano para qualquer jogador de futebol”.

Tricolor supera a lama e vence o São Chico: 4 a 1

Nem mesmo péssima qualidade do gramado do estádio Florestão impediu o Independência de balançar a rede do São Francisco na vitória elástica pelo placar de 4 a 1, em jogo válido pela terceira rodada do Campeonato Acreano.

Com a vitória, o Independência colou no Atlético Acreano pela disputa da segunda posição da chave A. O time celeste após o empate amargo sem gols contra o Vasco da Gama chegou ao sétimo ponto ganho contra meia dúzia do tricolor.

O Independência retorna a campo no próximo dia 21, às 18h, na Arena da Floresta, para encarar o Plácido de Castro. Por outro lado, o São Francisco ganha duas semanas de folga na tabela de jogo, assim enfrentando o Humaitá, no domingo (24), às 15h30, no Florestão.

Jogo

A vitória do Tricolor de Aço começou aos 20 minutos, numa bela finalização do meia Léo Moraes, após sobra de bola na grande área do time católico. Com mais volume de jogo, o tricolor ampliou a vantagem ainda no primeiro tempo, após escanteio, o experiente atacante Ailton escorou a bola para a rede do goleiro franciscano Igor, aos 36 minutos.

Virou goleada

Com a vantagem no placar e diante de um adversário que pouca mostrava resistência e ainda falhava muito no setor defensivo, o Independência não demorou em chegar ao terceiro ainda nos primeiros minutos da etapa complementar. Moedinha aproveitou vacilo na saída de bola do time católico, finto o zagueiro adversário e acabou tocado dentro da grande área. O árbitro não teve dúvida e marcou a penalidade. Ailton cobrou forte e Igor não pode fazer para evitar o terceiro gol tricolor, aos 3 minutos.

O São Chico então tentou uma reação e chegou a diminuir a vantagem do tricolor aos seis minutos, com Cristiano. O gol animou o time católico que passou a pressionar o time tricolor, mas aos 12 minutos, após escanteio, Carnaúba testou para a rede católica, assim colocando panos frios na reação do time do técnico Marquinhos Gomes.

Com o gramado castigado, o Independência passou a administrar de forma inteligente o resultado contra um adversário que tinha dificuldade de chegar ao gol tricolor.

Galvez vence carimba vaga nas semifinais

O Galvez segue invicto e com 100% de aproveitamento na disputa do primeiro turno do Campeonato Acreano. Na noite desta quinta-feira (7), no estádio Arena da Floresta, o Imperador venceu o Andirá por 4 a 1.

Com o novo triunfo na disputa do estadual, o Galvez carimbou vaga as semifinais do primeiro turno do Campeonato Acreano. Invicto e somando 9 pontos ganhos em três jogos disputados, o Imperador lidera sua chave com folga, oito pontos de vantagem para o segundo colocado – Plácido, Náuas e Vasco, todos com um ponto ganho.

Próximos jogos

O Imperador agora também vira a chave e foca suas atenções para o duelo da próxima quarta-feira (13), às 18h30, contra o ABC-RN, pela Copa do Brasil. O Morcego, por sua vez, terá quase duas semanas de folga na tabela e retorna a campo somente dia 21 de fevereiro, às 20h, na Arena da Floresta, para encarar o Vasco da Gama.

Jogo

O Galvez iniciou a partida acelerando o jogo e partido para dentro do Andirá. O primeiro gol imperialista não demorou. O meia Ciel recebeu na grande área, fintou o lateral Alex e tocou com maestria na saída de Marquinhos, aos 4 minutos.

Três minutos depois, o filme se repetiu na defesa andiraense, mas agora com o meia-atacante Daniego, também entrando livre, e finalizando a bola no cantinho do goleiro Marquinhos.

O Imperador era o senhor das ações, trocava passe, busca as jogadas de finalizações contra um adversário que pouco exigia de sua defensiva, principalmente com a saída do maestro Testinha logo no início de partida.

Numa bola parada, o Imperador chegou ao terceiro gol com o zagueiro Reginaldo, esse testando a bola com firmeza para a rede do goleiro Marquinhos.

O Morcego também achou seu único gol numa parada, aos 43 minutos. A zaga do Galvez vacilou e o zagueiro Diego Brasília desviou a bola para a rede do goleiro Máximo, assim diminuindo a vantagem imperialista.

Daniego marca outra vez

Na etapa complementar o Galvez diminuiu o ritmo e o Morcego, por sua vez, corrigiu alguns erros de posicionamento de sua defensiva, mas ainda houve tempo para Daniego, o craque do jogo, aproveitar a indecisão do lateral Alex e do goleiro Marquinhos para empurrar a bola para a rede andiraense, assim dando números finais ao jogo: 4 a 1.

O duelo entre Galvez e Andirá ainda registrou as expulsões dos jogadores Chumbo (Andirá) e Renato (Galvez) pelo árbitro Antonio Pinheiro.

Rio Branco terá mudanças contra o Vasco da Gama

O Rio Branco segue sua preparação visando o seu terceiro compromisso pelo bicampeonato acreano. O alvirrubro encara na próxima quinta-feira (7), o Vasco da Gama, às 18h, no estádio Arena da Floresta, pela terceira rodada do estadual.

O técnico João Mota para o compromisso vai contar com o retorno do zagueiro Gilson. O atleta cumpriu suspensão automática, após expulsão na estreia contra o Náuas. Outras duas mudanças serão efetivadas pelo treinador. Na lateral direita o “curinga” Wesley será improvisado no lugar de Flávio, esse transferido para Anapolina-GO. Outro a ganhar uma chance entre os titulares será o meia Chay. O jogador estreou durante o segundo tempo da vitória contra o São Francisco por 4 a 0 e, além de marcar gol, fez boas assistências.

Reforço

Com a saída de Flávio para a Anapolina-GO, a diretoria estrelada retornou ao mercado e anunciou na tarde desta segunda-feira (4) a contratação do lateral direito Nando, ex-Atibaia. O atleta será incorporado ao grupo nesta terça-feira (5), mas ainda não tem data para a estreia.

Galo analisa a vitória apertada contra o Tigre

Um dia após a vitória suada contra o Plácido de Castro por 1 a 0, gol do zagueiro Diego, os jogadores do Atlético Acreano voltaram as atividades na tarde desta segunda-feira (4), no CT do Adauto Frota. No entanto, antes das atividades, a comissão técnica celeste esteve reunida com os atletas para avaliarem a partida diante do Tigre do Abunã.

Ciente que a vitória não foi nada fácil, o comandante celeste explicou que a sua equipe ainda está no processo evolutivo, mas deixou claro que não seria justo analisar o desempenho do time naquela partida pelo estado crítico do gramado do estádio Florestão. Álvaro Miguéis aproveitou para enaltecer o espírito de luta de seus jogadores durante o transcorrer do jogo.

O zagueiro Diego também concordou com o comandante celeste, tanto que elogiou a determinação de cada companheiro de equipe para o Galo Carijó arrancar o bom resultado diante do Tigre do Abunã. “O grupo está de parabéns pela determinação e garra apresentada diante de um adversário que valorizou e muita nosso vitória”.

No sufoco, Atlético supera o Plácido

A vitória sofrível sobre o Plácido de Castro na tarde e noite deste domingo (3) empurrou o Galo Carijó de volta a liderança do grupo “A” do Campeonato Acreano. O time celeste tem a mesma pontuação do Rio Branco – 06 pontos, mas a equipe apresenta melhor saldo de gols. Já o Tigre do Abunã, mesmo com a derrota, ainda é o terceiro colocado da chave “B”, com um ponto ganho.

Próximos jogos

O Atlético Acreano retorna a campo no próximo domingo (10), às 15h30, para encarar o Vasco da Gama. Por outro lado, o Plácido de Castro terá uma pausa na tabela e retorna a campo somente dia 14, às 18h, para medir forças contra o Humaitá.

{gallery}fotos/2019/02-fevereiro/03022019/galeria_galo:::0:0{/gallery}

Jogo

O jogo começou bem equilibrado, mas a primeira chance de gol saiu de uma finalização de fora da área do meia placidiano Uilian assustando o goleiro Miller.

Com mais posse de bola o Tigre do Abunã tinha menos dificuldades com a péssima qualidade do gramado, mas aos 20, Careca quase abriu o placar a favor do Galo Carijó, com a redondinha passando rente a trave esquerda de Miller.

Dois minutos depois, Cleninho foi parado com falta dentro de grande área pelo volante celeste Leandro. O árbitro Fábio Santos assinalou penalidade, mas o auxiliar Carlos Alberto, mesmo de forma demorada, chamou o árbitro e marcou impedimento no lance.

Mesmo com um banho de água fria pela não confirmação de penalidade a favor, o Tigre continuou melhor na partida e apertando o Galo, tanto que o zagueiro Diego salvou um lance em cima da linha, aos 28 minutos. Um minuto depois, o Galo Carijó apareceu no jogo numa finalização de Careca, mas o maestro celeste pegou mal na bola.

A melhor oportunidade de gol do time celeste no primeiro tempo esteve nos pés do artilheiro Diogo, mas a finalização do atacante celeste ficou na boa defesa do goleiro Bruno.

Na etapa complementar o Tigre continuou pressionando o Galo e quase abriu o placar numa finalização de Leone, mas a bola, após desviar na defesa celeste, esbarrou na trave esquerda do goleiro Miller.

O Galo voltou a assustar o gol do Tigre somente aos 21 minutos, numa bola parada do atacante Falque, mas o goleiro Bruno fez ótima defesa.

Com o Tigre do Abunã melhor na partida, o técnico celeste Álvaro Miguéis fez algumas modificações na sua equipe. Marquinhos, Falque e Felipinho foram para o jogo. O primeiro quase abriu o placar num bom chute de fora da área.

Tigre respondeu aos 30 minutos, num contra-ataque puxado por Layo. O lateral invadiu a área e finalizou com perigo ao gol de Miller.

Nos acréscimos, O Galo Carijó cresceu no jogo e conseguiu abrir o placar com o zagueiro Diego, após cruzamento rasteiro de Careca para o desvio do xerife.

Briga pela artilharia está acirrada no Acreano

Diogo e Rafael Tanque dividem a artilharia do estadual

Computados oito jogos pelo Campeonato Acreano/2019, dois jogadores lideram a ponta da artilharia, ambos com três gols marcados. O atacante celeste Diogo, ex-Sergipe, marcou três vezes na goleada celeste sobre o São Francisco por 6 a 0, assim tendo a oportunidade neste domingo (3) de assumir isoladamente a artilharia do torneio, caso venha balançar as redes. Também com três gols e na ponta da artilharia aparece o atacante Rafael Tanque, do Imperador.

Com um gol a menos que os atacantes Diogo e Rafael Tanque aparecem o meia-atacante celeste Careca e o jogador alvirrubro Kanu. No entanto, o atleticano entra em campo no domingo, às 17h30, para encarar o Plácido de Castro, assim crescendo a possibilidade de encostar na dupla de artilheiros.

Com média de 3,12 gols por partidas, num total de oito jogos disputados e 25 gols anotados, o Campeonato Acreano tem média pouco inferior a registrada ano passado, quando apontou média de 3,3 gols por partida – 120 gols em 36 jogos. O meia Ciel, do Galvez, além de craque da competição, fechou a temporada na artilharia com 9 gols, um gol a mais que o jogador alvirrubro Matheus Oliveira.

Andirá não terá Kaisson diante do Náuas

O Morcego terá uma baixa importante para o jogo deste domingo (3) contra o Náuas, às 15h30, no estádio Florestão. O zagueiro Kaisson foi acometido de uma dengue e não será relacionado para a partida. Fabinho e Yan brigam pela vaga posição para fechar a defesa andiraense.

Ciente que somente a vitória interessa para o time andiraense continuar brigando por uma vaga nas semifinais do primeiro turno do Campeonato Acreano, o técnico Marquinhos Costa orientou coletivo-apronto na tarde desta sexta-feira, na Arena da Floresta. Marquinhos Costa cobrou mais caprichoso de seus jogadores no último passe, assim como objetividade no campo do adversário para sair com a primeira vitória na competição.

Com um ponto na tabela de classificação do grupo “A” do torneio, o Morcego deve ir a campo com a seguinte formação: Marquinhos, Futura, Fabinho, Yan e Chumbo; Matheus, Baby, Ley e Testinha; Marcelo Brás de Dentinho.

Independência vence a primeira no estadual

Os irmãos Moedinha e Léo fizeram os gols da vitória do tricolor

Com gols dos irmãos Moraes (Moedinha e Léo), o Independência conquistou na noite desta quinta-feira (31) sua primeira vitória na disputa do primeiro turno do Campeonato Acreano. O confronto ocorre nas dependências do estádio Florestão e a vítima do Tricolor de Aço diz respeito à equipe do Náuas.

Com a vitoria, o Independência conquistou os seus primeiros três pontos na tabela de classificação, assumindo a terceira posição do grupo “A”. O Cacique do Juruá, por sua vez, segue sem vencer e dividindo com o São Francisco a última posição do grupo “B”

O Independência retorna a campo no próximo dia 7 de fevereiro, às 20h, quando mede forças contra o São Francisco, em jogo agendado para o estádio Arena da Floresta. Já o Náuas não tem muito tempo para respirar e retorna a campo neste domingo (3), às 15h30, para encara o Andirá EC.

Jogo

Independência e Náuas entraram em campo querendo a primeira vitória na competição, mas foi o Tricolor de Aço que mostrou mais futebol e consistência tática, apesar do empate sem gols na primeira parte do jogo.

Na volta do intervalo, o tricolor continuou melhor e apertando o Cacique do Juruá. O primeiro gol tricolor poderia ter saído dos pés do atacante Ailton, mas o avante tricolor perdeu grande oportunidade, aos 4 minutos.

O Náuas, então, tentou pressionar o Independência, mas encontrava grandes dificuldades para entrar na defesa tricolor, assim optando pelos chute de fora da área.

Com quase meio hora de jogo, o goleiro Leal vacilou ao tentar dominar a bola recuada. O meia-atacante Moeda, ligado no lance, aproveitou a bobeira do arqueiro e tratou de empurrar a bola para a rede, aos 28 minutos.

O Náuas, por sua vez, respondeu numa bola parada de Eduardo aos 30 minutos. O goleiro Thiago salvou de manchete, mas na sobra a zaga tricolor travou a jogada.

O Independência respondeu aos 32 minutos, num contra-ataque mortal. Gugu avançou pela esquerda e cruzou para Léo, de carrinho, escorar para as redes do Cacique.

Nos minutos finais o Náuas voltou a apertar o Independência, perdendo duas boas oportunidades de gols com Eduardo e Henry, esse segundo forçando o goleiro Thiago a fazer ótima defesa para garantir a vitória tricolor por 2 a 0.

O lateral esquerdo Léo e o meia Moedinha dedicaram a primeira vitória do Independência na temporada para a mãe Cristiane, aniversariante da noite.

Galvez joga bem e faz quatro a zero no Humaitá

Com um futebol competitivo, o Galvez atropelou na noite desta quinta-feira (31) o Humaitá pelo placar elástico de 4 a 0. Essa foi a segunda vitória do Imperador na competição, assim mantendo a liderança do grupo “B” com 100% de aproveitamento.

Próximos jogos

Na ponta da tabela da chave “B” do Campeonato Acreano, o Galvez ganha uma folga de nove dias e o seu próximo compromisso ocorre dia 10 de fevereiro, às 17h30, no estádio Florestão, contra o Andirá EC. Por outro lado, o Humaitá terá 16 dias folga na tabela de jogos, retornando a campo somente dia 17 de fevereiro, às 15h30, no estádio Florestão, para encarar o Náuas.

Jogo

O Imperador começou a partida apertando o Humaitá no seu campo de defesa e ainda nos primeiros minutos abriu o placar com Daniego aproveitando vacilo da defesa do Tourão.

Trocando passe com rapidez e imprimindo ritmo forte, o Galvez chegou ampliou a vantagem aos 25 minutos. Adriano levou a bola para o meio e acertou um belo chute para marcar o segundo gol do Imperador.

Com o Humaitá desconcentrado, o Imperador chegou ao terceiro gol com o oportunista atacante Rafael Tanque, após assistência perfeita de Ciel, aos 39 minutos.

No segundo tempo, o Galvez, apesar de diminuir o ritmo, continuou mandando no jogo, tanto que criou as melhores oportunidades de gols. Porém, o quarto gol saiu somente aos 41 minutos, com Balica testando a redondinha para a rede do Humaitá.

CLASSIFICAÇÃO

Grupo “A”
1º) Rio Branco………………….06
2º) Atlético……………………….03
3º) Independência………………03
4º) Andirá…………………………01
5º) Humaitá………………………01
Grupo “B”
1º) Galvez…………………………06
2º) Vasco…………………………..01
3º) Plácido………………………..01
4º) São Francisco………………00
5º) Náuas………………………….00

PRÓXIMOS JOGOS
Data: 03/02
Local: Florestão
Náuas x Andirá (15h30)
Atlético x Plácido (17h30)

ARTILHEIROS
Diogo (Atlético)………………….3
Rafael Tanque (Galvez)………..3
Careca (Atlético)…………………2
Kanu (RBFC)……………………..2

Arbitragem definida para jogos do Campeonato Acreano desta quinta-feira

Jackson Rodrigues apita Independência x Náuas, na preliminar, a partir das 18h. Antônio Marivaldo será o árbitro principal de Humaitá x Galvez, que jogam em seguida, às 20h

A segunda rodada do primeiro turno do Campeonato Acreano tem sequência na noite desta quinta-feira (31), com duas partidas na Arena da Floresta, em Rio Branco, e as equipes de arbitragem para os confrontos estão definidas pelo departamento de arbitragem da Federação de Futebol do Acre (FFAC).

Na partida preliminar, Independência e Náuas entram em campo em busca dos primeiros pontos, a partir das 18h. O duelo terá como árbitro principal Jackson Rodrigues, que contará com o apoio dos auxiliares Renner Santos e Jean Carlos. O quarto árbitro será Carlos Santos. Antônio Neuriclaudio, como tutor, e Gilsomar Lopes, na função de analista, completam a equipe.

O outro jogo da noite reúne Humaitá x Galvez, às 20h. O Tourão de Porto Acre busca a primeira vitória enquanto o Imperador que o segundo triunfo no estadual. Antônio Marivaldo será o árbitro principal, auxiliado por Maxmille de Oliveira e Osvaldo Thomaz. Marcio Cristiano atuará como quarto árbitro e Gilsomar Lopes será o analista.

As partidas são no horário do Acre. Os ingressos para a rodada dupla podem ser adquiridos nas bilheterias da Arena da Floresta a partir de duas horas antes da bola rolar para o primeiro jogo da noite pelos preços de R$ 20 e R$ 10 (meia).

Arbitragem definida para jogos do Campeonato Acreano desta quinta-feira

Jackson Rodrigues apita Independência x Náuas, na preliminar, a partir das 18h. Antônio Marivaldo será o árbitro principal de Humaitá x Galvez, que jogam em seguida, às 20h

A segunda rodada do primeiro turno do Campeonato Acreano tem sequência na noite desta quinta-feira (31), com duas partidas na Arena da Floresta, em Rio Branco, e as equipes de arbitragem para os confrontos estão definidas pelo departamento de arbitragem da Federação de Futebol do Acre (FFAC).

Na partida preliminar, Independência e Náuas entram em campo em busca dos primeiros pontos, a partir das 18h. O duelo terá como árbitro principal Jackson Rodrigues, que contará com o apoio dos auxiliares Renner Santos e Jean Carlos. O quarto árbitro será Carlos Santos. Antônio Neuriclaudio, como tutor, e Gilsomar Lopes, na função de analista, completam a equipe.

O outro jogo da noite reúne Humaitá x Galvez, às 20h. O Tourão de Porto Acre busca a primeira vitória enquanto o Imperador que o segundo triunfo no estadual. Antônio Marivaldo será o árbitro principal, auxiliado por Maxmille de Oliveira e Osvaldo Thomaz. Marcio Cristiano atuará como quarto árbitro e Gilsomar Lopes será o analista.

As partidas são no horário do Acre. Os ingressos para a rodada dupla podem ser adquiridos nas bilheterias da Arena da Floresta a partir de duas horas antes da bola rolar para o primeiro jogo da noite pelos preços de R$ 20 e R$ 10 (meia).

Rio Branco goleia o lanterna São Francisco: 4 a 0

O milagre da conquista do primeiro ponto no Campeonato Acreano em favor do São Chico não veio no confronto deste domingo (27) contra o favorito Rio Branco. O time católico até que conseguiu segurar o Estrelão na primeira parte do jogo, indo para o intervalo com derrota parcial por 1 a 0 (gol de Kanu), mas na etapa complementar de jogo, o Rio Branco aproveitou o cansaço físico do adversário e deslanchou na partida, marcando mais três gols (Kanu, Chay e Laécio) no gramado “pesado” do estádio Florestão. O estreante Chay entrou no decorrer do jogo e com um gol e uma assistência foi o destaque do confronto.

Com a vitória, o Rio Branco não somente manteve os 100% de aproveitamentos na competição, mas também reassumiu à liderança isolada do grupo “A”, com seis pontos ganhos, três pontos a mais que o vice-líder Atlético Acreano. Com duas goleadas sofridas na competição, o São Francisco continua na última posição do grupo B, sem pontuar e com dez gols sofridos contra nenhum marcado.

chay

Próximos jogos

O próximo compromisso do Rio Branco-AC ocorre no próximo dia 7, quando encara o Vasco-AC, às 18h na Arena da Floresta. Já o São Francisco retorna a campo somente dia 10, quando encara o Independência, às 17h30, no Florestão.

alcione

Andirá e Plácido ficam no empate na estreia do estadual

Plácido de Castro e Andirá ficaram no empate por 1 a 1, neste domingo (27), no estádio Florestão, em jogo que marcou a estreia das duas equipes no Campeonato Acreano/2019, mas antes da bola rolar houve um minuto de silêncio as vítimas do acidente de Brumadinho. Marcelo Brás abriu o placar para o Morcego aos 44 minutos, mas dois minutos depois, o zagueiro Leandro Neiva deixou tudo igual no placar.

O empate da estreia deixou o Tigre do Abunã dividindo a segunda posição do grupo “B”, mesma pontuação do Vasco da Gama. Já o Morcego é o terceiro colocado do grupo “A”. O clube soma um ponto ganho, dois a menos que o segundo colocado o Atlético Acreano.

Próximos jogos

Os dois times retornam a campo no próximo domingo (3), no estádio Florestão. O Andirá recebe o Náuas, às 15h30. Já o Plácido de Castro medirá forças contra o Atlético-AC, às 17h30.

marcelo bras

Jogo

O duelo começou com forte marcação dos dois lados. O Plácido de Castro era mais incisivo e a primeira oportunidade de gols saiu dos pés de Renan Plácido, escorando cruzamento e assustando o goleiro andiraense Marquinhos.

O Morcego respondeu somente aos 24, numa bola parada do meia Ley, mas a redondinha passou sobre o travessão do Tigre do Abunã.

O Plácido voltou a crescer no jogo e a pressionar o gol do Morcego. David arriscou de longe e assustou o goleiro andiraense, aos 35. Cinco minutos depois, o atacante Renan Plácido entrou pelo lado esquerdo e dividiu com o goleiro Marquinhos. Na sobrou de bola o atacante placidiano completou o lance para a defesa de Marquinhos.

O Morcego respondeu no último minuto do primeiro tempo. Marcelo Brás ganhou no jogo aéreo da defesa do Tigre e testou para rede após escanteio. A torcida do morcego ainda comemorava o gol, quando aos 47 minutos, o zagueiro Leandro aproveitou falta de atenção da defesa do Morcego e completou assistência para a rede.

foto003

2 º tempo sem gols

O empate não agradava aos dois treinadores e o jogo ficou mais aberto e com oportunidades de ambos os lados. O atacante Renan Plácido teve outra boa oportunidade de gol, mas chutou sobre a meta andiraense aos 16.

O Morcego então respondeu com o volante Alex. O andiraense arriscou o chute cruzado, mas a bola passou assustando o goleiro placidiano, aos 23 minutos.

Nos dez minutos finais, o Morcego mostrou melhor futebol e criou as melhores oportunidades de gols. Aos 39 minutos, o meia andiraense Ley apareceu por trás da defesa do Plácido de Castro e testou a bola para boa defesa do goleiro Bruno. No entanto, a grande oportunidade da vitória andiraense veio aos 48 minutos, quando o meia Testinha entrou livre na defesa do Tigre e chutou em cima do goleiro Bruno.

Andirá e Plácido de Castro fecham a 1ª rodada, hoje

O Morcego chega empolgado para o jogo de estreia

Andirá e Plácido de Castro fecham neste domingo (27), às 15h30, no estádio Florestão, a primeira rodada do Campeonato Acreano/2019.

O Morcego chega para ao confronto bem empolgado. O clube nesta temporada conta com um time jovem, mas mesclado de medalhões como Marcelo Brás, Ley e Testinha, trio que fez sucesso com a camisa do Rio Branco durante muito tempo no futebol local.

O técnico morcegueiro Marquinhos Costa, outro ex-jogador do Rio Branco, fez os últimos ajustes na sua equipe durante a última sexta-feira, mas não quis adiantar a escalação para o duelo diante do Tigre do Abunã, apenas afirmando que Ley, Marcelo Brás estão entre os titulares e os demais serão anunciando momentos antes da bola rolar. Já o meia Testinha, 41 anos, participou do treino-apronto, mas poderá iniciar o duelo entre os suplentes.

Confiante numa boa estreia contra o Tigre do Abunã, o técnico Marquinhos Costa não acredita em jogo fácil neste domingo, pois o adversário, além de também ter realizado também a sua pré-temporada, contará com reforços de fora do estado.

Entre as pratas da casa do Morcego está o jovem atacante Dentinho. O atacante analisa que a chegada dos jogadores experientes como fator positivo para o fortalecimento do time andiraense nesta temporada. “São jogadores vitoriosos que passam confiança e, além disso, irão transmitir no dia a dia uma boa dose de experiência que adquiriram durante anos nos gramados”, diz Dentinho.

Tigre terá cinco desfalques

No Tigre do Abunã, o técnico Irani de Almeida reconhece que o tempo de preparação não foi ideal, mas uma das preocupações nesta estreia será mesmo com ausência de cinco jogadores que ainda não foram registrados no BID.

Nesta estreia do estadual o técnico Irani de Almeida contará com 16 jogadores à disposição: Bruno e Lucas (goleiros); Tainan, Leandro e Igor (zagueiros); Geovane, Vanderson, Layo e Lucimar Oliveira (laterais); Davi, Fabrício e Lucas Silva (volantes); Uilian e Romário (meias); Fábio Lucas e Renan Plácido (atacantes).

A respeito do jogo de estreia, Irani de Almeida não acredita em jogo fácil, mas deixou transparecer confiança na possibilidade de uma estreia vitoriosa. “Será um jogo difícil, mas não podemos perder a confiança num bom resultado”, comentou.

Atlético-AC atropela o São Francisco na estreia

Diogo e Careca comandaram avassaladora vitória celeste

classificacaoCom três gols de Diogo, dois de Careca e um de Jô, o Atlético Acreano estreou na noite desta quinta-feira (24) com o pé direito na corrida pelo título do Campeonato Acreano, ao vencer no estádio Arena da Floresta o modesto São Francisco pelo placar de meia dúzia de gols a zero.

Com a vitória conquistada nesta primeira rodada diante do São Chico, o Galo Carijó lidera o grupo “A” do estadual, juntamente com o Rio Branco. Cada clube soma três pontos ganhos, mas o time celeste leva vantagem no critério de saldo de gols.

Próximos jogos

O próximo compromisso do Atlético Acreano será no próximo dia 3 de fevereiro, às 17h30, no estádio Florestão. O adversário do Galo Carijó será o Plácido de Castro. Já o São Francisco não terá muito tempo para recuperar seus atletas, pois tem jogo agendado para o domingo (27) diante do Rio Branco, às 17h30, no estádio Florestão.

Jogo

O duelo, apesar de apresentar vitória elástica do Galo Carijó, começou bem equilibrado, com o time católico bem postado e dificultando o toque de bola da equipe atleticana.

Mesmo com dificuldades para chegar com eficiência ao gol do time católico, o Galo abriu o placar após boa assistência de Diogo para Careca. O maestro celeste recebeu e tocou na saída de Igor, aos 24 minutos.

Errando muito, o Galo pouco fez para merecer o segundo gol ainda na primeira etapa diante de um São Francisco pouco criativo e ausente no campo de ataque.

Show de gols

Sem a mesma pegada do primeiro tempo e dando muito espaço ao ataque celeste, o São Francisco não resistiu a melhor qualidade técnica do Galo Carijó.

No primeiro minuto de jogo, Diogo recebeu assistência de Careca e ampliou a vantagem celeste. O terceiro gol não demorou e, após assistência de Jô, Careca escorou a bola para rede católica, aos 4 minutos.

Na base da vontade, o São Francisco buscava diminuir a vantagem celeste, mas não tinha sucesso e, na melhor delas, a bola explodiu no travessão do goleiro Miller, aos 15 minutos

Bem melhor na partida, o Galo Carijó chegou ao quarto gol após assistência de Careca para a conclusão de Jô, aos 21 minutos.

O quinto gol do Atlético veio numa boa cobrança de falta de Diogo, aos 32. Já o sexto gol veio somente nos acréscimos, aos 46 minutos, com Diogo cobrando penalidade.

Análise do jogo

Apesar da vitória elástica, o técnico Álvaro Miguéis não ficou satisfeito com a movimentação tática apresentada pela do Atlético Acreano, principalmente na primeira parte de jogo. “Precisamos melhorar muito em vários aspectos, mas os atletas estão de parabéns pelo empenho”.

Atlético Acreano terá baixas para a estreia no Campeonato Acreano

Álvaro Miguéis vai improvisar escalação na lateral direita

O Atlético Acreano terá uma baixa importante para o jogo de estreia na disputa do Campeonato Acreano. O atacante João Falque sentiu um problema muscular e não encara o São Francisco nesta quinta-feira (24), às 18h, no estádio Arena da Floresta. O substituto poderá ser o jovem atacante Jô.

Se bastasse a ausência do comandante de ataque, o técnico o técnico Álvaro Miguéis terá ainda que improvisar um atleta na lateral direita, isso pelo fato do recém-contratado Linderman ainda não apresentar condições física ideais para a estreia. E como também não poderá contar com outros dois jogadores da posição, ambos ainda se recuperando de cirurgia no joelho, como é o caso de Weverton (esse já retornou aos treinamentos) e Januário. A tendência para o jogo de estreia contra o time católico seja pela escalação do jovem Amaral para o setor.

Nesta terça-feira (22), o Galo Carijó trabalhou no estádio municipal de Senador Guiomard, cidade do interior do Acre, a 24 km de Rio Branco. Já os últimos ajustes da equipe estão programados para essa quarta-feira (23) em local ainda indefinido.

Inserido grupo A do estadual, ao lado de Andirá, Humaitá, Independência e Rio Branco-AC, o Galo Carijó na temporada passada fechou a competição na terceira posição, atrás de Rio Branco e Galvez.

São Chico vai jogar por uma bola

O São Francisco terá parada duríssima na sua estreia do Campeonato Acreano. O clube católico vai encarar na noite desta quinta-feira (24) o Atlético Acreano. O técnico Marquinhos Gomes trabalha a equipe da estreia a mais de um mês e aposta na cautela para tentar surpreender o time celeste.

Ciente das dificuldades que o time católico terá pela frente contra o Galo, o comandante do São Chico espera muita disposição e doação de seus jogadores para almejar ao menos um empate.

Mesmo com uma equipe modesta e com pouquíssimos jogadores “badalados”, o comandante da equipe católica pede que a equipe tenha personalidade e sai para o jogo, mas não esconde que o time será bem precavido com apostando naquela “filosofia” de uma bola.

Vasco encara o Humaitá nesta quinta-feira

Vasco da Gama e Humaitá fazem na noite desta quinta-feira (24), às 20h, no estádio Arena da Floresta, o jogo de fundo do complemento da primeira rodada do Campeonato Acreano.

O time cruz-de-malta conta com um elenco mesclado de jogadores jovens e experientes para a temporada. O técnico da equipe será Edson Maria (Som), campeão estadual pelo Juventus na temporada 2009. Os atacantes \neto e Marcelo Cabeção, os volantes Maxsuel e Hulan, são algumas das vozes mais experientes do grupo.

No Humaitá, última equipe a iniciar a pré-temporada, apesar de contar com um elenco de jogadores prata da casa, como Carapanã, Juninho, Gilberto, Jojó e entre outros, terá outra leva de importados para a temporada O técnico da equipe será novamente Bruno Monteiro.

Neste jogo de estreia, o grande problema da equipe será o mesmo o pouco tempo de preparação, principalmente o aspecto tático, pois apenas no início da semana o treinador conseguiu, enfim, comandar o primeiro coletivo.

Rafael Tanque marca duas vezes e Galvez bate o Independência

O Galvez venceu neste domingo o Independência por 2 a 0 no estádio Florestão, em Rio Branco, e estreou com vitória na disputa do Campeonato Acreano 2019. A partida foi válida pela primeira rodada da competição estadual.

Os gols da vitória do Imperador foram marcados pelo atacante Rafael Tanque, que fez em cada tempo.

Com o resultado, o Galvez chegou aos três pontos e assumiu a liderança do grupo B do Estadual 2019.

Na próxima rodada, o Galvez enfrenta no dia 31 de janeiro o Humaitá na Arena da Floresta, em Rio Branco. Já o Independência recebe no mesmo dia o Náuas também na Arena da Floresta.

O jogo

O Galvez iniciou bem a partida e passou a criar as melhores oportunidades em campo. Aos 10 minutos, Adriano cobrou falta com perigo. Já o Independência buscava explorar os contra-ataques, mas sem oferecer riscos ao adversário.

Aos 39 minutos, Neném cruzou na área e Rafael Tanque bateu de primeira para abrir o placar para o Imperador.

Na volta do intervalo, o Independência começou a partida pressionando, porém, aos 13 minutos, uma torre de iluminação do estádio apagou, deixando o duelo paralisado por três minutos. O Tricolor de Aço teve boas oportunidades de empatar, porém esbarrou no goleiro Máximo que fez boas defesas. Aos 39, Rafael Tanque aproveitou o rebote do goleiro Tiago e garantiu a vitória do Galvez em sua estreia no Estadual.

Com dois a menos, Rio Branco bate o Náuas na estreia do Acreanão

O Estrelão iniciou melhor a partida e ditou as ações durante a primeira etapa. Aos 39, Alex Alcântara recebe, invade a área e finaliza no canto esquerdo para abrir o placar para o Rio Branco. Três minutos depois, Alex Alcântara teve a chance de ampliar, mas desperdiçou a oportunidade.

Na volta do intervalo, o Náuas foi o ataque. E, aos 13 minutos, Eduardo cobrou falta e acertou o ângulo do goleiro Juninho, deixando tudo igual no placar.

Após o gol, o Rio Branco voltou a pressionar o adversário, porém esbarrou na boa atuação do goleiro Leal. Aos 26 minutos, Higor Custódio entrou em campo no lugar de Geovani, porém quatro minutos depois acabou sendo expulso, deixando o Estrelão com um jogador a menos em campo. Aos 42, o zagueiro Gilson deixou o pé no jogador adversário e acabou sendo expulso, deixando o Rio Branco com dois a menos.

Mesmo em desvantagem numérica em campo, o Rio Branco seguia em busca do gol da vitória. E numa escapada, Doka Madureira passou por dois marcadores, bateu cruzado e garantiu a vitória do Estrelão, aos 46 minutos.

impedido1 web

Aos 49, o Náuas conseguiu chegar ao empate com Eduardo, porém a arbitragem assinalou impedimento na jogada.

Com o resultado, o Rio Branco soma seus primeiros três pontos no grupo A.

Na próxima rodada, o Rio Branco volta a campo no próximo domingo diante do São Francisco no estádio Florestão. Já o Náuas enfrenta no dia 31 de janeiro o Independência na Arena da Floresta.

Ficha Técnica

Rio Branco 2 x 1 Náuas

Local: estádio Florestão (em Rio Branco-AC); Data: 20/01/2019 (sábado)

Árbitro: José Pinheiro;

Assistentes: Renner Santos e Israel Sampaio; 4º árbitro: Dejailton Santos;

Gols: Alex Alcântara aos 39 do 1º tempo; Eduardo aos 13 e Doka Madureira aos 46 do 2º tempo;

Cartões amarelos: Alcione, Doka Madureira, Everton e Kinho (Rio Branco); Adriano, Eduardo, Wisley (Náuas);

Expulsões: Gilson e Higor Custódio (Rio Branco)

Rio Branco: Juninho; Flávio (Laécio), Gilson, Rafael e Ítalo; Everton, Alcione (Kinho) e Geovani (Higor Custódio); Alex Alcântara, Doka Madureira e Jefferson Kanu. Técnico: João Mota.

Náuas: Leal; Gustavo (Eduardo), Wisley, Henrique e Andrei (Castro); Dudé, Henry, Adriano e Danielson; Uesle e Pedro Madson (Maicon). Técnico: Zacarias Lopes.