SENAI/AC realiza curso de atualização para eletricistas da Eletrobras/Energisa

Por meio da Escola SENAI Cel. Auton Furtado, o SENAI/AC está realizando um curso de Eletricista de Redes de Distribuição de Média e Baixa Tensão, com 260 horas de duração, objetivando qualificar uma equipe de 80 eletricistas da Eletrobras/Energisa. De acordo com o instrutor Francisco Flávio Palácio, a experiência está sendo de grande proveito para atualizar os colaboradores que atuam na manutenção das estruturas de redes elétricas, observando as normas e procedimentos técnicos orientados pela empresa.

“Estudamos os procedimentos de execução, normas de distribuição, e também normas de linha convencional. Todo o passo a passo da área e, daqui para frente, as ações da nova empresa. A maioria aqui já foi aluno do SENAI e é uma honra tê-los na casa mais uma vez”, observou o instrutor.

Formada em serviço social, a eletricista Antoniela Marques Gomes Costa decidiu, ainda que por acaso, seguir os passos do pai e dos irmãos, que foram alunos do SENAI/AC na mesma área. “Eu era assistente administrativa na empresa, e, antes de me formar, vi a oportunidade de melhoria no concurso para eletricista da Eletrobras. Fui aprovada e, então, os caminhos da vida me trouxeram para cá. Não foi nada planejado”, relata. “O curso está sendo maravilhoso. É muito conhecimento sendo transmitido e muito intenso. Além disso, também há a troca de experiências com os colegas, que nos enriquece ainda mais”.

Para Jandson dos Reis Sena, que há dois anos está na profissão, esta é uma grande oportunidade que o SENAI e a empresa lhes deram. “As pessoas pensam que momento de crise é ruim, mas precisamos olhar além. Precisamos querer aprender e querer crescer. A gente está tendo essa oportunidade dentro da empresa, de fazê-la crescer para gerar mais empregos. E o SENAI está oportunizando isso, trazendo muitos cursos de qualificação. Isso é muito importante para a gente”, agradece.

O diretor regional do SENAI, João César Dotto, explica que a parceria com a empresa não é apenas pontual, mas em âmbito nacional. Ele reitera que o compromisso da instituição é com a qualidade dos serviços prestados em educação. “Atuamos na área de educação profissional há 73 anos. O aprendizado não para nunca. Torço para que continuemos juntos por muito tempo, porque é bom não apenas para nós, mas para a comunidade”, finalizou.