Operação da PF prende suspeito de ato golpista em Rondônia

Ao menos três pessoas armadas e encapuzadas teriam incendiado um ônibus na cidade de Jaru, em Rondônia, no dia 12 de dezembro de 2022

Uma pessoa foi presa nesta quinta-feira (7), em Rondônia, durante a operação Ponto de Fusão da PF (Polícia Federal). As autoridades investigam uma tentativa de ataque a um ônibus próximo à cidade de Jaru, em dezembro de 2022. O veículo teria sido queimado em protesto contra a eleição do presidente Lula (PT).

O suspeito foi preso em flagrante por posse irregular de arma de fogo, segundo a PF. Munições também foram apreendidas.

Foram cumpridos também sete mandados de busca e apreensão. A operação aconteceu nos municípios de Teixeirópolis, Nova União e Ouro Preto do Oeste.

(Foto: jaruonline.com.br)

Ao menos três pessoas teriam forçado a parada do ônibus, com uso de arma de fogo e de capuzes, no dia 12 de dezembro de 2022, próximo à cidade de Jaru.

O grupo obrigou o motorista e os passageiros a descerem do veículo. A intenção, segundo a PF, era incendiar o ônibus, o que não foi feito porque os suspeitos fugiram quando viram uma viatura da Polícia Militar se aproximar. Um deles foi perseguido e preso ao tentar fugir pela mata.

Os investigados podem responder pelos crimes de golpe de estado, resistência e porte ilegal de arma de fogo.