Aula inaugural marca início do ano letivo para estudantes do ensino integral em RB

O início do ano letivo para as primeiras sete escolas de ensino integral do Acre será na segunda-feira, 3 de abril. Mas para dar o ponta pé inicial, o governo do estado realizou a aula inaugural, na manhã de ontem, 31, em solenidade realizada no Teatro Plácido de Castro.

Segundo o governo, serão cerca de quatro mil alunos beneficiados com o investimento de R$ 28 milhões. A escola Escola Estadual José Ribamar Batista (Ejorb), Escola Jornalista Armando Nogueira, Escola Estadual Sebastião Pedrosa, Escola Estadual Boa União, Escola Humberto Soares da Costa, Instituto Estadual Lourenço Filho (IELF) e a Escola Glória Peres são as primeiras que passam por essa mudança a partir da próxima semana.

O governador Tião Viana disse que esta é uma página para o futuro que começa a ser escrita. “Uma linda página de futuro está sendo aberta hoje. É a geração de oportunidades, pois os jovens vão construir, a partir desse modelo de ensino, o seu plano de vida. O Acre é o único estado da Amazônia que tomou essa decisão para que os alunos entrem às sete e meia da manhã e saiam às cinco horas da tarde, tendo três refeições diárias, para avançarem na construção do seu futuro.”

A aula inaugural foi marcada pela presença de autoridades e estudantes que realizaram apresentações artísticas e culturais.

Para concretizar esta nova etapa do ensino, foram realizadas reforma e adequações. Além disso, os professores e coordenadores passaram por formação continuada para garantir a qualidade do ensino.

“Essa é a escola jovem, que tem a identidade dos nossos jovens do século XXI, que são multifuncionais, que evoluíram nas atividades. Aqui ele é nosso protagonista e participa do processo de construção do conhecimento”, disse o secretário estadual de educação, Marco Brandão.

Além destas escolas, a meta do governo para 2018 é ampliar esse modelo em pelo menos mais cinco regionais, estendendo para o ensino fundamental e a zona rural.