Prefeita antecipa lançamento de ação contra o Aedes Aegypti em Rio Branco

A prefeita de Rio Branco, Socorro Neri, antecipou para esta segunda-feira,15, o lançamento da Ação de Combate ao Aedes Aegypti na capital – que ocorre geralmente em janeiro. A ação é desencadeada por várias secretarias municipais, liderada pelas secretarias de Saúde (SEMSA) e de Serviços Urbanos (SEMSUR). O evento foi realizado na Praça da Juventude, no Bairro Cidade Nova.

A equipe da SEMSA vai intensificar as visitas nos domicílios, fazendo orientação, detecção e eliminação de focos do mosquito. A SEMSUR vai fazer a limpeza, roço e capina das ruas e retirar o entulho dos bairros, acabando com locais de acúmulo de água, que servem como criadouros do Aedes.

O aumento de casos, de acordo com o secretário de saúde de Rio Branco, Oteniel Almeida, é comum no início do período chuvoso no Acre. Os números apontam crescimento de casos na 38 ª semana do ano, com relação ao mesmo período do ano passado: em 2017, foram registrados 11 casos suspeitos da doença e este ano, foram 32.

O objetivo da ação, de acordo com a prefeita Socorro Neri, é evitar que haja um surto de dengue e outras doenças. Ela afirma que “o poder público faz sua parte e cabe também à população auxiliar no combate à doença. Mais de 90% dos focos são encontrados nos domicílios. Vamos limpar os bairros e as equipes de saúde vão de casa em casa, mas é preciso que a população se mobilize para evitar que membros das famílias sejam acometidas pela dengue Zika e da Febre Chikungunya”. Além das residências, comércios e órgãos públicos também serão visitados e inspecionados. O objetivo é evitar que haja aumento no número de casos de doenças causadas pelo Aedes, como a dengue, zika e chincungunya.

Socorro Neri anunciou ainda a contratação de 43 novos Agentes de Endemias e servidores de outros setores – aprovados em Concurso Público, para reforçar o combate ao mosquito. Ela pediu o empenho máximo das equipes que estrarão nas ruas. “Entre as prioridades da gestão, está o combate às doenças causadas pelo Ades. Conto com vocês para venceremos mais essa etapa de combater ao Aedes”.

{gallery}fotos/2018/10-outubro/16102018/galeria_lancamento:::0:0{/gallery}

Mutirão

A EMURB vai iniciar o mutirão de limpeza simultaneamente nos bairros com maior índice de infestação: Universitário I, II e III, Custódio Freire, Vitória, 15 e Triângulo Velho. Em seguida o trabalho se estenderá para as demais localidades. Nestes mesmos bairros, os agentes de endemias atuarão abordando os moradores com distribuição de panfletos, repassando de orientações e realizando inspeção nas residências.

As medidas de controle empregadas buscam reduzir e controlar a densidade do vetor no município através da eliminação e tratamento dos criadouros domiciliares, implementadas pela divulgação de informações sobre a doença e suas medidas de prevenção, no intuito de conscientizar a população para que participe efetivamente do combate ao vetor em seus ambientes domiciliares.

Números

SEMSA terá 120 agentes de endemias, número que será reforçado com a contratação de mais 30 agentes de endemias e 13 servidores de outras áreas da saúde, aprovados em Concurso Público.

SEMSUR E EMURB terão 25 equipamentos no mutirão de combate ao Aedes.

SEMSUR contará com 80 homens atuando no mutirão de limpeza dos bairros.