Parceria entre prefeitura e governo deve fortalecer ainda mais produção de grãos em Senador Guiomard

Na tarde desta sexta-feira, 5, o vice-prefeito de Senador Guiomard, Ney do Miltão, acompanhado do diretor técnico do escritório da Secretaria de Estado de Produção e Agronegócio (Sepa), Edex Martins e do secretário Municipal de Produção e Agricultura, Gleison Lopes, esteve numa área de produção de milho, no Projeto de Assentamento Baixa Verde.

A vila fica há 22 quilômetros da zona urbana de Senador Guiomard. Composta por 12 hectares, a área compõe o conjunto de terras responsável por ter feito o Quinari o maior produtor de grãos do Acre, em 2020.

“Graças a esse novo olhar dado pelo governo do Estado, de incentivar a agricultura e estar próximo ao produtor, fomos o campeão em produção de grãos. E agora em parceria com a Prefeitura teremos condições de fazer muito mais”, disse Edex.

O Baixa Verde é o Projeto de Assentamento mais produtivo de Senador Guiomard. Gleison Lopes explica que a capacidade de produção do local é de 130 sacas por hectare. “Essa parceria entre estado e município tem sido primordial ao sucesso dos nossos produtores, ainda que a gente esteja no começo da gestão. Sabemos do potencial da nossa cidade, especialmente na produção de grãos e estaremos juntos dando suporte e incentivando o homem do campo”.

O vice-prefeito garantiu que a gestão municipal já está trabalhando no mapeamento de todo setor produtivo. “Senador Guiomard é um município que produz muito e com qualidade. Estamos mapeando todas as nossas cadeias e desde o início temos como prioridade fortalecer essa parceria com o governo do Estado”, frisou.

Atualmente, Prefeitura e Governo trabalham juntos no suporte ao transporte dos grãos e também com um trator na área, para ajudar na produção. Prioridade na gestão da prefeita, Rosana Gomes, a agricultura familiar deve ganhar ainda mais destaque é incentivo. “Desde que assumi, diante das condições que encontrei, vi que não conseguiria atender a demanda do setor produtivo sozinha, a Prefeitura não dispunha de condições de maquinário e pessoal. Me sinto honrada pela confiança que os produtores depositam em mim. No que depender de mim, essas parcerias serão maiores ainda”, declarou. (Assessoria)