Connect with us

Cotidiano

No Dia Internacional dos Museus, Acre celebra reforma de 21 espaços culturais

Valorização de equipamentos de cultura, patrimônio, memória, identidade e leitura. No Dia Internacional dos Museus, celebrado neste 18 de maio, o Acre comemora a reforma e revitalização de 21 espaços de cultura nos municípios de Rio Branco, Xapuri, Cruzeiro do Sul, Brasileia, Epitaciolândia, Sena Madureira e Tarauacá.

Published

on

Valorização de equipamentos de cultura, patrimônio, memória, identidade e leitura. No Dia Internacional dos Museus, celebrado neste 18 de maio, o Acre comemora a reforma e revitalização de 21 espaços de cultura nos municípios de Rio Branco, Xapuri, Cruzeiro do Sul, Brasileia, Epitaciolândia, Sena Madureira e Tarauacá.

O projeto é fruto de esforços do governo do Estado, por meio da Fundação Elias Mansour (FEM), que buscou parcerias e investimentos externos para que, de forma eficaz, consiga proporcionar melhorias na estrutura física destes espaços, oferecendo ambiente adequado ao desenvolvimento de atividades artísticas e culturais.

Seguindo esse propósito, serão investidos quase R$ 2,9 milhões na reforma e aquisição de mobiliários e equipamentos para o Museu da Borracha e Palácio Rio Branco, além da revitalização da exposição artística do local. Já a Escola de Música do Acre receberá um novo muro. O recurso para estes fins é proveniente de operações de crédito junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Já para os outros 18 espaços, o investimento chega a mais de R$ 12,5 milhões, destinados à construção da Sede do Departamento de Patrimônio Histórico e Cultural, e, ainda, para aquisição de mobiliários, equipamentos e reforma dos espaços. A soma foi angariada por meio de ações do Programa de Saneamento Ambiental e Inclusão Socioeconômica do Acre (Proser), junto ao Banco Internacional para a Reconstrução e Desenvolvimento (Bird).

“O Proser é uma operação de crédito que resulta de um aprimoramento da operação do Programa de Inclusão Social e Desenvolvimento Econômico Sustentável do Estado do Acre (ProAcre), e dos bons índices alcançados pelo Estado na gestão de recursos. É uma operação dinâmica, inovadora e que o banco monitora com muita propriedade e cuidado”, destaca a diretora-presidente da FEM, Karla Martins.

Advertisement
Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *