Ícone do site Jornal Opinião

Eva Evangelista irá cuidar das mulheres vítimas de violência

Eva Evangelista irá cuidar das mulheres vítimas de violência

Eva Evangelista irá cuidar das mulheres vítimas de violência

A desembargadora Eva Evangelista é a nova coordenadora Estadual das Mulheres em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Tribunal de Justiça do Acre. A Portaria de nº 453/2017, assinada pela presidente da Corte, desembargadora Denise Bonfim, estabelece a função para Biênio 2017-2019.

A portaria leva em consideração as determinações contidas na Resolução Nº 128/2011, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que dispõem sobre a criação das Coordenadorias Estaduais das Mulheres em Situação de Violência Doméstica e Familiar, no âmbito dos Tribunais de Justiça dos Estados e do Distrito Federal.

Na mesma portaria, a juíza de Direito Shirlei Hage, titular da Vara de Proteção à Mulher da Comarca de Rio Branco, é designada suplente da coordenadoria sem prejuízo de suas funções.

Entre as atividades a serem desenvolvidas pela coordenadoria estão a necessidade de elaborar sugestões para o aprimoramento da estrutura do Judiciário na área do combate e prevenção à violência doméstica e familiar contra as mulheres; suporte aos magistrados, aos servidores e às equipes multiprofissionais visando à melhoria da prestação jurisdicional e também articulação interna e externa do Poder Judiciário com outros órgãos governamentais e não-governamentais entre outras.

Relatório circunstanciado dos trabalhos realizados, mencionando os resultados obtidos e dificuldades havidas na execução das leis e regulamentos deve ser enviado à Presidência do TJAC todo final de ano.

Sair da versão mobile