Connect with us

Cultura

Selecionado pelo Sesc, espetáculo acreano ‘Fiandeiro de Tempos’ circula por 9 estados da Amazônia Legal

Published

on

Selecionado para integrar a mostra Sesc Amazônia das Artes em 2023, o monólogo acreano “Fiandeiro de Tempos” passará por nove estados da Amazônia Legal e pelo Piauí, durante os meses de maio e agosto. O cruzeirense Victor Onofre é o artista responsável pela idealização, pesquisa, direção e atuação do espetáculo que se inspira na vida de ribeirinhos do nosso estado.

O projeto, do Coletivo Iluminar, estreou em dezembro de 2021, na Usina de Arte João Donato, em Rio Branco e agora irá representar o estado na mostra. “É um privilégio! Porque o Acre, de certa maneira, é esquecido pelo restante do país. Está sendo uma emoção muito grande poder representar meu estado, contando uma história daqui e que representa inúmeras pessoas”, comemora Victor.

“Fiandeiro de Tempos” é uma peça que valoriza a memória e o patrimônio imaterial do Acre ao trazer para o palco personagens inspirados em homens e famílias ribeirinhas do interior do estado. Em cena, Victor compartilha a cultura daqueles que encontram na floresta tudo o que precisam para viver, do alimento à fé.

Para tal concepção, o artista revisitou suas histórias de infância, mas também partiu para os seringais do interior, onde pode vivenciar e pesquisar a fundo àquele cotidiano. Foi pelos seringais e comunidades do Rio Murú, no Jordão, Serra do Môa, em Mâncio Lima e pela comunidade do Crôa, em Cruzeiro do Sul que ele conheceu figuras que lhe trouxeram diferentes percepções sobre a vida e o tempo.

“O que a gente está querendo mesmo é poder mostrar a cultura, fazer esse resgate do patrimônio imaterial e poder mostrar esse arquétipo, dessa pessoa que mora só, isolada, mas que fia seu caminho faz a sua história. É um personagem da vida real que não existe só na Amazônia, existe em todo o Brasil, todo o mundo”, destaca o artista.

Advertisement

Além do ator, estão em cena a cantora Maria Saliza e o violinista Marcos Casas, que fazem a trilha sonora toda ao vivo. A iluminação é por conta de Luiz Rabicó. Victor ressalta que o coletivo está em busca de apoiadores que queiram ajudar a levar o nome do Acre por meio da cultural.

O Sesc Amazônia das Artes é uma rede de intercâmbio das artes e da cultura que busca visibilizar o cenário cultural da Amazônia Legal e do Piauí. Realizado em formato de mostras, o projeto oferece acesso a produtos culturais de forma gratuita, com apresentações e capacitação em diferentes áreas artísticas como Artes Cênicas, Música, Teatro, Circo, Dança, Audiovisual, Literatura e Artes Visuais.

“Ainda bem que o Sesc é um grande fomentador da cultura do país, é uma honra poder estar trabalhando com esse setor da cultura. O Sesc tem valorizado, incentivado e confiado bastante nas produções regionais, isso é muito importante!” destaca o acreano.

Vale destacar que o primeiro dia do espetáculo “Fiandeiro de Tempos” na mostra Sesc Amazônia das Artes é no Acre. A peça terá apresentação gratuita no dia 8 de maio, no Teatro do Sesc, em Rio Branco. Confira abaixo a programação completa.

Maio

Advertisement

08 de Maio – Acre

10 de Maio – Maranhão

12 de Maio – Rondônia

14 de Maio – Tocantins

Agosto

Advertisement

09 de Agosto – Roraima

11 de Agosto – Amazonas

13 de Agosto – Amapá

15 de Agosto – Piauí

17 de Agosto – Mato Grosso

Advertisement

Ficha técnica

Direção, Pesquisa e Atuação: Victor Onofre

Codireção: Arnaldo Lima

Texto: Quilrio Farias, Victor Onofre e Dino Lambada

Dramaturgia: Quilrio Farias

Advertisement

Colaboradores na dramaturgia: Victor Onofre e Dino Lambada

Preparador físico: Jhon Gomes

Direção fotógrafica e Designer gráfico: Marcos Antônio

Direção de arte: Jaqueline Chagas e Dino Camilo

Produção Executiva: Junior Uchoa

Advertisement

Produção Geral: Victor Onofre

Assistente de produção e cenógrafo: Luca Lima

Trilha sonora e criação musical: Marcos Casas, Quilrio Farias, Mara Mattero e Maria Saliza

Voz: Maria Saliza

Iluminação: Luiz Rabicó

Advertisement

Assessoria de mídia e imprensa: Eldérico Silva.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *