Segurança Pública do Acre considera Carnaval 2017 o mais tranquilo

O secretário de segurança do Estado, Emylson Farias, divulgou na manhã da última quinta-feira, 2, o balanço durante o Carnaval 2017. Foram 45 ocorrências registradas em todo o estado, uma redução de 75% se comparado ao ano passado, que foram registradas 199 ocorrências.

Durante a quina carnavalesca, as forças de segurança conduziram 78 pessoas a delegacia. Uma média de três conduções por noite em cada município do Acre. Das ocorrências as principais foram: 28 vias de fato, três em posse de arma branca, nove por tráfico de drogas, 13 ocorrências envolvendo menores, quatro por desobediências.

Para garantir a segurança da população mais de 200 militares estiveram nas ruas.

De acordo com o secretário a descentralização do carnaval faz com que as lideranças de bairros acompanhem as festas no seu bairro conhecendo quem está para brincar em família e que foge dessa característica.
“Quem saiu de casa para brincar carnaval nos bairros, teve um carnaval tranquilo e seguro. Tivemos uma redução significativa de roubos, furtos. Aconteceram execuções e esta é nossa maior preocupação”, afirma Farias.

O coronel da Polícia Militar, Júlio Cesar, informou que, ao todo, o Centro Integrado de Operações de Segurança pública recebe mais de 600 chamadas por dia. No entanto de diversas naturezas que não estavam ligadas ao evento carnavalesco.

Ainda de acordo com Emylson Farias para cuidar dos casos de execuções foi montado um grupo orgânico e organizado entre policiais civis e militares. “Há dias estamos realizando estudos sobre as execuções para que junto ao Ministério público e o Poder Judiciário possamos fazer pedidos de prisões e buscas com maior celeridade”, disse.