Brasileirão vai pegar fogo na última rodada

MANOEL FAÇANHA

A última rodada do Campeonato Brasileiro promete forte emoções dentro e fora de campo. Nesta segunda-feira (22), a afirmação do empresário do agronegócio Elusmar Maggi Scheffer, torcedor do Internacional, que dará “mala branca” (incentivo em dinheiro) ao São Paulo para vencer o Flamengo, fez a diretoria do clube carioca prometer denunciar Scheffer ao Ministério Público.

O Tricolor paulista enfrentará o Flamengo, novo líder do Brasileirão com 71 pontos, na quinta-feira, às 21h30, no Morumbi. O Mengo é o único concorrente do Inter na briga pelo título. No mesmo dia e horário, o Colorado receberá o Corinthians no Beira-Rio, em Porto Alegre.

“Manipulação de resultado sob qualquer forma é crime previsto no estatuto do torcedor, ainda mais quando são jogos da loteria federal. Hoje mesmo vamos encaminhar notícia crime ao MP e à polícia. Esse torcedor pode ser rico, mas vê-se que não é preparado”, escreveu Rodrigo Dunshee, vice-presidente geral e jurídico do Flamengo, em suas redes sociais.

Fla joga por fim de tabu para ficar com o título

Falando ainda de Campeonato Brasileiro, o Flamengo só depende de si para ser bicampeão. No entanto, o rubro-negro carioca não vence o Tricolor paulista há oito jogos – desde de 2 de julho de 2017 e a última vitória do clube carioca no Morumbi ocorreu em 2011.

Outro tabu a ser quebrado diz respeito à performance do técnico Rogério Ceni sobre o seu ex-clube, o São Paulo. Ceni, como treinador, jamais venceu duelos contra o São Paulo. São sete jogos com cinco derrotas e dois empates. Pelo Flamengo, Ceni foi derrotado e eliminado na Copa do Brasil – 2 a 1 no Maracanã e um implacável 3 a 0 no Morumbi.

São Paulo e Flamengo duelam nesta quinta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Morumbi, pela última rodada do Brasileirão.

CBF realiza hoje o sorteio da Copa BR Sub-20

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) agendou para esta terça-feira (23) o sorteio da primeira fase da Copa do Brasil Sub-20 2021. O chaveamento da competição será conhecido às 16h30, no auditório da Confederação Brasileira de Futebol, com transmissão ao vivo da CBF TV.

A competição contará com a participação de 32 equipes divididas em grupos com dois times, e sucessivamente se enfrentarão até a grande final em jogos de ida e volta. O campeão do torneio garante vaga para a Supercopa do Brasil Sub-20, onde enfrentará o campeão brasileiro da categoria.

O representante acreano na competição será o Imperador Galvez, mas o clube corre o risco de jogar a sua estreia fora da capital acreana, isso justificado pela alta da pandemia do novo coronavírus no estado.

AS CURTINHAS

A polêmica está formada, isso caso a vaga acreana para o Campeonato Brasileiro Feminino A2 não seja disputada dentro de campo, com a realização do Campeonato Acreano-2020.

Caso não haja tempo hábil para a disputa, por conta da alta da pandemia do novo coronavírus no estado, a Federação de Futebol do Acre (FFAC) vai indicar para o torneio a Assermurb, vice-campeã da temporada 2019, não o campeão Atlético Acreano.

A justificativa da entidade está relacionada ao fato do Atlético Acreano desistir da disputa do estadual feminino 2020, competição programada para iniciar dia 6 de março de 2021.

No entanto, as ex-atletas do Galo Carijó, hoje integradas ao time do Rio Branco, questionam a decisão da entidade futebolística local e estão dispostas a vestir a camisa celeste na competição nacional.

No frigir dos ovos, a decisão de colocar um ponto final na história, caso a vaga acreana para a competição nacional seja uma indicação da Federação de Futebol do Acre, pode pertencer ao presidente atleticano Elison Azevedo, pois o dirigente, caso tenha intenção de disputar o torneio, poderá requerer a vaga nos tribunais. Se vai ganhar ou não a causa será outra história.

Bom dia!