Connect with us

Cotidiano

Escolas públicas do Acre se destacam no Enem 2016

Duas escolas da Baixada do Sol, em Rio Branco, conseguiram altos índices de aprovação no Exame Nacional do Ensino Médio 2016 (Enem).

Published

on

Duas escolas da Baixada do Sol, em Rio Branco, conseguiram altos índices de aprovação no Exame Nacional do Ensino Médio 2016 (Enem).

A Escola Estadual José Ribamar Batista (Ejorb) aprovou 30 alunos, e a Heloísa Mourão Marques, 10. Todos na primeira chamada da Universidade Federal do Acre (Ufac).

Em comum, as instituições têm não só a localização, mas o protagonismo de seus estudantes. O primeiro colocado em Direito da Ufac, Cláudio Pontes, é um exemplo disso. O jovem estudou todo o ensino médio na Ejorb e foi classificado no curso que é um dos mais concorridos da instituição.

Segundo Pontes, a escola foi o diferencial: “Tive muitas oportunidades na Ejorb. Estudei com mestres que realmente me guiaram, incentivaram e ministraram aulas fantásticas. Acho importante sempre ter ciência dos pormenores que influenciam nossa vida. Quando penso no rumo que minha vida tomou a partir do momento que eu comecei a estudar com esses profissionais, me sinto um privilegiado”, destaca.

Além do curso de Direito, a Ejorb teve alunos selecionados em praticamente todos os cursos oferecidos na Ufac. De acordo com a diretora Sirlene Luz, na segunda chamada pelo menos 30 serão selecionados.

Advertisement

Políticas internas

Outra característica em comum dos dois estabelecimentos de ensino são as políticas educacionais internas. Ambas desenvolvem atividades extraclasse, com foco na preparação dos alunos para o Enem.

Na Ejorb, todos os anos, desde o começo do ano letivo, são oferecidas, aos sábados, aulas multidisciplinares abordando todas as áreas do conhecimento exigidas na seleção.

Existe também o “Corujão”, um intensivão de 12 horas realizado na escola uma vez por ano antes do exame.

Na Heloísa Mourão, uma estratégia adotada para reforçar as aulas regulares é o projeto “Mais Saber: o Enem na Sua Comunidade”, que tem duas grandes frentes de ação: aprimorar os conhecimentos dos alunos e expandir o ensino para a comunidade.

Advertisement