Polícia Civil investiga possibilidade da participação de servidores do Deracre em assalto

O assaltou ao Departamento Estadual de Estradas de Rodagem do Acre (Deracre), que culminou no roubo de três caminhonetes, está sendo investigado pela Polícia Civil. A possível participação de servidores do órgão não foi descartada e está sendo investigada.

Para a polícia, o fato de os veículos roubados terem sido justamente os que estavam sem monitoramento chama muita atenção. “Eles [criminosos] sabiam demais, o que não é comum numa situação normal”, afirmou um dos investigados ao site AC 24 Horas.

Os veículos roubados haviam sido alugados recentemente, eram da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), e não possuíam sistema de GPS. Segundo as vítimas sequestradas, durante o assalto, o bando era formado por 10 criminosos. A polícia observa que os criminosos tiveram facilidade para realizar a fuga.

Até o momento, a Polícia Civil ouviu apenas os servidores feitos de reféns no assalto. Contudo, o delegado responsável pelo caso já possui uma lista de servidores que vão prestar depoimento na Delegacia de Combate de Roubo e Extorsões (DCORE).