Leva 18 facadas do ex-marido por causa do fim do relacionamento

Uma mulher levou 18 facadas do ex-marido, na manhã deste sábado (18) quando saía do trabalho, em um motel, no município de Brasileia, distante 232 quilômetros de Rio Branco, segundo informou o sargento do Corpo de Bombeiros que atendeu a ocorrência, Agenário Rebouças. Ele diz que quando o socorro chegou ao local, a vítima estava consciente e gritava pedindo para que não a deixassem morrer. A faca usada pelo criminoso ficou cravada no ombro da vítima. Ele está foragido.

Ao G1, a direção do hospital de Brasileia informou que a vítima teve um dos pulmões perfurados e perdeu muito sangue. A mulher foi encaminhada para o Pronto Socorro de Rio Branco em estado grave.

Conforme a Polícia Civil, a irmã do agressor relatou que ele já havia agredido a ex-mulher outras vezes e recentemente foi preso pelo crime e encaminhado para o presídio Francisco d’Olivera Conde, em Rio Branco. A familiar contou ainda que o irmão vivia na capital acreana e deixou uma outra companheira para morar com a vítima.

Porém, a mulher terminou o relacionamento e o término não foi aceito pelo agressor. O homem permanece foragido.

“Quando ela saiu do motel ele já estava esperando ela e atacou. Tudo ocorreu bem em frente ao local, no meio da rua. A família relatou que ela tinha denunciado o ex, registrado um boletim. Segundo eles, depois disso ele prometeu que iria matar ela. Ela gritava muito, dizia que não queria morrer”, conta o sargento.

O bombeiro diz ainda que a maior parte dos golpes atingiu as costas da vítima, mas outras partes do corpo como pescoço, maxilar, braços e tórax também foram atingidos.

A mulher foi encaminhada para o hospital onde foi atendida e teve os ferimentos suturados. “A polícia estava fazendo buscas pelo agressor, pois ele fugiu em seguida”, relata.