Galo abre o placar, mas cede o empate para o Clube do Remo

Num confronto de inúmeras chances de gols desperdiçadas para ambos os lados, as equipe do Atlético Acreano e Clube do Remo empataram na tarde de ontem, na Arena da Floresta, por 1 a 1.

Com o resultado conquistado no Acre, o Clube do Remo precisa de um empate sem gols para carimbar vaga na próxima fase da competição. O jogo da volta está agendado para o próximo dia 16, em Belém-PA. Vitória simples para qualquer uma das equipes garante o vencedor na próxima fase do torneio. Um resultado igual acima de um gol classifica os acreanos. O adversário de acreanos e paraenses sai do duelo entre Fast-AM ou Santos-AP.

Jogo

Antes de a bola rolar houve um minuto de silêncio em homenagem a memória do ex-cronista esportivo Valdemir Canizio da Silva, 72, falecido no sábado.
Com a bola rolando, O Clube do Remo tentou encurralar o campeão acreano na sua defesa, mas o time enfrentou muitas dificuldades.
Empurrado por sua torcida, o time celeste passou a trocar passes em velocidades e a criar as melhores oportunidades de gols. Na melhor delas, Polaco, em jogada individual, fica cara a cara com o goleiro Vinícius, mas finaliza no travessão, aos 44 minutos.

Gols

Na etapa complementar, o Remo tentou buscar as jogadas rápidas com Flamel fazendo as assistências. Porém, o lateral direito Januário foi acionado em velocidade pela direita e fez o cruzamento rasteiro para o desvio de Careca para a rede azulina.

Dois minutos depois, Joel quase ampliou de fora da área, mas o goleiro Vinícius fez grande defesa.

Com Flamel distribuindo facilmente o jogo, o Clube do Remo cresceu na partida e começou a criar as melhores oportunidades de gols.

O empate era questão de tempo e veio aos 30 minutos. Em rápido contra-ataque, Edgar encontrou Flamel dentro da área, que bateu colocado, no ângulo, sem chances para Babau! Tudo igual no Florestão!

Dois minutos depois, o zagueiro Pé de Ferro, já amarelado, acabou expulso. O treinador Álvaro Miguéis recompôs a defesa e a proposta de vitória no primeiro jogo ficou pelo caminho. Por outro lado, o Leão do Pará pressionou, mas parou nas mãos do goleiro Babau.

FICHA TÉCNICA

Local: Arena da Floresta
Data: 05.03.2017
Árbitro: Fledes Rodrigues Santos
Assistentes: Márcia Bezerra Lopes e Davi Silva Oliveira
Gols: Careca (AAC) e Flamel (REM)
Cartões amarelos: Pé de Ferro (AAC); Elizeu, Max e Igor João (REM)
Cartão vermelho: Pé de Ferro (AAC)

ATLÉTICO-AC: Babau: Januário, Pé de Ferro, Diego e Antônio Marcos; Tragodara (Oliver), Joel, Luis Enrique (Giovani) e Polaco; Jefferson e Careca (Muller). Técnico: Álvaro Miguéis

REMO: Vinicius; Léo Rosa, Igor João, Zé Antônio e Tsunami; Elizeu (Jayme), Max (Gabriel Lima), Marquinhos e Flamel; Edgar e Nano Krigger. Técnico: Josué Teixeira