Fernanda Souza brilha e fica em segundo na maratona internacional Acre Race

A ciclista bocacrense Fernanda Souza, demonstrou disposição, talento e versatilidade ao conquistar um grande resultado na terceira edição da maratona internacional Acre Race de Mountain Bike. O evento foi realizado ontem, domingo (31 de julho), em Rio Branco, e teve a participação de mais de 300 atletas, divididos em categorias de acordo com a quilometragem.

Fernanda Souza se inscreveu para concorrer no pelotão que percorreu 60 quilômetros em terreno misto (asfalto e chão), que exigia força e técnica. A atleta não tomou conhecimento das que era consideradas as favoritas e pedalou soberanamente durante todo o percurso, e por uma fatalidade, não foi a vencedora da prova.

Souza relatou ao Jornal Opinião que logo no início da prova, houve um problema mecânico com o seu equipamento. “Minha corrente caiu quando eu estava passando pela segunda ponte. Enroscou tudo e ficou feio, aí eu vi todo mundo passando por mim e comecei a chorar, foi quando um rapaz abençoado parou e me ajudou”, relatou.

“Por causa disso, perdi muitas posições. Quando voltei a pedalar, já não tinha mais esperanças de que eu poderia vencer, ou pelo menos chegar entre as três primeiras, porque muita gente passou por mim, homens e mulheres”, continuou.

“Eu alcancei uma das mulheres que estavam participando, mas acreditei que ela poderia ser alguém que teria ficado para trás, tanto que nem disputei com ela a posição na chegada. Porém vi que aos poucos nós estávamos alcançando as concorrentes e subindo de patamar durante a corrida, fazendo verdadeiramente uma prova de recuperação”, disse.

“Na chegada, crente de que não estava disputando mais nenhuma posição importante, apesar do grande esforço, apenas pedalei suavemente para completar. Mas quando fui ver a minha classificação, eu fiquei em segundo lugar, e a moça que eu achei que tinha sobrado, na verdade, ficou na primeira posição”, falou.

“Mas eu estou feliz, porque foi a minha primeira vez, e já trago para Boca do Acre um resultado super importante, de uma prova muito difícil, ainda mais tendo feito uma corrida onde demonstrei meu potencial escapando do pelotão no início, e depois tendo que fazer uma prova de recuperação”, completou.

Gratidão
Fernanda agradeceu o apoio do secretário de Saúde Manoel Barbosa, que deu uma ajuda de custo, em forma de incentivo para a atleta.

“Quero agradecer ao nosso secretário Manuel Barbosa, que me ajudou. Digo que se não fosse pela ajuda dele, eu nem teria ido participar. Então a sua ajuda foi fundamental”, destacou.

“Também quero agradecer ao meu treinador Val Zambianch, que nunca mediu esforços para me ajudar nesse esporte que me fascina a cada dia. Meus amigos do pedal e minha família”, agradeceu Fernanda Souza.

“Não poderia jamais deixar de agradecer a minha amiga e companheira de equipe, a Anne, juntamente com seu esposo, o Da Silva, que além de emprestar uma super bike, ainda me deram todo o apoio necessário”, frisou.

Boca do Acre dominou o Acre Race feminino
Mas não foi só Fernanda Souza que fez bonito. Na categoria dos 35 quilômetros, denominada “Superação”, a médica Maíra Costa e auxiliar de serviços gerais Élyda Bezerra, toparam o desafio, foram até o estado vizinho e conquistaram excelentes resultados. É a primeira vez em que ambas participam de uma prova de ciclismo fora do município. Élyda ficou na segunda colocação e Maíra em terceiro lugar.

Maíra agradeceu ao esposo, o advogado Adenir Costa, que também compete no ciclismo acreano, aos amigos ciclistas de Boca do Acre, e a todos que sempre deram uma palavra de incentivo.

“Durante o percurso deu vontade de chorar, não de tristeza ou sofrimento, mas de alegria por estar ali, dentro de uma verdadeira superação”, comentou a médica.