PM prende trio que navegava para Boca do Acre com 3,6 kg de drogas

O cerco ao tráfico de droga se fecha cada dia mais com ações constantes da Polícia Militar do Amazonas, em Boca do Acre. Com dificuldades de trazer a mercadoria ilegal pela via rodoviária, através da BR-317, os traficantes inovaram e começaram a transportar maconha, cocaína e outros produtos do tráfico, através do modal hidroviário, em pequenas embarcações, pelo Rio Acre.

Para ilustrar o trabalho insistente de repressão ao tráfico, uma grande e bem sucedida operação da PM, ocorrida na madrugada desta sexta-feira (21) e chefiada pelo comandante Bruno Almeida, impediu que mais de 100 mil reais em entorpecentes fossem distribuídos na cidade. A porta de entrada seria o porto de Boca do Acre, situado no rio Acre.

Depois que o trabalho de inteligência da Polícia Militar foi realizado e toda a logística dos traficantes descoberta, iniciou-se o patrulhamento de rotina em um dos mananciais que margeia Boca do Acre, e durante os trabalhos, os policiais se depararam com um trio, que navegava em uma pequena embarcação.

Já sabendo da existência do transporte de drogas através do rio, os militares abordaram os suspeitos e durante a inspeção, encontraram nada menos do que 2,6 kg de pasta à base de cocaína, distribuído em 299 pacotes. Além da cocaína, os policiais também apreenderam um embarrado de maconha pesando 1 kg.

“Logramos êxito e mais uma vez demos prejuízo para o tráfico”, ressalto Bruno Almeida, que ainda destacou, que segundo informações recebidas por ele, “a droga seria para a abastecer toda a cidade”.

A PM informou que os transportadores da droga presos em flagrante, são maiores de idade e com passagem pela polícia.O trio foi apresentado na Delegacia de Polícia Civil de Boca do Acre, para os procedimentos judiciários.