PM do Acre participa do I Encontro Nacional de Profissionais de Operações Especiais no Mato Grosso do Sul

Sete policiais militares capacitados no Curso de Operações Especiais (Coesp), popularmente conhecido como “Caveira”, participam do primeiro encontro entre agentes formados em ações especiais do Brasil. O evento que ocorre na cidade de Corumbá, situada no Pantanal sul-mato-grossense, reunirá vários profissionais que atuam em unidades militares especializadas no Brasil e no Mundo.

A finalidade da reunião entre os “Caveiras” é apresentar e promover discussões críticas e embasadas sobre assuntos relacionados à comunidade de Operações Especiais, como também aprimorar técnicas relativas ao combate à criminalidade.

Comando de Operações Especiais da PMAC

Hoje, o Batalhão de Operações Especiais (Bope) conta com 11 “Caveiras”, entre oficiais e praças, na corporação. Todos, preparados para atuar em ações especiais de polícia.

O treinamento ao qual foram submetidos durante o Curso de Operações Especiais é similar ao das principais tropas que atuam na mesma modalidade de combate ao crime, tanto no Brasil como no mundo e tornam-se imprescindíveis para que o policial, bem treinado e plenamente imbuído do seu dever, possa fazer frente a um evento de graves consequências.