Connect with us

Política

Líder de Bocalom vai se filiar ao PL e diz que gostaria de ter o prefeito como colega de partido

Published

on

O líder do prefeito Tião Bocalom (PP) na Câmara dos Vereadores de Rio Branco, João Marcus Luz, anunciou, nesta terça-feira, 24, que vai se filiar ao PL, partido do ex-presidente Jair Bolsonaro. Ele deixou o MDB em julho após a filiação do ex-petista Marcus Alexandre, escolhido pela legenda como seu pré-candidato à prefeitura.

No momento, Bocalom enfrenta um processo de escanteamento dentro do próprio partido, que ignorou a candidatura natural do prefeito à reeleição e lançou, semanas atrás, a pré-candidatura de Alysson Bestene. O gestor corre ainda o risco de ser expulso do PP.

Questionado pela reportagem se gostaria de ter Bocalom como colega de PL, João Marcus Luz respondeu que sim. O partido de Bolsonaro, comandado no Acre por João Paulo Bittar, filho do senador Márcio Bittar (União Brasil), vem cortejando o prefeito sempre que pode.

Nesta segunda, 23, durante lançamento do Programa Recomeço, que vai doar móveis e eletrodomésticos para famílias que perderam seus bens durante a última alagação, João Paulo afirmou que o PL está de portas abertas para Bocalom.

O senador Márcio Bittar, mesmo estando em outro partido, também tem reforçado o convite para a filiação do prefeito ao partido de seu filho.

Advertisement

Questionada pela reportagem se há tratativas para uma futura filiação, a assessoria de Bocalom afirmou que o prefeito seguirá no PP até onde for possível e que as definições de candidaturas só acontecerão no ano que vem, durante as convenções, conforme prevê a legislação eleitoral.

com informações do site agazetadoacre

Continue Reading