Galo e Estrelão terão desfalques na 1ª partida das finais no sábado

A primeira batalha das finais do 29º Campeonato Acreano de Profissionais, agendada para o sábado, às 17h, no estádio Arena da Floresta, envolvendo as equipes de Atlético e Rio Branco, será disputada com desfalques de ambos os lados. Sem muitas opções, os treinadores das duas equipes realizaram na tarde de ontem (4), em locais distintos, ajustes visando o primeiro duelo das finais.

Careca não joga a primeira das finais

No Galo Carijó, o técnico Álvaro Miguéis perdeu o artilheiro Careca. O atleta cumpre suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo recebido na conquista do returno. O substituto deverá ser o curinga Jeferson, também artilheiro da equipe com oito gols. Caso o técnico Álvaro Miguéis confirme a entrada do curinga no meio campo, o lateral esquerdo Antonio Marcos ganhará nova chance entre os titulares.

Com oito gols na temporada, dois a menos que o artilheiro Marcelo Brás (Plácido de Castro), Careca lamenta a ausência no primeiro jogo das finais do estadual, mas acredita que o substituto dará conta do recado. “Nosso time não é formado apenas por 11 jogadores, mas por um grupo, assim acredito numa grande atuação do meu substituto”, explica o artilheiro celeste.

Estrelão terá duas baixas no sábado

No Estrelão, o técnico Cristian de Souza terá duas baixas importantes. O maestro Geovane e o meia-atacante Sandro. O primeiro ainda se recupera de um problema muscular e o segundo sofreu uma torção de joelho. Já o meia Ancelmo Holanda, já integrado ao elenco, deve fazer parte do grupo alvirrubro para o sábado (6).

Na tarde de ontem (4), no estádio Florestão, o técnico Cristian de Souza fez ajustes na equipe estrelada para o primeiro jogo das finais. O treinador terá à disposição para o primeiro compromisso decisivo do estadual o zagueiro Lucas. O atleta cumpriu suspensão automática e pode ser uma opção para o miolo de zaga.

O Rio Branco chega à decisão com a possibilidade de contar com dois reforços. O primeiro deles é o zagueiro Cris, ex-Sergipe, enquanto o segundo diz respeito ao atacante Romário, atleta vindo do Boa Esporte-MG.