Bolsonaro acusa eleitora de falar ‘abobrinha’ e pede que ela se retire do Alvorada

O presidente Jair Bolsonaro pediu nesta quarta-feira (10) que uma eleitora se retirasse do Palácio do Alvorada e a acusou de falar “abobrinha”.

Em conversa que promove diariamente com um grupo de simpatizantes, o presidente se irritou com um comentário de uma mulher, não identificada, que o criticou sobre a condução da crise do novo coronavírus.

Ela disse que o país tem hoje 38 mil famílias de luto e que votou no presidente nas últimas eleições, mas que sente que ele traiu a população.

“Nós temos hoje aqui 38 mil mortos por causa do Covid. E realmente, não são 38 mil estatísticas, são 38 mil famílias que estão morrendo nesse momento. O senhor, como chefe da nação, eu votei no senhor, fiz campanha para o senhor, acho até que o senhor me conhece. E eu sinto que o senhor traiu a nossa população”, afirmou.

A cena foi registrada por um eleitor do presidente e publicada nas redes sociais. Para evitar o contato com a imprensa, Bolsonaro instalou um espaço para eleitores nos jardins da residência oficial, longe da portaria principal.

Contrariado com a mulher, Bolsonaro se afastou da eleitora. Ela, no entanto, continuou a criticar o presidente, que pediu para que ela se retirasse do local e cobrasse o governador de seu estado.

O presidente Jair Bolsonaro atende a apoiadores na frente do Palácio da Alvorada
O presidente Jair Bolsonaro atende a apoiadores na frente do Palácio da Alvorada – Jair Messias Bolsonaro no Facebo

“Se você quiser falar, sai daqui, que você já foi ouvida. Cobre do seu governador. Sai daqui”, disse o presidente.

Ela, no entanto, não se retirou e não desistiu de cobrar Bolsonaro. Os outros eleitores presentes no cercadinho pediram que ela ficasse calada, mas ela prosseguiu questionando.

“Está aí aquela figura falando abobrinha lá”, disse o presidente. “Vem com essa demagogia de usar uma coisa séria, os mortos. Nós respeitamos e temos compaixão do pessoal que perdeu os familiares, não interessa em qual circunstância”, acrescentou.​

No final da conversa, quando a mulher já não estava mais no local, Bolsonaro disse que o bate-boca com ela “vai ser matéria na imprensa o dia todo”.

“Essa figura que estava aqui vai ser matéria agora da imprensa o dia todo”, afirmou. “Vai ser matéria o dia todo”, acrescentou.

O Brasil registrou na terça-feira (9) 719.449 casos confirmados do coronavírus e 37.840 óbitos pela doença.​

Os dados são fruto de uma colaboração inédita entre O Estado de S. Paulo, Extra, Folha, O Globo, G1 e UOL para reunir e informar números sobre o novo coronavírus.

As informações são coletadas com as Secretarias de Saúde, e o balanço é fechado às 20h de cada dia. A doença mata mais de um brasileiro por minuto e faz mais vítimas que doenças cardíacas, câncer, acidentes de trânsito e homicídios.

Diferentemente dos demais países com grande número de casos, o Brasil ainda não começou a achatar a curva de disseminação da doença.

Na entrada do Palácio da Alvorada, o presidente criticou a OMS (Organização Mundial de Saúde) e disse que ela costuma voltar atrás em anúncios.Ele se referiu a um mal-entendido sobre a declaração de uma integrante do órgão mundial sobre a transmissão do coronavírus por assintomáticos.

“Ela disse que o pessoal assintomático não transmite. Aí voltou atrás de novo. Parece que tem algo mais grave por trás disso tudo. É quebrar os países”, afirmou.

folha

Prefeita Fernanda Hassem resgata alvorada em comemoração ao aniversário de Brasileia

Brasileia comemora hoje, terça-feira 3 de Julho, 108 anos de emancipação e história no estado do Acre, e para comemorar esse data especial a prefeitura vem realizando durante os últimos dias uma vasta programação para homenagear o município.

E para abrilhantar o dia em que o município centenário completa mais um ano, a Prefeita Fernanda Hassem juntamente com a Banda do 4º Batalhão de Infantaria e Selva – 4º BIS, realizou na madrugada desta terça-feira, 3, a Alvorada que desperta os munícipes e marca o inicio de um novo ciclo.

Com batidas alegres e musicas parabenizando o município a banda junto com a Prefeita Fernanda Hassem, o Secretário de Obras Carlinhos do Pelado, Major Lima do 7º Batalhão Especial de Fronteira, maestro Tenente Jairo, secretários municipais, moradores e equipe percorreram as ruas e avenidas do município alegrando a manhã especial do aniversário de Brasileia.

O antigo maestro da banda municipal conhecida como José Honório, Humberto Praxedes, que acordou cedo para prestigiar a alvorada falou da importância dessa atividade.

“Eu escutei os tiroteios (fogos), daí me lembrei dos tempos que nós tocávamos na banda municipal, quando andávamos pelo meio da rua acordando o pessoal, batendo… Fazendo as alvoradas como era de costume a gente fazer. Quando a banda do 4º BIS chegou apresentando aqui pra nós, foi uma alegria muito grande e um prazer a nossa Brasiléia”, ressalta emocionado Praxedes.

A alvorada teve início às 5:00 horas em frente a prefeitura passando pelas ruas Marechal Deodoro (Rua da Goiaba) passando pelo marco histórico da cidade, Olegário França, Av. José Rui Lino até a praça Valdemir Lopes e dando continuidade até os principais pontos da cidade encerrando na Av. Manoel Marinho Montes na saída da cidade com destino a Assis Brasil.

Essa é a segunda edição da Alvorada realizada pela prefeita Fernanda Hassem que aos poucos vem resgatando a cultura e a tradição de Brasileia.