Exército prepara cela para receber Mauro Cid

Ex-ajudante de ordens de Jair Bolsonaro, o tenente-coronel Mauro Cid cumprirá no Batalhão de Polícia do Exército de Brasília a nova ordem de prisão contra o militar determinada pelo STF nesta sexta-feira (22/3).

Trata-se do mesmo local onde o ex-ajudante de ordens ficou detido entre maio e setembro de 2023, quando foi preso pela primeira vez também por ordem do ministro do Supremo Alexandre de Moraes.

Segundo apurou a coluna, Cid será levado para o Batalhão de Polícia do Exército ainda nesta sexta, após passar pelos trâmites legais na Polícia Federal e no Instituo Médico Legal (IML).

Moraes expediu nova ordem de prisão contra Cid logo após o militar prestar depoimento, na tarde desta sexta, sobre o vazamento de áudios em que o ex-ajudante de ordens critica a PF e o ministro do Supremo.

Prisão preventiva

Em nota, o STF informou que Moraes determinou a prisão preventiva de Cid por descumprimento de medidas cautelares e obstrução à Justiça. A Corte disse ainda estar “sob análise” a manutenção da delação do militar.