Segunda Opinião: José Adriano garante que Reforma da Previdência é fundamental para a retomada da economia

Por Tião Vitor

O Segunda Opinião de hoje traz entrevista com o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Acre (Fieac), José Adriano. Ele falou sobre a Reforma da Previdência e sobre as manifestações contrárias a esta ocorridas na sexta-feira em todo o País. Também comentou sobre a importância do Sistema S, composto por nove instituições.

Adriano considera a Reforma da Previdência fundamental a retomada da economia. Ele disse entender como legítimas as manifestações dos sindicatos e demais entidades de classe ocorridas na sexta-feira, 14, mas tem convicção de que a Previdência precisa ser reformada, melhorada e rediscutida.

“Isso já deveria ter acontecido há, no mínimo, uns 20 anos. Se assim tivesse ocorrido, hoje não teríamos a pressa para resolvermos tudo em uma única sessão, em um único texto, mas não houve interesse de governos anteriores. Houveram, pontualmente, algumas alterações que não deram o retorno necessário”, disse José Adriano.

O presidente da Fieac diz que há pontos polêmicos no atual texto da reforma, com é o caso do Benefício de Prestação Continuada (BPC) que pode ser reduzido de um salário mínimo para R$ 400, entre outros. Contudo, argumenta que questões como essa podem ser negociadas através da discussão entre Parlamento, Executivo e sociedade civil organizada.

Sobre o Sistema S, Adriano falou sobre os ataques recebe constantemente, com tentativa de retirada ou redução de recursos. Ele acredita que isso ocorre por falta de conhecimento, principalmente, por parte de alguns parlamentares que não entendem a importância dessas instituições para a formação profissional, bem-como para com as questões de cunho social.

“Nós estamos em um momento muito importante aqui no Acre. Estamos reformando e ampliando todas as nossas unidades físicas. Adequando-as para atender o que a legislação exige nos temos de acessibilidade, também a parte de conforto térmico e acústico, para dar maiores condições para os alunos das nossas unidades.”

José Adriano também trouxe uma boa notícia para os alunos das escolas do Sesi. Segundo ele, a instituição se prepara para implantar o ensino médio já a partir dos próximos anos.

Por fim, o presidente da Fieac comentou sobre a participação de sua instituição na Expoacre deste ano. A instituições ligadas à Fiac estarão presentes no evento que é a maior vitrine dos principais setores da economia do Estado, indústria, comércio, agronegócio, entre outros.