Em BSB, governador e deputados garantem reconstrução da BR-364 e moradia às vítimas da alagação

A quarta-feira (13) foi de importantes conquistas para o Acre quando uma comitiva de deputados estaduais, liderada pelo deputado estadual e primeiro-secretário da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), Nicolau Júnior (Progressistas), se uniu ao governador Gladson Cameli (Progressistas) para juntos pleitearem, em Brasília (DF), obras emergenciais para o estado.

No Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), em reunião com o presidente do órgão, Fabrício Galvão, foram duas as pautas: as obras de manutenção e reconstrução de trecho da BR 364 e a construção do anel viário de Brasileia e Epitaciolândia. Numa segunda agenda, também na capital federal, as tratativas foram sobre a construção de moradias para as famílias atingidas pelas cheias dos rios acreanos, no Ministério das Cidades, com o ministro Jader Barbalho Filho.

O presidente do DNIT, Fabrício Galvão, assegurou a continuidade das obras do anel viário de Brasileia e Epitaciolândia, com investimento estimado em cerca de R$ 100 milhões.”Acertamos com o governador que o DNIT assumirá este convênio e vai licitar o remanescente desta obra e entregar ao Acre este empreendimento. Queremos retomar este projeto o mais rápido possível”, afirmou o presidente, reconhecendo a importância da obra para a região do Alto ACRE e o empenho dos deputados acreanos ao expressarem o anseio da população por sua conclusão.

No mesmo encontro, a comitiva do Acre da qual faziam parte também os deputados estaduais Gilberto Lira (União Brasil), Pablo Bregense (PSD), Whendy Lima (União Brasil) e Tadeu Hassem (Republicanos), tratou sobre a reconstrução dos primeiros 200 quilômetros da BR-364, especialmente no trecho entre Sena Madureira e Feijó, considerado um dos mais críticos.

O deputado Nicolau Júnior ressaltou da necessidade urgente das obras. “O povo do Acre, principalmente do Juruá, tem pago um preço alto pelas condições ruins da BR-364. Precisamos do apoio do governo federal para reconstruir esta importante rodovia e a convite do governador Gladson viemos a Brasília e tratamos da manutenção e reconstrução da nossa BR-364, mas também sobre o anel viário de Brasileia e Epitaciolândia, aquela obra tão importante”, disse.

Nicolau Júnior destacou ainda a importância da união de esforços para garantir avanços importantes para o Acre. “A nossa bancada estadual acreana está unida em busca de resultados para o nosso povo acreano, junto com os nossos parlamentares federais e o nosso governador, no comprometimento e trabalho conjunto em prol do desenvolvimento e do bem-estar da população acreana”, afirmou.

O deputado Tadeu Hassem, que é de Brasiléia, lembrou o clamor da população do Alto Acre e agradeceu ao governador pela iniciativa. “A conclusão do anel viário vai evitar o isolamento terrestre da nossa região. Agradecemos o investimento na BR-317 que interliga Rio Branco, Boca do Acre e Assis Brasil, e também na BR-364, onde há necessidade de novos investimentos, mas principalmente pela retomada da obra do anel viário Brasileia e Epitaciolândia que é um clamor da nossa população e tivemos a garantia do Dnit de que assumirá essa importante obra já no verão. Essa nossa união só trará bons frutos para o nosso Acre”, reiterou.

Gilberto Lira e Pablo Bregense, que são de Sena Madureira, comemoraram a reconstrução do trecho da BR-364 que irá beneficiar a região. “Recebemos a notícia maravilhosa da reconstrução de 200 quilôlmetros da nossa BR 364 de Sena Madureira até Feijó. Isso é gratificante porque mostra a preocupação do governo federal conosco. Só temos a agradecer ao governador que nos trouxe até aqui para que o nosso clamor fosse ouvido”, expressou Bregense.

“Agradecemos ao governador Gladson, à bancada e ao DNIT porque pedimos e, graças a Deus, a tão sonhada reconstrução da BR 364, no trecho de 200 km até Feijó, vai iniciar já nesse verão. É uma felicidade para as pessoas que tanto nos pediram, que tanto sofriam nessa estrada e agora haverá a reconstrução num novo modelo de infraestrutura.
Então, é um momento feliz, que mostra a nossa força e que a bancada está unida em um só propósito”, concluiu Gilberto Lira.

Whendy Lima reiterou os agradecimentos e também manifestou sua satisfação pelos resultados positivos da agenda. “Estamos saindo daqui satisfeitos com as notícias para o nosso estado quando viemos em busca de recursos para resolver essa situação toda que estamos passando e dizer que a nossa união com a bancada federal vai beneficiar as pessoas que mais precisam”, concluiu.

Moradias urgentes para atingidos pelas enchentes no Acre
Com o ministro das Cidades, Jader Barbalho Filho, o governador e a comitiva apresentaram demandas urgentes, como a construção de moradias para famílias atingidas pelas enchentes no estado.

“Precisamos fazer a remoção das pessoas, resolver esse problema em definitivo e acabar com o sofrimento de quem vive enfrentando as enchentes no estado”, destacou o governador Gladson.

O deputado estadual Nicolau Júnior reforçou a necessidade de soluções definitivas para o problema das enchentes, destacando a importância de medidas como a doação de terrenos da União e o apoio na elaboração de projetos de reurbanização.

“Tem muita gente que tem casa, mas precisa sair por conta das águas, e tem gente que não tem uma casa. É um déficit muito grande com cerca de 24 mil famílias”, disse Nicolau.
Mais de 8,3 mil unidades habitacionais foram atingidas pelas enchentes nos 19 municípios abrangidos.

O ministro Jader Barbalho afirmou apoio e se dispôs a avaliar formas de contribuir com o Estado na elaboração do projeto, que abranja desde a construção de novas moradias até ações a serem desenvolvidas nas áreas a serem desocupadas. “Podemos trabalhar juntos nas soluções definitivas ou pelo menos mitigatórias para o estado”, disse o ministro.