Projeto Citando Vidas leva esperança a pacientes que lutam contra o câncer

Com o objetivo de ajudar o próximo na luta contra o câncer um grupo de amigos criou o ‘Citando Vidas’. Os membros, de forma voluntária, fazem arrecadações nos semáforos da capital e realizam rifas, toda quantia arrecada é investida em alimentos e remédios para os pacientes.

Segundo Denyse Xavier, uma das idealizadoras do grupo, o projeto surgiu em uma viagem com um amigo. “Falávamos de nossas ideais para o futuro, com isso, aproveitei a situação pra falar sobre essa ideia, de ajudar o próximo, que eu já havia pensado. E como perdemos um amigo para o câncer resolvemos focar nisso”, explicou.

De acordo com Xavier de início eles pensaram logo nas crianças, que desde tão cedo lutam para viver. No princípio, a intenção era só visitar o hospital para fazer um dia diferente na vida dele e levar alegria.

“Quando passamos a fazer visitas rotineiras passamos a nos apaixonar pela causa. Nossa presença fazia bem tanto para as crianças quanto aos pais deles”, conta.

Denyse relata a história que mais a impactou. “Foi no aniversário de uma de nossas pacientes, a pequena Débora de quatro anos. No dia fomos até o hospital levar um presente pra ela, quando chegamos ela não estava com o mesmo ânimo de sempre, talvez muito cansada pela doença esta se agravando mais. Conversando com a mãe dela soube que a pequenina havia falado que o único presente que queria ganhar era que papai do céu a curasse e que ela fosse embora pra casa”, relembra.

O ‘Citando Vidas’, conta com 71 voluntários, que fazem visitas aos hospitais levando brincadeiras, desenhos pra colorir, leituras de livros infantis, lanches e, na maioria das vezes, presentes. O prazer em ajudar foi além e eles resolveram fazer visitas em instituições como o Educandário Santa Margarida e o Lar dos Vicentinos.

Os que tiverem interesse em ser um voluntariado pode entrar em contato pela Fanpage https://www.facebook.com/citandovidas/?ref=ts&fref=ts. Ou pelo WhatsApp pelos números (68) 99910-4609 e (68) 99941-7450

“É só entrarem em contato, que explicamos como é nosso trabalho e se eles tiverem de acordo a gente adiciona no grupo do WhatsApp. Daí então começamos a interagir”, finaliza Denyse.