Após polêmica

Depois de muita polêmica o governador Gladson Cameli (PP) decidiu cancelar a licitação para contratar um jato para o Estado. Mas, isso não o isentou de receber diversas críticas, em especial por “pregar” uma crise no Estado e de repente trazer um assunto desse para a ordem do dia.

Porém, não colou a desculpa de que a aeronave seria mais para uso da população do que próprio staff governamental, até porque o objeto da licitação afirmava que o jatinho seria de uso exclusivo da Casa Civil e do governador.

Motivo para tanta polêmica? Conforme o contrato, a hora do voo custará R$ 18 mil e caso o governo utilize a aeronave por 24 horas de voo em um mês, o custo chegará aos R$ 432 mil. O total de horas oferecidas é de 288 horas. O estado poderá gastar quase R$ 5,2 milhões/ano.

Agora passamos para a próxima polêmica…