Bispo anuncia o fim do atendimento pelo SUS no Santa Juliana

Por Marcelina Freire – Em coletiva à imprensa na manhã desta terça-feira, 19, o bispo dom Joaquim Pertinez anunciou que o hospital Santa Juliana não irá mais atender pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). “A partir do dia 31, o Santa Juliana não pode mais atender nenhum paciente do SUS. Fomos ao governador pessoalmente. Não sabemos como vai ficar a situação da saúde já caótica do Acre”, disse o religioso.

A decisão foi motivada pela falta de pagamento deixado pela gestão passada e a demora do governo atual em resolver o problema . A dívida do Estado com a Diocese de Rio Branco chega a R$ 4 milhões.

Segundo a Diocese, o hospital atende a 40% dos partos públicos, além da maioria das cirurgias cardíacas realizadas no Acre. Sem o repasse do governo, e com as dívidas acumuladas, fica insustentável a manutenção dos atendimentos.

“Já foram enviadas duas cartas ao senhor governador, Ministério Público e Conselho Regional de Medicina (CRM) avisando dessa situação. Até hoje não teve nenhuma proposta por parte da Sesacre para ser analisada pelo hospital.  Esse convênio não se renova numa semana, nem em um mês, porque são muitos ajustes, muitos aspectos. Isso foi colocado ao senhor governador”, afirmou Dom Joaquim.

Casa de acolhida Souza Araújo

Além do hospital, a casa de acolhida Souza Araújo, que cuida de pessoas com hanseníase, também está há vários meses sem receber. A dívida é de R$ 1,7 milhão. Desde o fim do convênio ocorrido em outubro do ano passado, a igreja alerta para o problema.

“O governo não cumpre com sua obrigação, o convênio assinado, aprovado, publicado não está cumprindo com o repasse que desde 2013 não teve reajuste. Nós estamos aguentando e financiando tudo, porque esse repasse não cobre nem 50% dos gastos da Casa Souza Araújo”, disse o bispo.

Sem repasse, e sem condições de manter o local, a unidade pode fechar as portas e os pacientes podem ficar sem ter para onde ir. “Várias vezes falei par o governador anterior e o atual que o problema da hanseníase é um problema de saúde pública do Estado, não é um problema da Igreja. Faz muito tempo que nós financiamos o Estado”, frisou dom Joaquim.

Após o anúncio de cancelamento, a Secretaria Estadual de Saúde do Acre (Sesacre) informou por meio de comunicado que o secretário de Saúde se reunirá ainda na terça-feira para tentar solucionar o problema.

Segue o comunicado do governo:

O Governo do Estado do Acre, por meio da Secretaria de Estado da Saúde, informa que uma reunião com representantes da Diocese e o secretário de Saúde, Alysson Bestene, acontece ainda hoje, terça-feira, 19, às 17 horas.

O objetivo é buscar soluções em benefício da população, para que se estabeleçam ações que visem resolver os convênios que são administrados pela Diocese de Rio Branco.

O Governo do Estado do Acre preza pelo diálogo que sempre foi mantido com a entidade por meio do administrador do hospital Santa Juliana, Marcos Paulo.

Secretaria de Estado da Saúde.