Padre Máximo Lombardi deixa Catedral para assumir paróquia na Cidade do Povo

O padre Mássimo Lombardi, responsável pela administração da Catedral Nossa Senhora de Nazaré, repassou ontem a função ao colega, Manuel Monte, em cerimônia o salão paroquial da Catedral, com a presença de centenas de fiéis. Ele deixa a Catedral para assumir a liderança da paróquia da Cidade do Povo.

“Vamos nos unir aos nossos obreiros que já fazem o bonito trabalho da evangelização na Cidade do Povo, numa nova empreitada rumo à disseminação do legado do Cristo”, afirmou Mássimo Lombardi, logo após a missa dominical.

Na ocasião, ele transmitiu o cargo ao padre Monte, que deverá assumir os trabalhos na Catedral.

Conhecido por incentivar a união entre católicos e pessoas de outras denominações, sobretudo, evangélicos, Mássimo Lombardi deixa o principal núcleo da Igreja Católica, para assumir a missão de fortalecer o trabalho cristão no maior conjunto habitacional da região norte, com cerca de 20 mil residências.

Recentemente, Mássimo Lombardi defendeu que o feriado do Dia do Católico poderia ser substituído pelo Dia do Ecumenismo. Dessa maneira, segundo ele, todas as religiões seriam representadas.

“Sou um padre que luta pelo ecumenismo. Se for assim, daqui a pouco teremos também o dia do espiritismo, umbandistas e candomblé. Mas, para mim, o Dia do Ecumenismo seria mais interessante e uma bela iniciativa. Outra coisa, as pessoas precisam trabalhar, é feriadão de quinta à segunda-feira. É feriado nacional, estadual, municipal, tem que diminuir isso e colocar tudo no domingo”, disse recentemente ao site G1AC.