Sarampo, meningite, gripe, pólio e caxumba

São algumas doenças que em pleno século 21 ainda causam sequelas e em muitos casos, óbitos. É de se espantar mesmo, visto que para cada uma dessas doenças existe a respectiva vacina que poderia salvar inúmeras vidas.

Com o advento da tecnologia e toda a informação ao nosso alcance, ainda há pessoas desinformadas sobre a eficácia e proteção que só as vacinas podem oferecer. O fenômeno das Fake News tem sua responsabilidade sobre a resistência das famílias em se imunizar.

A cada nova campanha de vacinação dá pra perceber o esforço de esclarecer sobre os benefícios advindos da imunização e conscientização da população em todo o território nacional. Medidas como essas são mais que necessárias, são urgentes!

A irresponsabilidade e falta de cidadania dos adversos das vacinas foi o grande motivo para o ressurgimento do sarampo em países europeus e nos Estados Unidos. Doença viral imunoprevenível já aos 12 meses de idade, muitos desses pais desinformados não vacinaram seus filhos e viram os mesmos padecerem perante essa enfermidade tão desagradável e perigosa: foram 117 mil mortes em 2017 por sarampo no mundo, principalmente em crianças menos de 5 anos.

Será que o Brasil e o Acre precisarão passar por situações como essa? O futuro pode ser mudado apenas com uma ação realizada agora.