Polícia Militar e polícia boliviana agem juntas e prendem foragido na fronteira

Na madrugada desta sexta-feira, 27, uma equipe da Companhia de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (RAIO) da Polícia Militar do Acre (PMAC) e militares da Polícia Boliviana conseguiram prender dois indivíduos que estavam foragidos da justiça. A ocorrência se deu nas proximidades da ponte Wilson Pinheiro.

Uma guarnição que fazia o patrulhamento na área avistou os dois homens trafegando sem capacete na motocicleta marca Kingo, de cor vermelha, sem placa. Após dar voz de parada, os indivíduos iniciaram fuga e foram acompanhados pelos policiais até que perderam o controle da moto e caíram próximo ao Porto do Kaubi.

Um deles, de nacionalidade boliviana, foi detido pela guarnição e o outro correu em direção às margens do rio Acre e, mais a frente, voltou-se contra os policiais, efetuando disparos. Após atravessar o rio, os policiais da Bolívia, ao perceberem a movimentação, iniciaram buscas.

Após alguns minutos, um policial boliviano se deslocou até a ponte e informou que o fugitivo, que se tratava de um brasileiro, havia sido preso e estava lesionado em uma das pernas e que, por esse motivo, seria conduzido para o Hospital “Roberto Galindo”, no lado boliviano.

O boliviano preso pela guarnição da PMAC, que possui ficha criminal na Bolívia por roubo e receptação e havia saído há poucos dias do presídio daquele país, foi encaminhado para a delegacia de Brasileia. O brasileiro detido no país vizinho seria membro de uma organização criminosa e possui diversas passagens por crimes cometidos em ambos os países, dos quais estava foragido.