“Sou voto vencido e esta Câmara insiste em acreditar na “magia” do prefeito Tião Bocalom”, diz vereadora Michelle Melo

“Precisamos representar o povo. Sou voto vencido e esta casa insiste em acreditar na “mágica” do prefeito Tião Bocalom. Então, por ser voto vencido por uma Câmara que acredita na magia de consertar o transporte público com esse Projeto de Lei, votarei pensando unicamente naqueles que não tem o seu salário”, disse a vereadora Michelle Melo (PDT), na sessão desta quinta-feira, 07.


Durante a sessão, os vereadores decidiram se aconteceria ou não a votação do Projeto de Lei que institui a concessão no Município de Rio Branco de subsídio tarifário temporário ao Transporte Público Coletivo Urbano ainda nesta quinta-feira.


Em seguida, aconteceu a votação do PL do subsídio tarifário temporário ao Transporte Público Coletivo Urbano, onde a parlamentar votou contra e os votos totalizaram em 12×1, aprovando o Projeto, sendo o único não a favor da vereadora Michelle Melo.


“Todas as vezes que um usuário do transporte público questionar algo, eu direi a ele quem são os responsáveis pela não melhoria do transporte. O fato é que a população continuará sofrendo e não haverá melhoria nenhuma no transporte público”, enfatizou a vereadora.