Galo precisa fazer gols e não levar

Goleiro Ruan pode ser peça chave no acesso do Atlético-AC

O Atlético Acreano faz nesta segunda-feira (72), às 19h, no estádio Florestão, contra o Cuiabá-MT, o jogo mais importante de pouco mais de seis décadas de sua rica história no futebol acreano. Fundado em 27 de abril de 1952, o clube celeste é detentor de oito títulos estaduais (1952/53, 1962/1968, 1987, 1991, 2016/2018) e vive neste ano a expectativa de garantir uma inédita vaga na disputa da Série B do próximo ano, algo conquistado pelo Rio Branco na temporada de 1991.

Com desvantagem de dois gols no placar, após a derrota para o Dourado por 2 a 0 – jogo de ida das quartas-de-final ocorrido dia 20 de agosto na Arena Pantanal, o goleiro Ruan, chamado por muitos pelo apelido de São Ruan, poderá ser peça chave para uma possível classificação celeste, pois se não levar gols e o Galo fizer dois na rede do Cuiabá, o time acreano garante, ao menos, a chance de decidir o acesso nas cobranças de penalidades, onde o goleiro volta a ser peça importante neste confronto histórico para ambas as agremiações.

“São Ruan” confiante

Ciente da grande responsabilidade, o arqueiro reconhece que a missão não será nada fácil, mas acredita na possibilidade de uma reviravolta no jogo da volta e consequentemente o acesso garantido ao time celeste. “Temos uma grande missão, mas o grupo tem qualidade e pode fazer um grande jogo e conseguir o nosso tão sonhado acesso”, diz o goleiro de origem maranhense.

Ruan comentou ainda que espera que esteja numa noite iluminada para ajudar o Galo Carijó a carimbar vaga na próxima fase da competição e uma vaga na Série B. “Será um jogo bem nervoso, onde a concentração, aplicação tática e vontade serão pontos importantes para qualquer uma das equipes”, analisa São Ruan, aproveitando ainda para convocar o torcedor do Galo Carijó a se fazer presente nas arquibancadas do estádio Florestão para empurrar o clube acreano para cima do Cuiabá-MT.

Galo tem bom retrospecto no Florestão

Em nove jogos como mandante na primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série C, o Galo Carijó, do arqueiro Ruan, levou apenas seis gols (0,66), três deles na única derrota para o Confiança por 3 a 0. Santa Cruz e Salgueiro caíram por 2 a 1, e o Globo-RN arrancou um empate por 1 a 1, assim sendo as únicas equipes a marcarem gols como visitantes do time acreano. O Galo como mandante ainda registrou 16 gols (1,77) a favor, com destaque para a vitória elástica sobre a Juazeirense-BA por 5 a 0 e o triunfo diante do ABC-RN por 3 a 0.

Cuiabá-MT já perdeu de 3 gols fora de casa

Na fase classificatória, o Cuiabá-MT, terceiro colocado do grupo B, chegou a perder dois jogos fora de casa por 3 a 0. O primeiro deles para o Volta Redonda-RJ e o segundo diante do Ypiranga-RS. No entanto, o Dourado venceu como visitante as equipes do Tupi-MG e Luverdense-MT (3 a 1) e também o Joinville-SC por 3 a 2, além de empatar com o Botafogo-SP (0 x 0) e Operário-PR (1 a 1).

Nesta segunda-feira, às 19h, no Florestão, o Cuiabá encara o Atlético Acreano podendo perder a partida por até um gol de diferença para garantir o sonhado acesso a próxima edição da Série B.