Seacom da Ufac será online pela primeira vez devido o isolamento social

GUILHERME LIMES

Com o isolamento social provocado pela pandemia do novo coronavírus, a 9ª edição da Semana Acadêmica de Comunicação (Seacom) da Universidade Federal do Acre (Ufac) irá acontecer, pela primeira vez, virtualmente. O evento será transmitido do dia 10 a 12 de agostoàs 16H (18H, horário de Brasília), e conta com o debate de três mesas-redondas. A organização está sendo efetuada pelas docentes do curso de Jornalismo da Ufac, Francielle Modesto e Tatyana Lima, e conta com o apoio de professores e estudantes da graduação.

Reprodução: Instagram da Seacom /@seacom.ufac

A temática desta edição se chama “Ensino, pesquisa e extensão em Jornalismo: Resistência em tempos de crise”, e conta com a presença de seis pesquisadores da área da comunicação para tratar sobre mesas que serão discutidas durante as transmissões online. E em breve a organização estará realizando a divulgação do canal, da plataforma virtual do YouTube, onde serão executados os debates.

A Seacom também irá efetuar a emissão de certificados para os participantes de casa mesa-redonda. Assim, o chat da transmissão vai disponibilizar um link para inscrição de um formulário contado com o preenchimento de dados pessoais. Como nome completo e CPF.

Mesas-redondas

A mesa de abertura, no dia 10 de agosto, contará com a presença dos pesquisadores da Universidade Federal do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), Guilherme Sfredo Miorando e Christian Gonzatti. E irão debater sobre “Cultura Pop: Ativismo e Resistência” com a mediação da jornalista Emanuelly Silva Falqueto e o estudante de jornalismo da Ufac, Renato Menezes.

Reprodução: Instagram da Seacom/@seacom.ufac

No dia 11, os docentes do curso de jornalismo da Ufac, Francisco Aquinei Timóteo Queirós e Fernanda Salvo, estarão participam da mesa-redonda “Pesquisa em comunicação: Narrativas da diferença e jornalismo contra-hegemônico”. Mediada pelo professor de jornalismo, Wagner Costa, e o vice-presidente do centro acadêmico de jornalismo, Guilherme Limes, da Ufac.

Reprodução: Instagram da Seacom/@seacom.ufac

No dia 12, as pesquisadoras Fabiana Moraes (da Universidade Federal de Pernambuco) e Márcia Veiga (Unisinos) debatem sobre “Racismo e sexismo epistêmico: Práticas jornalísticas e resistências” com a mediação da docente, Fernanda Salvo, e a estudante, Hellen Lirtêz, da Ufac.

Reprodução: Instagram da Seacom/@seacom.ufac

Para mais informações acerca do evento, basta acessar o seguinte link (https://bit.ly/2B6AiGP), as páginas no Facebook (https://bit.ly/2Wr8554) ou Instagram (https://bit.ly/2CG2LUk)