Asfalto da operação tapa-buracos custou R$ 159,6 mil para Boca do Acre

A Prefeitura de Boca do Acre publicou no Diário Oficial dos Municípios, com data de 23 de julho deste ano, que pagou quase 160 mil reais por uma determinada quantidade de asfalto, não especificada no documento, adquirida junto à empresa Construtora Meirelles Mascarenhas, que também é conhecida como construtora CMM.

O asfalto comprado da empresa que ainda está trabalhando na recuperação da BR-317, no lado amazonense, foi destinado à operação tapa-buracos, que foi executado por outra empresa, a Wersatil, uma espécie de multi prestadora de serviço da Prefeitura de Boca do Acre.

O serviço foi destinado à Estrada do Piquiá, além de ruas do Centro da Cidade e do bairro Macaxeiral, que receberam a tal da massa asfáltica. O valor exato da compra foi de R$ 159.600,00. Ainda de acordo com as informações, o contrato entre a Prefeitura de Boca do Acre e a CMM, está vigente por 90 dias, com prazo de encerramento previsto para 23 de outubro deste ano.