Estudantes de instituto participam de expedição na APA do Lago do Amapá

Rica em biodiversidade de fauna e flora, a Área de Proteção Ambiental (APA) do Lago do Amapá, situada em Rio Branco, é um dos redutos de pesquisa acadêmica. Nesta semana, estudantes do curso de Agroecologia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre (Ifac) realizam aula prática na unidade de conservação.

Gerida pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), a APA do Lago do Amapá também atrai os amantes de atividades ao ar livre. O coletivo Travessias na Floresta, por exemplo, promove trilhas no local, a fim de proporcionar maior integração entre meio ambiente e pessoas, ao mesmo tempo em que fomenta o turismo ecológico.

Os alunos estiveram acompanhados, dos docentes do Ifac, conheceram a dinâmica da gestão da UC, sua criação, implantação e legislação. A expedição passou pelo encontro das águas dos rios Acre e Rola, onde existe a extração de areia – principal atividade econômica da APA.

A aula de campo viabilizou um passeio pela trilha da APA do Lago do Amapá, com direito a paradas para contemplação da fauna e flora. A proposta é que as observações e ponderações sobre a UC, dos alunos e professores, sejam discutidas na sala de aula.

“Estamos abertos a parcerias para fomento de pesquisas, que gerem informação tanto para as instituições quanto para a gestão da APA”, destacou a gestora da Área de Proteção Ambiental, Mirna Caniso, salientando ainda que “esses momentos nas UCs reforçam os potenciais desses territórios, como laboratório natural, influenciando na formação de mão de obra qualificada, por meio das aulas práticas.”

lago amapa02

lago amapa01