Medida de segurança: Deracre realiza retirada de balseiros de pontes da capital

A intensidade de chuvas sobre as cabeceiras do Rio Acre provoca o acúmulo de entulhos e pedaços de madeira que estavam às margens do manancial nas principais pontes e passarelas que cortam a área urbana de Rio Branco.

Com o objetivo de evitar qualquer tipo de danos a essas estruturas, técnicos do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem do Acre (Deracre) realizam a retidas de troncos e galhos de árvores.

“O intuito destas atividades é resguardar o fluxo de navegação no rio e refutar qualquer peso excessivo nas pilastras das pontes da capital, assim como na ponte do Riozinho do Rola, que é o principal afluente do Rio Acre”, destaca o diretor de operações em exercício do Deracre André Mansour.

O gestor informa que esse trabalho é realizado desde o início do período de inverno, em ações que contam com a parceria do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil do Acre. Centenas de metros cúbicos de balseiros já foram retiradas das colunas das pontes.

“O volume de entulhos aumenta a cada subida da lâmina d’água, por isso as equipes técnicas estão em alerta, trabalhando nos três períodos para realizar a remoção desses balseiros”, diz.