Connect with us

Boca do Acre

Em greve, professores de Boca do Acre pedem reajuste

Published

on

A greve que foi deflagrada em todo o estado do Amazonas na última quarta-feira (17) e aderida por um número significativo dos professores de Boca do Acre, segue acontecendo até que exista um acerto entre o Governo do Amazonas e a categoria dos trabalhadores em Educação.

Segundo informações do movimento grevista de Boca do Acre, apenas duas escolas estão funcionando com a totalidade dos professores, são elas: Danilo Corrêa e Jacinto Ale.

O restante tem paralisação parcial e total, como foi o caso das escolas estadual Barão de Boca do Acre e Almirante Barroso, que até o final da semana passada todos os professores dessas duas instituições de ensino participaram dos atos de greve.

A primeira atividade da greve foi uma reunião na Praça Assem Mustafa, no Centro da Cidade, que aconteceu no turno de manhã e durante o período da tarde. O encerramento da agenda dos professores em greve aconteceu com uma carreata pelas principais ruas e avenidas na parte baixa da cidade de Boca do Acre.

Ainda de acordo com a liderança do movimento, não há indicativo de voltar atrás, ou seja, desmanchar o movimento, até que exista um acordo firmado que atenda às reinvindicações da categoria, que pede 25% de reajuste salarial, mais progressões e outras perdas salariais que acontecem desde 2018.

Advertisement
Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *